Jaguar XE começou a ser produzido



  

Modelo terá 75% de alumínio em sua estrutura e será movida a diesel e gasolina

A Jaguar divulgou que a fabricação do XE, disponibilizado atualmente, já possuiu começo. O veículo, concorrente do BMW Série 3, irá compartilhar a plataforma idêntica do F-Pace, e será produzido na planta da Land Rover, em Solihull, no Reino Unido. Sendo 75% de alumínio na estrutura, o modelo é recebido com motorização com base a diesel 2.0 litros que possibilita 161 cavalos e 178 cavalos, e com base a gasolina 2.0 litros que fornece 197 cavalos e 237 cavalos, como também uma versão de elite 3.0 litros V6 de 335 cavalos.

Desta forma, ele possibilita acelerar de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos, tendo velocidade máxima de 250 km/h. As versões com base a diesel serão fornecidas com câmbio manual de seis marchas padrão, somado ao automático de oito marchas como opcional. As unidades com base a gasolina serão fornecidas com transmissão automática. A previsão da Jaguar é começar as comercializações do novo XE no mês que vem. Os valores serão a partir de US$ 39 mil para o Reino Unido.

A segunda geração do XF recorda o modelo de entrada da empresa, o XE. Em relação ao modelo pioneiro, o novo Jaguar XF possui diminuição de peso de até 190 quilos, uma vez que é 75% produzido em alumínio, tendo distribuição em uma escala de quase 50:50, e também ampliação na rigidez torcional para 28 por cento. Para as dimensões, o três-volumes consiste em 7 milímetros mais reduzido e 3 mm mais inferior. A distância entre-eixos ampliou para 51 mm, atingindo 2.960 mm, elevando o espaço interno para os ocupantes.

O XF 2016 será fornecido com o novo motor 2.0 litros turbodiesel da família Ingenium, que tem a possibilidade de fornecer 165 cv e 38,7 kgfm de torque na primeira versão, ou também 180 cavalos e 43,8 kgfm na segunda, tendo câmbio manual de seis velocidades ou automático de oito marchas.

O XF 2016 vai ser oferecido com o novo motor 2.0 litros turbodiesel da família Ingenium, capaz de render 165 cavalos de potência e 38,7 kgfm de torque em uma primeira versão ou 180 cv e 43,8 kgm na segunda, com transmissão manual de seis marchas ou automática de oito velocidades. De acordo com a Jaguar, o XF é o “não-híbrido a diesel mais eficiente da categoria”, com consumo médio de 25 km/l e 104 g/km de emissões de CO2.





Por Felipe Couto de Oliveira

Jaguar XE

Jaguar XE

Jaguar XE

Fotos: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *