Dicas de como comprar um carro com segurança



  

Já imaginou se você pegasse o seu carro novo para sair e de repente encontrasse problemas no freio, os quais o veículo não consegue parar no tempo exato? E se o motor fizesse um barulho estranho parecendo que está pifando? Imagino que você iria, na mesma da hora, à concessionária onde comprou o carro e pediria uma revisão ou até mesmo uma troca.

Existem chances de adquirir um veículo e passar por esse tipo de situação. Portanto, preste bem atenção, pois iremos dar 3 dicas a você que pretende comprar um carro novo e como fazer para não ter problemas:

– Como saber se o carro que comprei não veio com defeito?

– Quais os itens obrigatórios num veículo novo?

– Qual o resultado do nível de segurança do carro que comprei?

A primeira pergunta: Como saber se o carro que comprei não veio com defeito?

O melhor a fazer neste caso é adquirir um veículo com alguém que entenda de carros, pois assim você não corre o risco de sair com um carro problemático e que dará despesas com mecânicos posteriormente.





Em seguida, temos a segunda pergunta: Quais os itens obrigatórios num veículo novo?

Muita gente ao adquirir um veículo novo não sabe ao certo quais os itens obrigatórios que ele precisa ter. Diante disso, vamos enfatizar que um carro precisa de freio ABS e airbag, e o veículo precisa estar em perfeito estado. Ainda que seja um pequeno arranhão é possível pedir a troca.

Por fim, a última questão: Qual o resultado do nível de segurança do carro que comprei?

O resultado realizado nos últimos meses em carros populares tem sido alarmante, haja vista muitos serem reprovados ou obterem um conceito baixíssimo. Isso se dá principalmente quando avalia-se airbags frontais. No Brasil esse número deveria ser maior, pois somos o terceiro maior mercado consumidor de veículos e o quarto maior produtor de veículos, além de pagarmos impostos altíssimos. Por isso, verifique os mínimos detalhes ao adquirir um carro novo.

Por Luciana Viturino

Comprar carros

Fotos: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *