Os grandes utilitários esportivos de luxo estão na moda. Carros como o Captiva estão se tornando a preferência de quem possui melhores condições financeiras.

A General Motors, montadora americana, lançará no país seu mais novo modelo do agradável Captiva. A versão 2011 promete melhorias internas, deixando o carro ainda mais luxuoso, além de novos itens de série.

Agora com versões em tom preto ou ainda bege perolizado, o carro apresenta um novo pára-choque cromado, em seu modelo top de linha. Seu novo painel vem equipado com a tecnologia “Ice Blue”, e ainda ganhou estilosos bancos de couro preto.

Seus novos itens de série são os novos comandos de volante, acionados por voz, um novo computador de bordo, freio de mão acionado por controle eletrônico e coluna de direção ajustável.

Ao seu motor 2.4, de 16 v, foram acrescidos mais 15 cavalos de potência, deixando o carro ainda mais veloz e forte. Sua transmissão foi trocada pela a mesma apresentada no sedan Malibu, trazendo também a tecnologia ECO, para redução do consumo de combustível. 

O carro poderá ser encontrado em um elevado preço de quase cem mil reais, porém quem o adquirir com certeza ficará satisfeito com o veículo. 

Por Rodolpho Medeiros


Os novos VW Passat 2011 e VW Touareg 2011 devem estrear no Brasil até o final do mês de maio. Os modelos, importados da Europa, vêm com o novo design global da marca, baseado principalmente nas linhas horizontais e com muita tecnologia, para melhorar o desempenho dos carros e garantir a segurança de motoristas e passageiros.

O VW Passat 2011 conta com novas rodas aro 18, faróis com lâmpadas de LED, acabamento interior com novos materiais, sistema que alerta sobre a troca involuntária de faixa, frenagem de emergência e sistemas para manter a distância em relação ao carro da frente e para detectar se o motorista está cansado. Inicialmente, o novo sedã deve vir com motor turbo 2.0, que desenvolve 210 cv de potência, associado ao câmbio de dupla embreagem.

No caso da nova geração do Touareg, a principal novidade é a perda de peso. Ele está 208 kg mais le0ve, devido a algumas mudanças mecânicas e estéticas. O utilitário esportivo tem três opções de motor, sendo um deles híbrido, que apresenta consumo médio em torno de 12,2 km/l, desempenho relativamente bom, para um motor com mais de 350 cv de potência.

Ambos ainda não tiveram os preços definidos.

Por André Gonçalves


A Volkswagen está introduzindo no mercado automobilístico o Novo Jetta, um modelo com design clássico, aliando conforto e elegância, que possui motores em duas versões: 2.0 Total Flex e TSI de 200 cv. O novo modelo também possui sistemas ABS, ASR, ESP e 06 airbags para proporcionar uma melhor segurança aos usuários.

Há também teto solar, câmbio automático DSG com 06 velocidades, ar condicionado com duas zonas de temperatura, novo rádio touchscreen com Bluetooth e entrada USB.

A  Volkswagen está com uma promoção válida até o dia 30 de abril deste ano, onde é possível adquirir o Novo Jetta zero km por um preço à vista a partir de R$65.755, com pintura sólida e frete incluso. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 0800 019 5775.

Por Elizabeth Preático


A revista brasileira Frota & Cia, especializada em veículos comerciais leves, realizou mais uma edição do Prêmio Lótus 2011 e a Fiat ficou em primeiro lugar em três categorias.

A premiação analisa a quantidade de vendas atingida pelos modelos comercializados no Brasil.

O veículo Fiat Fiorino, que vendeu 17.414 unidades, faturou pela 18ª vez o primeiro lugar da categoria “Furgão Leve do Ano”. Segundo a Fiat, o mérito do Fiorino fica por conta de ser um veículo valorizado pelo mercado aliado ao baixo custo de manutenção.

Outro modelo da Fiat que recebeu prêmio foi o Fiat Ducato. O Ducato foi duplamente premiado, pois ganhou como a “Van do Ano”, na versão de passageiro, e  “Furgão do Ano”, na versão de carga. Foram comercializadas 10.360 unidades do carro em 2010.

Esse foi um verdadeiro presente para a Fiat, que comemora os 10 anos de produção do Ducato no país.

Por Andrea Gomes

Fonte: Fiat


O novo modelo do Corolla, da Toyota, começa a ser vendido no Brasil no dia 29 de março. A maior novidade é o motor 1.8 16V Dual VVTi, com taxa de compressão alta, com refrigeração dos pistões a óleo e com bloco de cárter de alumínio. Assim, o carro apresenta uma performance ainda melhor. Com motor flex, ele chega a 144 cv a 6.000 rpm e com torque de até 18,6 kgfm a 4.800 rpm. Sua velocidade vai de 0 a 100 km/h em 12,7 segundos. Quanto ao combustível, ele faz uma média de 7,46 km/l.

O desenho do novo Corolla está mais jovial, sua parte dianteira dá a sensação de que o carro está mais baixo, ou seja, esportivo. E para tirar o preconceito de carro de “tiozão”, a japonesa vai investir nos atores Wagner Moura e Selton Mello para fazerem o seu comercial, voltado ao público jovem. Com isso, a Toyota pretende vender 50 mil unidades no Brasil e continuar na liderança da categoria.

Os preços do Corolla tiveram leves reajustes, com a sua versão XLi 1.8 manual a R$63.570,00 e a automática a R$67.570,00. Já a versão GLi manual custa R$67.070 e a automática, R$70.570. A versão XEi 2.0 sai por R$76.770,00. O top de linha Altis foi o único que teve redução no preço: R$87.500,00.

Por Flávia Yoshitani


A comercialização de veículos automotores teve, basicamente, dois grandes momentos no ano passado. Em março, as vendas dispararam em função do término anunciado (para abril) da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); no último bimestre de 2010, o número de emplacamentos foi recorde devido a uma combinação de situações, entre as quais determinação de contenção do crédito a pessoas físicas e jurídicas (levando consumidores a anteciparem as compras).

Além das montadoras nacionais, as fabricantes estrangeiras também se aproveitaram do maior poder de renda do consumidor e da economia em crescimento. Neste ano, bons números continuam sendo constatados, tanto que a Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) detectou avanço de 24,2% dos emplacamentos em fevereiro em comparação a janeiro, para 11.893 unidades.

No confronto anual, de acordo com a Abeiva, ocorreu salto de 122,7% no número de veículos estrangeiros comercializados.

Outro bom indicador, favorável às montadoras estrangeiras, refere-se à participação dos carros importados em solos brasileiros. O índice de antes, de 4,16%, subiu para 4,59% em fevereiro.

Para José Luiz Gandini, presidente da associação, a perspectiva de emplacamentos para 2011 é de 165 mil unidades, mas para isso ocorrer a média mensal terá de chegar a 13,7 mil carros, algo não conquistado no primeiro bimestre.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


Acostumado a assumir o primeiro lugar no podium do carro mais vendido no Brasil, o Gol dessa vez perdeu e deu lugar ao Uno no ranking em fevereiro de 2011. Ao todo foram 21.470 unidades emplacadas do modelo da Fiat contra 20.989 do Gol da Volkswagen.

Mas essa marca só foi atingida mesmo em fevereiro pela Fiat, pois somando as vendas de janeiro e fevereiro, o Gol supera com folga o Uno: 44.048 unidades Gol contra 38.383 do modelo da Fiat.

Há 24 anos o Gol consegue a façanha de atrair os consumidores e se consagrar como o mais vendido no país.

Não foi a primeira vez que o Gol sai perdendo, em 2006 o carro da Volkswagen registrou um número menor de vendas, sendo derrotado novamente por um modelo da Fiat, que na época foi o Fiat Palio.

As informações foram anunciadas pela Federação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Fenabrave).

Por Andrea Gomes


Seguindo um novo rumo do mercado norte-americano de automóveis, em que as empresas apostam em carros menores, econômicos e ecológicos, no Salão do Automóvel de Detroit deste ano, a principal atração foi o Porsche 918 RSR, um modelo de corrida híbrido.

O novo Porsche tem motor V6, a carroceria é feita de fibra de carbono e os freios são regenerativos (recuperam a energia mecânica das frenagens).

Outro carro que também se destacou bastante foi a Mercedes SLS AMG E-Cell. Com um tamanho reduzido, em que só há dois lugares, o do motorista e o do passageiro, o carro destaca-se pela facilidade na hora estacionar, justamente por ser um modelo menor, que ocupa menos espaço. Uma boa pedida para metrópoles cheias de veículos em suas ruas!  O carro continua com uma megapotência: atinge 100km/h em 3,7 segundos.

No salão também estavam o Mini Paceman Concept, o Ford C-Max e o Toyota Pirus, que prometem dar o que falar em 2011.

Por Edson Nascimento

FonteMotor Show

Balanço realizado pela multinacional Kia Motors Corporation revela um cenário animador para um ano que está apenas começando. A empresa teve um crescimento expressivo nas chamadas "vendas globais" neste começo de 2011, alcançando um patamar 19,3% superior em relação tudo o que foi comercializado no começo do ano passado.

Em números mais exatos, significa que em janeiro deste ano um total de 179.409 unidades saíram dos pátios de suas concessionárias, entre veículos de passageiros, veículos de lazer e veículos comerciais. Segundo o vice-presidente da empresa, Thomas Oh, a meta global para o presente ano é vender 2.345.000 veículos, “o que representaria um aumento de 12% em relação a 2010”. Os campeões de mercado são os modelos Kia Cerato, Kia Sportage e o Kia Rio.

Como para este ano está prevista a chegada ao mercado das novas gerações do Kia Picanto e também do Kia Rio, a expectativa é de que as projeções da corporação façam mesmo sentido. 

Por Alberto Vicente


O mercado de veículos automotores está em franca expansão no Brasil, embora os números deste ano devam ser mais amenos em relação aos registrados em 2010. Segundo a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), a comercialização de carros, no acumulado anual, cresceu 12,42% em comparação a 2009.

Leia mais: Fenabrave – Caminhões Usados, Motocicletas e Ônibus – Vendas em 2010

Dados reunidos pela Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores (Abeiva) assinalaram que em janeiro as vendas decaíram 28,9% ante dezembro de 2010. No total, no mês passado 9.572 unidades foram emplacadas. Apesar desse arrefecimento, no confronto anual as vendas de carros saltaram 93,2%.

Por outro lado, enquanto a comercialização decresceu, a participação dos importados no mercado subiu de 3,73% para 4,16%. Para José Luiz Gandini, presidente da associação, as vendas em 2011 devem abraçar 165 mil unidades, ou seja, aproximadamente 13,7 mil emplacamentos mensais, embora entre janeiro e fevereiro o número não deva ser atingido.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Maxpress


Uma das maiores fabricantes de carros do mundo, líder de vendas em muitas capitais e cidades do Brasil, a Volkswagen preparou inovações para os seus novos modelos 2011. É de admirar como a empresa tem ocupado tanto espaço no mercado automobilístico mundial desde a sua fundação, na Alemanha. A idéia inicial seria a produção de um carro acessível para a população alemã, hoje ela oferece carros sofisticados que caem no gosto de motoristas em todo o mundo.

É impressionante como as máquinas da multinacional tem agradado aos brasileiros, e isso é tão real que a própria  empresa homenageou a sua invenção  na década de 80, com o Dia Nacional do Fusca no Brasil, cuja data é comemorada no dia 20 de Janeiro. Vale ressaltar que o fusca permaneceu durante 24 anos seguidos entre os mais vendidos do Brasil, e quase 22 milhões  de modelos vendidos no mundo.

Hoje são 23 modelos atuais a disposição dessa nova geração de motoristas. Entre eles a empresa oferece: Gol 4, novo Gol, Saveiro, Voyage, Parati, Fox, CrossFox, Polo (hatch e sedan), Golf e Kombi; já o SpaceFox e a Amarok são produzidos na Argentina; enquanto o Passat Variant, Passat, Passat CC e Tiguan são produzidos na Alemanha; o Touareg é produzido na Eslováquia; Bora, Jetta, Jetta Variant e New Beetle são produzidos no México e o Eos é produzido em Portugal.

Para que você possa ter as melhores ofertas do mercado a empresa, em seu site oficial, faz ofertas de acordo com a sua região. Vale a pena consultar as propostas.

Por Gutenberg Feitosa


Surge uma grande novidade para quem gosta da classe sobre quatro rodas em forma de carro bonito e potente: a partir de Maio deste ano a Mercedes-Benz estará comercializando no mercado nacional o novo esportivo CLS 63 AMG. Modelo cupê com quatro portas de visual elegante que transmite classe e esportividade em suas linhas.

De desenho mais retilíneo esta versão esportiva mantém o charme do design requintado que caracteriza o modelo da geração anterior. Sua frente imponente e a traseira discreta compõem um conjunto de grande apelo visual muito bem finalizado pela potência (que neste modelo é a maior da família). O CLS 63 AMG está montado com um propulsor biturbo V8 de 550 CV de potência que garante o arranque de 0 a 100 Km/h em somente 4,4 segundos, e atinge com velocidade máxima 300 Km/h, que é limitada de maneira eletrônica. Ou seja, esportividade e potência aliadas ao refinamento do design e a classe do estilo.

Para os apaixonados pela marca ou para aqueles que se encantaram pelo modelo, o CLS 63 AMG custará cerca de R$ 450.000.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


Com maior poder calorífico em relação ao etanol norte-americano proveniente do milho, a produção brasileira baseada na cana-de-açúcar deverá “contribuir” para a diminuição nas projeções mundiais de biocombustíveis.

De acordo com a Agência Internacional de Energia (AIE), a seca no Centro-Sul brasileiro arrefeceu a fabricação da cana-de-açúcar no final de 2010 e incentivou, deste modo, a troca da colheita para a produção de açúcar, ante o álcool de veículos.

Por outro lado, ao já citado Estados Unidos as perspectivas são mais positivas. A produção do etanol por lá, no final de 2010, cresceu e pode ter extrapolado 900 mil barris diários apenas no mês de dezembro.

A perspectiva para a oferta mundial de biocombustíveis para o ano de 2011 foi diminuída de 15 mil barris diários, para 1,8 milhão, mesma redução, em números, relacionada ao Brasil, porém para 510 mil barris por dia.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: G1


O Doblò Cargo 2011 já é um sucesso de vendas. Ele alia renovação com espaço, conforto, capacidade de carga e excepcional custo x benefício num só carro. E agora vem com duas opções de motorização, de 1.4 litros e um 1.8 litros.

O modelo ganhou novas linhas e detalhes que deixam seu visual mais moderno e harmonioso. A versão 1.4 tem de série console central, Follow me Home, bancos reclináveis, apoios de cabeça com regulagem de altura, Fiat Code de segunda geração, protetor de cárter e muito mais.

Já a versão 1.8 tem tudo o que a versão 1.4 tem, mais direção hidráulica e um torque maior desde baixas rotações. O motor 1.4 tem 85 cavalos de potência a gasolina e 86 cavalos a álcool, a uma rotação de 5.750 rpm, com um torque máximo de 12,4 a 12,5 kgfm a 3.500 rpm.

Por Gerson de Morais


Fabricante de modelos que possuem um design evoluído combinando elegância e agressividade como no caso do seu crossover Sportage e beleza, elegância e imponência como no caso do sedã Optima, a Kia teve seu trabalho em design reconhecido com a vitória em duas categorias do prêmio IF Awards 2011. Ganhando nas categorias sedã e crossover a montadora repetiu o feito que já havia alcançado em anos anteriores quando venceu com os modelos Venga e Soul.

E a concorrência foi acirrada. A edição deste ano contou com 2.756 concorrentes de 43 países em 16 categorias de premiação e de acordo com a matéria do site Motor Dream, o júri do concurso não analisou apenas a constituição do design, as linhas e o conjunto visual mas também detalhes que devem compor modelos que agradem ao público e lhes traga mais prazer ao dirigir um veículo. E também mais segurança, além de preocupação com o meio ambiente. A entrega dos prêmios está prevista para ocorrer em cerimônia no dia primeiro de Março do ano que vem.

O premiado Kia Optima, segundo a matéria citada, deverá vir para o mercado brasileiro em substituição do modelo Magentis já no primeiro semestre do ano que vem e deverá ter propulsor 2.4 que produzirá 203 CV de potência aliando sua beleza estética a força de desempenho. O Kia Sportage já se encontra a venda no Brasil por um preço acessível. Na configuração 4 x 2 com propulsor 2.0 16V com câmbio de cinco velocidades manual, o modelo parte de R$ 83,9 mil.

Por Mauro Câmara


Um carro de linhas agradáveis, aspecto moderno e visual cosmopolita. Assim é o Corsa 2011 revelado pela Opel conforme matéria do site G1. A apresentação foi feita no Salão de Automóveis de Bolonha, na Itália. Mas o Corsa Ecoflex 2011 não é somente um carro urbano bonito de estilo sóbrio é também ecologicamente correto e economicamente interessante.

O seu propulsor 1.3 Litros turbodiesel gera 85CV de potência e tem excelente consumo médio de 22,53 Km/l. Além disso, suas emissões de poluentes chegam a 98 g/Km de gás carbônico.

Os principais elementos que contribuem para esta economia, de acordo com a matéria citada são: o sistema Star&Stop, que desliga automaticamente o motor quando o carro está parado e o novo acerto da transmissão de cinco marchas que equilibra o rendimento do conjunto mecânico.

O desempenho, de acordo com a fabricante, mesmo com o baixo consumo de combustível, continua bom. Segundo a Opel a velocidade máxima do novo Corsa 2011 chega a 177 Km/h e sua aceleração de 0 a 100 Km/h se dá em 12,3 segundos. Estes dados tornam a linha 2011 28% mais potente e 10% mais eficiente que a geração que o antecedeu.

O principal concorrente do Corsa na Europa, o Volkswagen PoloBlueMotion tem média de consumo de 25,08 Km/L e emissões de CO² em torno de 87 g/Km. A briga promete ser boa lá nas terras do velho continente.

Por Mauro Câmara


Inicialmente um carro conceito, o Audi A1 2011 tem detalhes no teto que podem ser customizados ao gosto do cliente, além de saídas de ar no painel, cores dos bancos e iluminação interna por LEDs. Baseado na arquitetura de carros compactos da Volkswagen, o Audi A1 é construído nas plataformas do Polo e do Skoda Fabia, com chassi revisado para aumentar o prazer de dirigir.

O modelo tem 3,95 metros de comprimento,1,74 metros de largura e 1,42 metros de altura. O porta-malas, que tem uma capacidade de 267 litros, pode ser aumentado com o rebatimento total ou parcial dos bancos traseiros. Os motores do Audi A1 contam com turbo, sendo dois a gasolina e dois a diesel.

As versões com motor 1.2 tem motor com potência de 86 cavalos, e o 1.4 tem uma potência de 122 cavalos, que permitem uma aceleração de zero a 100km/h em 12,1 segundos  com motor de 86 cavalos e de zero a 100 km/h com o motor de 122 cavalos.

Experimente esse carro e sinta o prazer de dirigir.

Por Gerson de Morais


A empresa chinesa resolveu vender carros no Brasil. Concentrada nos utilitários de pequeno e médio porte, um dos escolhidos é o médio Alsvin nas versões sedan e hatch. No Alvins 2011, os equipamentos disponíveis são airbags duplos, ar condicionado, vidros e travas elétricas, freios ABS, e, a única opção de transmissão é o câmbio automático de quatro velocidades com tração dianteira.

O Alvins sedan será vendido ao preço de R$ 40.000,00, e o Alvins hatch será vendido por R$ 35.000,00. Com motor 1.5 litros 16 válvulas, o modelo apresenta uma potência de 98 cavalos. Para quem gosta de importados do outro lado do mundo, o Chana Alvins é o pedido certo.

Por Gerson de Morais





CONTINUE NAVEGANDO: