Indústria automotiva receberá investimentos superiores a R$ 11 bi



  

O Brasil iniciou este ano como um dos países mais promissores da década, atrás, obviamente, da China, um dos mercados mais conceituados da atualidade, à frente, grosso modo, dos Estados Unidos, há muito tempo considerados a grande superpotência mundial.

Investimentos: Palavra chave e sinônima ao país liderado por Luiz Inácio Lula da Silva. E se isso pode ser tomado como suposta verdade, nada mais justo do que direcionar o termo ao setor de automóveis. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a aplicação financeira à industria automotiva somará cifra aproximada de US$ 11,2 bilhões entre 2010 e 2012, superior ao período 2007-2009.

Em reportagem veiculada pelo Portal de Economia do Estadão, Cledorvino Belini, novo presidente da Anfavea, avalia que algumas montadoras investirão mais em capacidade, outras em produtos, portanto, choque de competitividade, segundo suas próprias palavras. Em vista disso, acredita ser necessária a efetivação de pesquisas e performances da indústria juntamente ao governo brasileiro.





Questionado sobre o aumento em 0,75% da Selic, a taxa básica de juros da economia, Belini relata ser necessária para manter a inflação controlada, o que, no final das contas, representa pouco em prestações a qualquer setor.

Fonte: Portal de Economia Estadão

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *