Fiat faz cinco promessas para cinco anos



  

Com certa animação a Fiat planeja chegar a uma meta de 7 milhões de veículos vendidos e obter um lucro de até 5,5 bilhões de euros.

Não faz muito tempo, toda a imprensa especializada teve a oportunidade de divulgar os prejuízos que a Fiat tinha registrado no primeiro trimestre de 2014. No período, a “pancada” recebida pela fabricante chegou a cifra de 319 milhões de euros. Mas é como dizem, se um tijolo cai na sua cabeça não deixe que ele o derrube e sim faça dele um degrau para subir mais alto.

A Fiat meio que deu uma certa desconsiderada para os prejuízos que não são nada simples e tratoude planejar o que quer para a companhia para os próximos cinco anos. A montadora já definiu o que vai ser e de forma bem resumida: cinco coisas para cinco anos.

De acordo com o presidente da companhia, Sergio Marchionne, os novos planos objetivam marcar uma nova vida para a empresa, uma vez que é a agora ”Fiat Chrysler Automobiles”. Para quem não se lembra houve uma fusão entre a Fiat e Chrysler em janeiro deste ano.

O executivo está a frente da empresa há cerca de 10 anos e diz que não pretende abandonar a função por enquanto, já que quer acompanhar de perto e ver as metas serem atingidas. Quer saber o que a Fiat planejou? Confira abaixo:

1- 7 milhões de veículos: é esse o número de carros que a montadora quer vender até 2018.

2- Um mega investimento: Para conseguir chegar a meta dos 7 milhões de carros vendidos a montadora já deixou claro que vai investir nada mais nada menos do que 48 bilhões de euros. O valor será destinado para novas pesquisas e desenvolvimento de novos produtos. O que quer dizer que podemos esperar novos modelos e outras coisas extras da montadora.





3- Atingir uma receita de 132 bilhões de euros: No ano passado a montadora teve uma receita que chegou aos 87 bilhões de euros. Para 2018 o acréscimo deverá ser maior do que 50% já que o plano é faturar 132 bilhões de euros.

4- Lucrar mais: É que toda empresa quer. Com os planos em andamento a Fiat também deverá ter um aumento nos lucros. A montadora tem uma estimativa de as cifras fiquem entre 4,7 e 5,5 bilhões de euros. Comparando: Em 2013 o lucro foi de 1,9 bilhão.

5- Dar um “upgrade” no portfólio de luxo: A Fiat também deixou bem claro que não está muito afim de desligar sua participação na Ferrari. Além de querer focar ainda mais em suas marcas de luxo é claro.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *