Nissan GT-R será vendido no Brasil em 2016



  

Novo modelo será vendido no Brasil apenas por encomenda em duas versões: a Standart e a Nismo.

O presidente da Nissan no Brasil, François Dossa e José Valls – presidente na América Latina, anunciaram no último dia 30 que iniciará em 2016 a venda oficial do modelo GT-R no Brasil.

Por ser um carro de alta performance e alto custo, o carro será para poucos, pois o modelo que custa cerca de cem mil dólares nos Estados Unidos, com a moeda altamente valorizada e altos impostos, no Brasil poderá chegar perto de um milhão de reais, todavia o valor correto ainda não foi definido, assim como a data exata para início das vendas, que serão apenas por encomenda.

As vendas do modelo no Brasil visa atender aos pedidos de clientes apaixonados pelo veículo, que será trazido em duas versões, sendo a Standart que seria para as ruas e a Nismo que é preparada para as pistas. O modelo Standart tem motor 3.8 litros V6 biturbo e 64 kgfm de torque, com 553 cavalos, enquanto o modelo Nismo tem motor 3.8 litros V6 biturbo e 66,5 kgfm, chega a 600 cavalos e atinge 100 km/h em apenas 2,6 segundos e velocidade máxima de 315 km/h. Não é à toa que o GT-R é conhecido no Japão como Godzilla.

Com tração integral, câmbio de dupla embreagem, seis marchas, suspensão independente, freios a disco nas quatro rodas; direção elétrica; pneus desenvolvidos especialmente para ele. Por dentro conta com bancos de couro com ajuste elétrico e aquecimento, sistema multimídia touchscreen, GPS e tela com as informações sobre a dinâmica do carro, ajuste da altura e da profundidade da direção, sistema de som com 11 alto-falantes e dois subwoofers, 6 airbags, ar condicionado automático. Além de ter sistema Bose de cancelamento de barulho que através de sua configuração faz com que o barulho do V6 biturbo fique agradável aos ouvidos.

O modelo, além do desempenho de um esportivo, proporciona aos proprietários extremo conforto. 





Por Andréia Carbone Peres

Nissan GT-R

Nissan GT-R

Nissan GT-R

Fotos: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *