Multas de trânsito por exceder limite de velocidade



  

Quem excede limites de velocidade corre risco de receber multa de trânsito e pontos no prontuário da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Conforme o caso a infração pode ser gravíssima e gerar suspensão da licença para dirigir.

A infração mais perigosa e que gera maior revés aos motoristas se encontra no ato de trafegar com veículo em velocidade superior do que cinquenta por cento do limite da via. Motoristas devem seguir a lei inclusive quando não há placas que determinam as limitações.

De acordo com o código do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), Artigo 218, motoristas que recebem multas por conta de velocidade acima de cinquenta por cento têm infrações multiplicadas por três. Ou seja, ao considerar o valor de 7 pontos por conta da infração gravíssima de trânsito e a quantia multiplicada, se chega no resultado de 21 pontos.

Em consequência de ultrapassar a casa dos 20 pontos, motoristas possuem a CNH suspensa por doze meses, além da multa, que aos casos gravíssimos se equivale em R$ 191,54, mas por conta da multiplicação por três fica em R$ 574.

Ainda ao considerar o Artigo 228 do CTB, trafegar com veículo na velocidade entre vinte e cinquenta por cento do limite permitido consiste em multa grave que gera cinco pontos no prontuário dos condutores infratores, além da necessidade de pagar R$ 85,13.





Fazer tráfego em qualquer tipo de via com velocidade menor de vinte por cento superior ao limite incide na multa do tipo médio (quatro pontos na CNH e R$ 85,13). Não se pode ignorar o fato de que a falta de aceleração também traz infrações de trânsito.

Por exemplo, quem trafega com ritmo inferior à metade permitida na via recebe infração que se equivale aos casos de velocidade menor do que vinte por cento superior à limitação, ou seja, quatro pontos na CNH e R$ 85,13.

Por Renato Duarte Plantier

Foto: divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *