Mudanças e novidades do novo Volvo S90.

Logo de cara o Sedan Volvo S90 chega ao mercado para bater de frente com modelos já conhecidos como o Mercedes-Benz Classe E, BMW Série 5 e o Audi A6.

A novidade vem pouco depois do utilitário-esportivo XC90 aparecer. Agora a Volvo decidiu lançar os outros dois modelos que têm como base a mesma plataforma. A curiosidade nesse ponto é que a montadora sueca decidiu apresentar tanto o sedan S90 quanto a perua V90. Os dois chegam ao mercado com o objetivo de concorrer em um nicho tido por muitos especialistas com sofisticado e exclusivo. Ou seja, o campo é para poucos.

João Oliveira, o diretor comercial da Volvo Cars aqui no Brasil reafirmou à imprensa que o S90 deverá mesmo trabalhar para dividir espaço com a chamada trinca alemã, aqueles três modelos que citamos no início dessa matéria.

De acordo com as informações dadas por Oliveira o segmento é bem restrito a ponto de que as expectativas de vendas não devam passar da faixa de 1.000 unidades por ano. A Volvo, por sua vez quer “meter a mão” em cerca de 10% da fatia do mercado. Ou seja, 100 carros por ano.

De acordo com as informações divulgadas até o momento a previsão de chegada da novidade aqui no Brasil está marcada ainda para o primeiro semestre de 2017.

Ainda assim, alguns especialistas já fizeram seus testes e divulgaram o que acharam. Então vamos a uma síntese dom o que saiu na mídia.

A primeira coisa a chamar a atenção foi o tamanho e o peso do sedan. Afinal, são 4,96 metros de comprimento e 1.900 quilos. Olhando assim dava para suspeitar que seria muita carga para o bloco 2.0 de quatro cilindros. Mesmo assim há a combinação de turbo com o compressor mecânico que faz com que o carro se comporte bem. Apesar de não ter o mesmo “jeitão” esportivo do BMW os 320 cv de potência aliados ao torque de 40,8 mkgf que ficam disponíveis a partir de 2.200 rpm é possível obter respostas satisfatórias do carro.

O carro também ganha velocidade de uma forma rápida. A sonoridade não chega a ser um incômodo.

Já na parte interna o S90 chama muito a atenção pelo luxo apresentado juntamente com um bom acabamento. A marca se orgulha do design seguindo os padrões escandinavos presentes no carro.

O S90 também apresenta uma boa dose de autonomia. Ele consegue andar um bom pedaço sem que o motorista precise interferir. Em termos comparativos o XC90 que saiu no ano passado, nesse sentido de automação, era capaz de ficar nos limites da faixa por um trajeto de até 50 km/h. Os seus irmãos caçulas conseguem fazer a mesma coisa só que com até 130 km/h.

Bom, já sobre os preços e demais detalhes técnicos ainda vamos ter que esperar um pouco até que fabricante defina alguns questões a respeito.

Por Denisson Soares

 

Volvo S90

Volvo S90

Fotos: Divulgação


Novo carro terá 500 unidades produzidas e custará 2,4 milhões de euros.

Você é alucinado por carros esportivos? Gosta de ficar por dentro das novidades? O novo Bugatti Chiron foi oficialmente apresentado no Salão de Genebra, na Suíça. O carro, que é o sucesso do Veyron, conta com motor de 8.0 turbocompressores, além de 1520 cavalos de potência a 6.700 rpm e 163,1 Kgfm de torque, entre 2000 e 6000 rpm. O câmbio de dupla embreagem possui sete velocidades.

Outro destaque para o esportivo, é a aceleração, que pode alcançar 0 a 100Km, e pode ser feita em até 2,5 segundos. A velocidade máxima do Bugatti é de 420 km/h, sendo 11 km/h mais rápido que o antecessor.

Inicialmente, o preço do esportivo será de 2,4 milhões de euros, o que equivale a, aproximadamente, R$ 10 milhões. Além disso, a produção será limitada em até 500 unidades. Mesmo com o valor alto, segundo a fabricante do carro, já teve 150 pedidos.

O design do Bugatti guarda algumas semelhanças com o Veyron, seu antecessor. Entretanto, a parte estrutural do automóvel apresenta boas diferenças entre ambos. Por exemplo, pela presença da fibra de carbono na construção, que deixa o carro, cerca de 155 kg mais pesado. Além disso, o automóvel esta 8,2 cm mais comprido, 4 cm mais largo e 5,3 cm mais alto.

Você conhece os principais carros mais caros do mundo?

1-      Bugatty Veyron, que tem o preço médio inicial de US$ 1,5 milhão. A velocidade média é de 407 Km/h e a aceleração é de 0 a 96Km, em 2,5 segundos.

2-      SSC Ultimate Aero, que tem o preço médio inicial de US$ 654,4 mil e velocidade média de 414 Km/h. Ele pode fazer 2,7 segundos em até 0 a 96Km.

3-      Koenigsegg CCX, que tem o preço inicial de US$ 695 mil e a velocidade máxima de 400 Km/h. Em relação à aceleração, ele pode chegar a 0 a 96Km, em apenas 3,2 segundos.

4-      Sallen S7 Twin Turo, que pode custar cerca de US$ 555 mil. A velocidade máxima é de 400 km/h e a aceleração é de 0 a 96Km, em, apenas, 3,2 segundos.

5-      Lamborghini Murciélago LP64, que pode custar até US$ 430 mil. A velocidade máxima é de 343 Km/h e a aceleração é de 0 a 96 Km, em até 3,3 segundos. 

Por Babi

Bugatti Chiron

Bugatti Chiron

Fotos: Divulgação


Carro de luxo irá custar R$ 3.778.000,00 e terá 200 unidades produzidas.

O veículo Aston Martin Lagonda quando foi desenvolvido tinha o foco exclusivo nos clientes milionários do Oriente Médio, a fim de expandir os seus negócios, a fabricante do veículo que é uma empresa inglesa, resolveu mudar os planos e comercializar este veículo também no Reino Unido, contudo mesmo com esta expansão ainda o valor do carro não será muito acessível. Na Inglaterra, o bólido irá custar nada mais nada menos que R$ 3.778.000,00, valor este que para um veículo automotor é realmente astronômico.

Para o padrão britânico, este valor é realmente alto, porém os consumidores que quiserem adquirir este veículo por lá terão de adquiri-los sob encomenda, uma vez que a fabricante já anunciou que a fabricação deste carro para o mercado britânico será feita em apenas um lote que conterá apenas 200 unidades.

Todavia, este veículo realmente tem alguns diferenciais mesmo quando comparado aos outros carros de luxo existentes no mercado, um exemplo disso é o fato da carroceria dele ser toda confeccionada por meio de trabalhos manuais.

Este veículo possui o incrível comprimento de 5,4 metros e vem de fábrica com um propulsor V 12 que tem a impressionante capacidade de produzir uma potência máxima de 550 cavalos.

O fabricante de Gaylon oferta ainda para os seus clientes um pacote de acessórios para a personalização da divisão Q do veículo, fator este que faz com que cada unidade dele tenha ainda mais individualidade e, além de exclusividade, pois pode se tornar mais caro conforme o gosto do cliente e o valor que ele queira disponibilizar para personalizar o seu carrão.

Segundo as intensões do fabricante, em breve, outro mercado que já é um alvo da empresa é o da África do Sul.

Como este veículo é uma verdadeira preciosidade e raridade no mundo, a Aston Martin mantém em segredo os dados a respeito das vendas destes exemplares, sendo que ela não divulga nem a quantidade de veículos que já foram comercializados em cada mercado, dados estes que são um verdadeiro mistério e são guardados como segredo e debaixo de sete chaves.

Por Adriano Oliveira

Aston Martin Lagonda

Aston Martin Lagonda

Aston Martin Lagonda

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: