Mercedes-Benz classe E chegará primeiro em Cuba



  

Por causa de um embargo econômico ordenado pelos Estados Unidos da América no ano de 1962, o país de Cuba possui uma frota uma frota majoritária de veículos norte-americano, mas este carros são bastante antigos, sendo que na sua maioria eles são da década de 50, porém, até hoje, estão rodando no país, mesmo tendo passado por adaptações mecânicas para suportar todo este lapso temporal. No entanto, o contexto está mudando, haja vista que o país será o primeiro da América Latina aonde chegará a mais nova geração do tecnológico Mercedes-Benz Classe E, veículo este que foi lançado no começo deste ano no continente europeu.

Nessa renovação de frota as primeiras unidades que chegarão à Cuba serão destinadas a uma empresa ligada ao Ministério do Turismo, no total foram adquiridas 64 unidades deste sedã, inicialmente eles irão compor a frota de carros de alugueis que são disponibilizados para turistas. Além dos 64 exemplares mencionados acima, neste lote de aquisições do governo cubano estão incluídos outros 135 exemplares do modelo C200 CGI.

Tantos os modelos Classe C e Classe E chegarão ao mercado cubano equipados com o propulsor tetra cilíndrico 2.0 litros turbo, o qual é capaz de gerar um a potência máxima de 184 cavalos. Todos estes veículos serão movidos à gasolina e virão com câmbio automático de nove velocidades. Uma grande inovação tecnológica trazida por estes veículos adquiridos pelo governo cubano são os faróis denominados MULTIBEAM os quais são compostos por 84 LEDs, os quais cumprem a função de iluminar a via, porém fazendo a adequação do facho de luz de forma automática sem ofuscar a visão dos demais condutores que se deslocam no sentido contrário.





Este mesmo Classe E que chegará em Cuba está previsto para ser lançado aqui no Brasil no mês de novembro, sendo que a sua apresentação oficial ocorrerá durante o Salão do Automóvel de São Paulo, porém por enquanto, a fabricante não divulgou quais as versões deste veículo serão disponibilizadas para o comércio por aqui, mas ao que tudo indica o sedã será ofertado aos consumidores brasileiros somente nas versões E300 e E 400, sendo que no primeiro momento este veículos chegarão com o propulsor 2.0 turbo, o qual é capaz de gerar uma potência máxima de 245 cavalos e com tração traseira.Para os consumidores mais exigentes, a versão topo de linha virá equipada com o motor 3.0 V6 com capacidade de gerar uma potência de 333 cavalos e um torque de 48 kgfm e dotado de tração integral.

Por Adriano Oliveira



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *