Recall de montadoras japonesas é ampliado



  

Recentemente a Honda, montadora japonesa, havia anunciado um recall que envolve mais de dois milhões de veículos em todo o mundo. O recall da montadora foi provocado por um problema no sistema airbag.

Na ocasião, a Honda ainda havia informado que a medida em questão iria atingir ao todo 2.033.000 carros que foram fabricados no período entre agosto do ano 2000 e dezembro de 2015. Desses números, mais de um milhão de automóveis estão na América do Norte e o restante, 668 mil estão no Japão.

Já nas últimas semanas deste mês de junho outras duas montadores, a Mazda e a Nissan também anunciaram que estavam tomando medidas parecidas.

No caso da Nissan foi anunciado pela companhia um recall que atinge 755.000 veículos. Com a Mazda a medida atinge 160.000 automóveis.

Voltando a questão do airbag o que foi apresentado pela Honda é de que o defeito que pode estar presente no inflador do airbag. Na pior das cenas o tal defeito poderá provocar o incêndio e causar ferimentos nos ocupantes dos veículos.

O problema foi informado pela fabricante por meio de um documento que foi encaminhado ao ministério japonês dos Transportes. Vale ressaltar que este é o mesmo problema que há algum tempo provocou a Toyota a efetuar um recall de 2,27 milhões de veículos.





No início deste mês de junho, a Toyota já tinha apontado um problema um pouco parecido. A questão é de que no caso da empresa boa parte dos veículos convocados para o recall já haviam passado por outro no ano passado exatamente pelo mesmo motivo.

De acordo com a Toyota, ou melhor, a explicação dada pela montadora é de que a mesma decidiu “mudar a solução” que havia sido apresentada na ocasião anterior e isso acabou levando a companhia a anunciar um novo recall.

Em 2013 a Nissan, a Toyota, a Honda e a Mazda fizeram parte de um recall anunciado para aquele ano que envolveu 3,4 milhões de carros. No caso deste recall o problema (para variar) envolvia o airbag que tinha alto potencial de causar problemas. O dispositivo havia sido fabricado pela empresa japonesa Takata entre 2000 e 2004.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação



Compartilhar:

1 comentário em “Recall de montadoras japonesas é ampliado

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *