Toyota FCV, movido a hidrogênio, será vendido em 2015



  

As grandes fabricantes de carro já planejam e desenvolvem carros movidos a hidrogênio há algum tempo, mas sempre ficou em bases de estudos e projetos de carros-conceito. Entre as montadoras está a Toyota, que apresentou durante o Salão de Tóquio o FCV, primeiro carro em série movido a hidrogênio, e que agora lança a versão final desse veículo.

Com 4,870m de comprimento, 1,535m de altura, 1,810m de largura e distância entre-eixos com 2,780m o Toyota FCV possui um visual moderno, mas com alguns detalhes que deixam o modelo com aspecto futurístico, como os detalhes da grade dianteira que se integra aos modernos faróis e o acabamento lateral do capô, a ampla entrada de ar do pára-choque dianteiro e as luzes compostas por LEDs em posição vertical.

Na lateral notam-se relevos nos para-lamas, linha de cintura alta, vincos que percorrem as portas, além da caída acentuada do teto, perto da tampa do porta-malas.

Na traseira, por sua vez, o destaque ficam por conta do para-choque diferenciado e das lanternas traseiras dividas em uma faixa que percorre a tampa do porta-malas e uma lanterna em formato triangular.

Desenvolvido por mais de duas décadas, o Toyota FCV é alimentado por células de combustível de hidrogênio que terá um desempenho semelhante a de um carro do mesmo porte movido a gasolina, com autonomia de aproximadamente 500 quilômetros.

A célula de combustível usada no modelo da Toyota utiliza da mesma tecnologia para os sistemas de acionamento de sinergia híbrida, no entanto, o motor a combustão é substituído por uma pilha de células de combustível.





Dentro da pilha de combustível, o hidrogênio se combina com oxigênio para produzir eletricidade para alimentar o veículo. Além de emitir apenas vapor de água, produzido pela reação entre o hidrogênio e o oxigênio, o Toyota FCV se destaca pelo rápido reabastecimento de apenas 3 minutos.

Segundo a marca japonesa, o modelo será vendido, inicialmente, em regiões que dispõe de infraestrutura para que ocorra o reabastecimento de hidrogênio. No mercado japonês, o primeiro carro a ser oferecido com células de combustível começará a ser comercializado em abril de 2015, por aproximadamente 7 milhões de Ienes (cerca de R$ 151 mil).

Os preços para o mercado estadunidense e europeu ainda não foram revelados pela fabricante nipônica. 

Por Caio Polo

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *