Por causa de um embargo econômico ordenado pelos Estados Unidos da América no ano de 1962, o país de Cuba possui uma frota uma frota majoritária de veículos norte-americano, mas este carros são bastante antigos, sendo que na sua maioria eles são da década de 50, porém, até hoje, estão rodando no país, mesmo tendo passado por adaptações mecânicas para suportar todo este lapso temporal. No entanto, o contexto está mudando, haja vista que o país será o primeiro da América Latina aonde chegará a mais nova geração do tecnológico Mercedes-Benz Classe E, veículo este que foi lançado no começo deste ano no continente europeu.

Nessa renovação de frota as primeiras unidades que chegarão à Cuba serão destinadas a uma empresa ligada ao Ministério do Turismo, no total foram adquiridas 64 unidades deste sedã, inicialmente eles irão compor a frota de carros de alugueis que são disponibilizados para turistas. Além dos 64 exemplares mencionados acima, neste lote de aquisições do governo cubano estão incluídos outros 135 exemplares do modelo C200 CGI.

Tantos os modelos Classe C e Classe E chegarão ao mercado cubano equipados com o propulsor tetra cilíndrico 2.0 litros turbo, o qual é capaz de gerar um a potência máxima de 184 cavalos. Todos estes veículos serão movidos à gasolina e virão com câmbio automático de nove velocidades. Uma grande inovação tecnológica trazida por estes veículos adquiridos pelo governo cubano são os faróis denominados MULTIBEAM os quais são compostos por 84 LEDs, os quais cumprem a função de iluminar a via, porém fazendo a adequação do facho de luz de forma automática sem ofuscar a visão dos demais condutores que se deslocam no sentido contrário.

Este mesmo Classe E que chegará em Cuba está previsto para ser lançado aqui no Brasil no mês de novembro, sendo que a sua apresentação oficial ocorrerá durante o Salão do Automóvel de São Paulo, porém por enquanto, a fabricante não divulgou quais as versões deste veículo serão disponibilizadas para o comércio por aqui, mas ao que tudo indica o sedã será ofertado aos consumidores brasileiros somente nas versões E300 e E 400, sendo que no primeiro momento este veículos chegarão com o propulsor 2.0 turbo, o qual é capaz de gerar uma potência máxima de 245 cavalos e com tração traseira.Para os consumidores mais exigentes, a versão topo de linha virá equipada com o motor 3.0 V6 com capacidade de gerar uma potência de 333 cavalos e um torque de 48 kgfm e dotado de tração integral.

Por Adriano Oliveira


Montadora é acusada de fraudar experimentos de emissões de poluentes em seus motores diesel.

Uma das maiores e reconhecidas marcas de carro do mundo, a Mercedes-Benz, foi alvo de acusações na última quinta-feira, dia 18 de fevereiro de 2016. A empresa alemã foi acusada de fraudar experimentos de emissões de diesel. Esses testes estavam sendo realizados em 14 modelos de carros da marca com motores à óleo diesel.

Uma empresa americana de advocacia responsável pelo processo, relata que a acusação foi feita porque esses carros emitiram entre 19 e 65 a mais de óxido de nitrogênio do que o máximo permitido no momento em que a temperatura ambiente estava à menos de 10°C.

De acordo com a empresa de advocacia, que se chama Hagens Berman, a Mercedes-Benz teria divulgado a ideia falsa de que a tecnologia BlueTech diesel da marca é a mais limpa e eficiente contra a poluição do mundo.

A Mercedes não admite que tenha divulgado isso e que os consumidores possam ter entendido de forma errada. Segundo ela própria, o BlueTech dá mais prioridade a potência quando está na temperatura abaixo de 10°C do que para as pessoas, em relação à poluição.

Dentre os modelos que participaram dos testes estão o ML320, o 350, o Classe E e os crossovers da GLE. A empresa de advocacia disse que pretende abrir uma ação na justiça contra a montadora para que ela substitua os carros de pessoas afetadas e que arque com pagamento de danos, possivelmente.

A Mercedes continua a afirmar que a acusação não tem fundamento e que deverá avaliar primeiro a queixa para se defender. Vale lembrar também que a Volkswagen passou por um cenário parecido em setembro de 2015, onde foi acusada de fraudar testes de emissões em motores diesel equipando os veículos com dispositivos que eram capazes de diminuir a emissão de gazes poluentes dos motores apenas nos momentos de testes. Os resultados desses testes davam uma porcentagem muito inferior do que o esperado. Depois do caso da Volkswagen, outras montadoras também ficaram sob a mesma suspeita, tanto que até o CEO da Volkswagen renunciou o cargo misteriosamente. Muitos outros fatores também contribuíram para isso, resultando numa crise e até ações dessas empresas chegaram a cair na bolsa. Por fim, tempo depois, a ministra da França, Ségolène Royal, relatou para a mídia que os investigadores não encontraram nenhum erro nos carros da Volkswagen.

Por Daniela Almeida da Silva


Modelo tem motor V8 4.0 biturbo com torque de 81,5 mkgf, capaz de gerar 600 cv de potência e chegar a 300 km/h.

A montadora alemã Mercedes-Benz, também conhecida como a “estrela da tecnologia”, não para de fazer projetos de novos lançamentos, criando carros clássicos ou esportivos marcados pela potência, velocidade e inovação. Carros que chegam ao mercado sempre para causar frisson em quem gosta de um automóvel lindo e cheio de recursos tecnológicos. Foi com essa proposta que o Mercedes-AMG C63 S foi elaborado, objetivando proporcionar não apenas conforto como muita potência aos seus proprietários.  

O Mercedes-AMG C63 S é um sedan simplesmente perfeito, com dimensões dignas de um grande carro e, agora, com o incremento de ter 600 cv de potência, todo o seu conforto virá acompanhado de uma velocidade que pode chegar até 300 km/h.

Antes, sem esses 600 cv de potência, a máxima velocidade alcançada pelo C63 S é de 250 km/h, o que também não é nada mal, não é mesmo?  

O motor desse novo Mercedes é V8 4.0 biturbo com torque de 81,5 mkgf, com isso em apenas 3,8 segundos a 100 Km/h – tudo com a melhor aceleração através do sistema Race Start. Como se pode observar, não veio para “brincar em serviço”, essa grande novidade da Mercedes, com o ideal de unir potência, conforto e muita tecnologia em uma única máquina.

O conforto na parte interna do carro é de fazer com que seja um verdadeiro prazer dirigir o carro. Bancos de couro, injeção eletrônica, travas elétricas, ar condicionado, vidros elétricos, computador de bordo, airbag para a segurança de todos os ocupantes do carro, rodas de 40 polegadas, e um design que faz dele um dos carros mais charmosos e cobiçados do mundo.  

O preço do Mercedes-AMG C63 S com 600 cv também é de causar suspiros, pois, em dólares, ele custa em média U$$ 209.900,00, o que convertendo em reais, custa cerca de R$ 620.000,00. Com uma informação dessas, dá para se perceber que só mesmo os milionários podem cogitar tomar posse do Mercedes-AMG C63 S com 600 cv de potência.         

Por Michelle de Oliveira

Mercedes-AMG C63 S

Mercedes-AMG C63 S

Fotos: Divulgação


Modelo foi lançado nas versões sedan e perua

Um novo modelo de veículos da Mercedes-Benz que era muito aguardado foi lançado na Europa, com início de vendas nessa terça-feira (07/04). Estamos falando do C450 AMG, que terá diversas versões para os apaixonados pela marca alemã.

O novo modelo foi lançado na versão sedan e na versão perua. Os valores são, respectivamente, de 59.976 euros e 61.642 euros. A tração será única nos modelos, sendo a integral 4MATIC, fechando a linha de veículos da Mercedes que deve ficar entre a Classe C, linha regular, e a C63, que é a top de linha.

O novo C450 AMG já havia sido revelado durante o Salão do Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos, na edição do início do ano, e agora já está em fase de comercialização. Sua motorização é bem interessante, contando com um motor V6 biturbo de 3.0 litros, com potência de 372 cv e torque de 52,72 kgfm, que rodam entre 2.000 e 4.500 RPM.

Ainda em aspectos mecânicos, o novo Mercedes vem com câmbio automático de sete velocidades, com modelo que foi atualizado para essa nova versão. Isso faz com que o sedan vá de 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos. A diferença para a versão perua é bem pequena, fazendo essa versão rodar a mesma velocidade em 5 segundos.

Sua velocidade máxima, tanto no sedan como na perua, é de 250 km/h, que é controlada eletronicamente. Além disso, o novo veículo ainda possui suspensão dianteira em pull rod, amortecedores e molas e eixo dianteiro que vem da C63.

As rodas, apesar de terem o mesmo aro (18 polegadas), vêm com pneus diferentes: os dianteiros são modelo 225/45, enquanto os traseiros são modelo 245/40. Isso faz também com que os freios possuam discos diferentes, contando com 360mm e 320mm, respectivamente. Os dois modelos de discos de freios são feitos em aço, com pinças em cinza.

Por Felipe Villares

Mercedes-Benz C450 AMG

Mercedes-Benz C450 AMG

Fotos: Divulgação


Depois de algumas previsões, a Mercedes-Benz garantiu a versão C450 AMG 4Matic. O modelo possui tração 4×4 4Matic e tem motor biturbo 3.0 V6 que possibilita 367 cv e 52,95 mkgf de torque, quase 38 cv e 4,01 mkgf superior em relação ao C400 4Matic. Devido ao pacote AMG, o modelo também possui especificações esportivas, onde pode-se citar difusores dianteiros e traseiros, grade frontal em diamante, saias laterais, frisos cromados, rodas de liga leve, spoiler traseiro e dutos de escape de alumínio, como também a inscrição AMG na lateral.

A esportividade está mais clara na cabine, que possui bancos em concha, volante multifuncional com base achatada e pedais em alumínio. Os tapetes, por sua vez, possuem costuras em vermelho, que também está presente no contorno do console e dos bancos. Entre os principais recursos do modelo, pode-se citar os cinco modos de condução AMG, câmbio automático de sete marchas, botão start/stop, controle de suspensão e controle de frenagem.

Os valores ainda não foram informados, entretanto, é previsto que o C450 AMG 4 Matic será recebido no mercado com um preço maior em relação ao C63 AMG, comercializado por US$ 48.950.

Na dianteira, o modelo C63 AMG possui capô de alumínio, grade frontal com somente um filete cromado e spoiler preto brilhante. As luzes diurnas estão ligadas às tomadas de ar e foram colocadas novamente do centro para a parte superior. O modelo também tem rodas liga aro 18, aerofólio de fibra de carbono e difusor traseiro. O modelo possibilita acelerar de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos. Ele tem o câmbio Speedshift MCT de sete marchas, como a é utilizada no SL 63 AMG. Ele possui também dupla embreagem em banho de óleo, quatro modos de condução, escolhidos por meio do botão giratório no console central. O modelo possibilita 7,2 km/l no percurso urbano e 9,4 km/l no rodoviário.

Por Felipe Couto de Oliveira

Mercedes-Benz C450 AMG 4Matic

Mercedes-Benz C450 AMG 4Matic

Mercedes-Benz C450 AMG 4Matic

Fotos: Divulgação


Foram revelados através de fontes oficiais da Mercedes-Benz, os primeiros esboços do Mercedes AMG GT3. O lançamento do mais novo automóvel da companhia está marcado para o dia 3 de março, durante o Salão do Automóvel de Genebra (Suíça). O Salão de Genebra estará recepcionando visitantes do dia 5 a 15 de março.

A fabricação do AMG GT3 será feita levando em consideração o AMG GT lançado no mês de novembro de 2014. Este novo automóvel virá para o mercado com o seu conceito voltado à competição. O ingresso deste carro da Mercedes-Benz no mercado de automóveis está marcado para 2016. 

Conforme as informações divulgadas pela companhia junto às fotos exibidas, o GT3 terá como principais diferenciais os componentes do kit aerodinâmico. Ele contará com uma carroceria espaçosa, sistema de entrada de ar adicional, cavas nas rodas pronunciadas, asa traseira avantajada. Ainda que estes sejam alguns de seus aspectos técnicos e de design, a montadora alemã pretende aprimorar o seu projeto, assim, o protótipo poderá ser alterado e o processo final apresentar algumas diferenças comparado com o divulgado no Salão de Genebra. A Mercedes-Benz é muito cuidadosa no que se refere a realização de testes e verificações nos componentes dos seus modelos, principalmente para que estes tenham um bom desempenho e agradem os consumidores amantes da marca.

O AMG GT3 está sendo desenvolvido com o intuito de substituir o modelo SLS AMG Gullwing nas competições da FIA GT3, para isso ele está sendo cuidadosamente idealizado cumprindo as normas desta competição. 

O projeto do AMG GT3 está sendo realizado com o auxílio da HWA AG que é a equipe técnica e o preparador oficial da Mercedes no DTM alemão.

Considerando que os elementos fundamentais foram mudados radicalmente tais como a transmissão construída integralmente com fibra de carbono e o uso de materiais que aumentam a sua velocidade, será bem interessante conhecer a potência que este novo modelo da fabricante alemã poderá alcançar.

Por Melina Menezes

Mercedes-Benz AMG GT3

Mercedes-Benz AMG GT3

Fotos: Divulgação


A marca Mercedes-Benz deu início à construção de sua montadora de veículos na cidade de Iracemápolis, localizada em São Paulo. O local da fábrica possui uma área de 87 alqueires e terá uma capacidade de produção de 20 mil automóveis por ano. O investimento nesta obra foi de 500 milhões de reais.

Segundo Philipp Schiemer que é o presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO da América Latina, o objetivo desta montadora no país é de fabricar os veículos tendo o mesmo nível de qualidade dos que são produzidos na Alemanha.

A montadora já está com planos de iniciar a fabricação dos automóveis no início do ano de 2016. Está previsto que no mês de fevereiro de 2016 já terão sido produzidos os primeiros modelos do sedan Classe C e após seis meses será disponibilizado o utilitário-esportivo GLA.

Espera-se que através da construção desta montadora o mercado nacional irá desenvolver-se ainda mais, tendo uma previsão de que até o ano de 2018 a marca Mercedes-Benz movimente R$ 3,2 bilhões. Geraldo Alckmin, que é governador do estado de São Paulo esteve presente no evento da Mercedes-Benz que foi realizado no último dia 5 de fevereiro. O governador está confiante que a empresa irá oferecer novas oportunidades de empregos, além de gerar novos investimentos na região de São Paulo.

Ainda segundo Alckmin, esta fábrica da Mercedes-Benz é um sinal visível do setor industrial da região de São Paulo. Ele também afirma que terá a estrutura de São Paulo e também a mão de obra de qualidade das pessoas que moram na região.

No ano de 2014 a marca Mercedes-Benz se destacou no mercado nacional, tendo um recorde de negociações com um total de 11.912 veículos vendidos. Com a estruturação da montadora no país a Mercedes tem planos de prosseguir os seus investimentos no Brasil e continuar o seu crescimento no mercado. 

Por Felipe Couto de Oliveira

Mercedes-Benz


A Mercedes-Benz está investindo cada vez mais em desenvolver carros esportivos, e agora apresenta ao mercado mais uma novidade: o Mercedes-AMG GT. O novo potente da categoria vai substituir o modelo SLS.

O Mercedes-AMG é uma nova marca desenvolvida pela Mercedes-Benz para designar os novos carros que são fabricados no laboratório da AMG, que é a divisão esportiva da montadora. O novo carro desenvolvido pela marca na versão GTS conta com os seguintes recursos: propulsor 4.0 V8 biturbo de até 502 cv e 65 kgfm de torque. Além disso, a série que é considerada top da marca vai do 0 aos 100 Km/h em menos de 4 segundos e ainda consegue alcançar a média de até 310 Km/h. Um carro esportivo e muito potente, não acha?

O desempenho do automóvel é muito similar ao SLS, devido à presença da carroceria que é mais leve e que foi fabricada totalmente em alumínio, o que diminui a relação de peso/potência. O peso do carro ainda não foi divulgado, porém, de acordo com as fontes europeias o carro vai pesar cerca de 1.400 Kg.

Quer conhecer outros detalhes do carro esportivo da Mercedes? Ele acompanha câmbio semiautomático de dupla embreagem e 7 marchas que tem controle diferencial na parte traseira do carro e que assim consegue distribuir o torque entre as rodas do carro, o que proporciona mais estabilidade e aderência. Devido a isso, o carro também tem um desempenho melhor nas curvas.

O design também mudou de estilo, por exemplo, as portas têm abertura convencional e a carroceria conta com um modelo limpo e sem formas volumosas, como podem ser notadas nos modelos antigos. O painel do Mercedes-AGM GT está moderno e a central de multimídia é controlada por um pad.

O novo esportivo vai ser lançado na Europa no início do próximo ano. Agora é aguardar a entrada do carro no mercado.

Por Babi

Mercedes-AMG GT

Mercedes-AMG GT

Mercedes-AMG GT

Fotos: Divulgação


O sedan Mercedes-Benz Classe C com o passar dos anos foi ganhando cada vez mais fama entre os compradores. Um dos principais motivos para isso é o fato de que o carro contava com um visual e também características no interior com aspectos de certa forma mais clássicos. Esse ponto acabou por afastar do modelo uma clientela um pouco mais jovem. Consequentemente ficou com aquele “ar de tiozão”. Coisa que não aconteceu com seus principais concorrentes como o Audi A4 e o BMW Série 3 modelos estes que há algum tempo já apresentam um visual um pouco mais versátil, além de contar com recursos tecnológicos.

A Mercedes por sua vez andou prestando mais atenção no mercado e tratou de rejuvenescer seus modelos a cada novo lançamento. Também criou carros novos como o CLA e Classe A. Automóveis desenvolvidos para agradar tanto quem é jovem quanto quem já é um pouco mais senhor. Com o Classe C a marca não fez diferente. A nova geração, a quinta desde seu surgimento em 1982, chega ao mercado com uma cara mais jovem e com características visuais que chamam a atenção.

O Classe C 2015 traz linhas mais marcantes. É um tipo de carro que se pode classificar como arrasador. Um detalhe é que essas mudanças visuais fazem com que o desenho lembre o novo Classe S, que por sua vez é o modelo mais luxuoso da marca.

No caso do Brasil, a divisão nacional da montadora alemã optou por trazer para cá o novo sedan apenas em sua versão que tem a estrela da marca em sua grade frontal. Isso quer dizer que os modelos que tem esse “detalhe” saltando do capô não deverão dar as caras por aqui.

Os engenheiros da fabricante também fizeram uma reforma estética no carro sendo que até otimizações em diversos recursos mecânicos também foram feitas. Entre as novidades temos a direção que antes era hidráulica e agora é elétrica, suspensão independente nas quatro rodas, freio de estacionamento elétrico e discos de frenagem feitos com material composto.

O Classe C também está um pouco maior. Entre as principais novidades do carro está sua central multimídia. A partir de agora ela será oferecida no Brasil com todas as funcionalidades que tem direito.

A linha 2015 do Classe C parece que vai agradar a uma gama maior de consumidores devido as mudanças citadas e diversas outras que tornam o carro mais ousado.

Por Denisson Soares

Fotos: Divulgação


Diante de uma enorme quantidade de veículos Mercedes-Benz, a novidade agora ficou para o Brabus 800 G, o qual possui 800 cavalos e um utilitário perfeito. É essencial para aqueles indivíduos que gostam de um carro mais arrojado e com potência sobrando. Desta forma, vamos abordar alguns aspectos desse carro que está fazendo o maior sucesso nas estradas e inovou com o visual.

A princípio é importante salientar que ele teve um aumento expressivo de performance e alterações radicalíssimas no visual. Dentre as inúmeras novidades, a primeira delas é que ele recebeu um par de turbos exclusivos, o qual vem acompanhado de um intercooler, o que o tornou ainda mais eficiente.

Com isso, houve uma reprogramação de injeção e sistema de escape com ronco controlável e uma potência de 800 cv. Há também uma patada de 145 kgfm de torque a ínfimos 2.100 rpm.

Sendo assim, a principal mudança foi com o novo sistema de amortecimento, pois foi desenvolvido em parceria da especialista Bilstein. No entanto, basta um pequeno ajuste no modo de suspensão para confortável, através de um botão no painel que o condutor já consegue andar de forma mais tranquila.

Destaca-se, de antemão, que o Brabus consegue atingir uma velocidade de 0 a 100km/h em apenas 4,2 segundos, o que é uma característica essencial do veículo. Por alguns, ele é considerado um canhão pelo fato de não passar despercebido pelas ruas, além do barulho com que produz e os novos para-choques com identidade visual de preparadora.

Entretanto, essas novidades não param por aí! O capô veio com novas aberturas para ventilar o motor e otimizar a captação de ar para os turbos. Há luzes diurnas de LED que fazem parte do para-choque dianteiro, e para completá-lo, existe um jogo de rodas forjado Platinum Edition, na medida de 23”x11”, protegido por pneus Yokohama Advan ST 305/35, o que é um fator essencial em sua característica.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


A nova gama do Mercedes-Benz C-Class ia contar agora com uma expansão que o levará a novas áreas, de acordo com Thomas Weber, chefe da Mercedes R&D.

Em entrevista, dada à revista Auto Express, Weber declarou que o mercado pode aguardar um conversível para o modelo: "Vamos continuar com variantes que você sabe", disse Weber, "além de mais alguma expansão", concluiu.

"Com plataformas produtoras do C-Class, temos uma mensagem clara de que vamos crescer. Agora é possível ser muito mais rápido e com menos dinheiro para desenvolvimento dos novos modelos".

Questionado sobre se a possibilidade de outro cupê de quatro portas ser desenvolvido com base no C-Class, Weber disse: "Sim, há espaço entre o CLA e os CLS, estamos investigando intensamente nichos restantes que irão fornecer-nos com rentabilidade e crescimento".

Weber também confirmou que o GLK SUV baseado no C-Class também será desenvolvido e pela primeira vez chegará no Reino Unido com volante à direita. O C-Class também será vendido exclusivamente na China, em forma de chassis longos, com a mesma plataforma que também estará disponível para outros modelos futuros.

Enquanto isso, a equipe da Mercedes de F1 trabalha ativamente no desenvolvimento do SLS, um carro elétrico e completo  que será construído na fábrica da F1 em Brixworth: "Nós temos algumas grandes idéias com AMG, alguns estudos de engenharia, talvez uma produção em série high-end de carros de estrada", disse ele Weber.

A Mercedes que já é uma marca conceituada no desenvolvimento de carro de qualidade e bom desempenho, mais uma vez ocupa lugar de destaque em um campo cada vez mais concorrido onde novidades surgem a cada momento.

Aos apaixonados por carros resta agora aguardar mais esta impressionante chegada do que podemos chamar de fenômeno das quatro rodas às concessionárias, enquanto a Mercedes trabalha incansavelmente em seus desenvolvimentos nós, meros mortais aguardamos ansiosamente mais esta novidade do mundo automobilistico.

Por Jaime Pargan

Mercedes C-Class foi flagrado em testes

Foto: Divulgação


A Brabus, marca alemã que se tornou especialista em personalizar carros da Mercedes-Benz, tem modelos com preços que começam em R$ 149 mil.

No início deste mês, a Brabus tornou oficial suas operações no Brasil. Especializada em personalizar os carros da Mercedes-Benz, a marca de origem alemã estreia no país representada por uma importadora, a Strasse. A mesma se encontra situada na Vila Olímpia, um bairro nobre de São Paulo.

Voltando a falar dos carros, quem quiser ter um modelo que foi customizado pela marca deverá desembolsar valores que partem de R$ 149 mil.

Os negócios da marca deverão funcionar da seguinte maneira: a importadora Strasse importa as peças e os veículos em si serão montados no Brasil, seguindo a linha alemã. Isso quer dizer que a Mercedez-Benz irá importar veículos originais, enquanto que a Strasse irá prepara os carros efetuando modificações mecânicas e também aerodinâmicas com o objetivo de extrair dos carros sua melhor performance.

De início a marca decidiu por oferece ao mercado brasileiro o Classe C 18 Brabus, o Classe C 20 Brabus e o topo de linha CLS 63 Brabus.

O C 18 Brabus pode ser adquirido pelo preço de R$ 149 mil. É o modelo de entrada da marca.

Já quem busca mais potência deverá desembolsar R$ 175 mil para adquirir o modelo intermediário, o C 200. O carro vem equipado com um motor 1.8 turbo de 224 cv e 33,14 kgfm. A título de curiosidade, em sua versão original o C 200 sem a customização é vendido pelo preço de R$ 139 mil e vem com 40 cv a menos.

Já o que merece respeito é o CLS 63 Brabus, que tem nada mais nada menos do que 620 cv de potência e cerca de 102 kgfm de torque. O responsável por isso tudo é um 5.5 V8 biturbo, que pode levar o modelo a uma velocidade máxima de 320 km/h e ir de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos. Quem quiser ter esse mega carro também tem que ter uma mega grana, já que o preço é em dólar com o valor a partir de US$ 310 mil.

Por Denisson Soares


Os dois Salões de Automóvel que acontecem nesse período, um em Tóquio e outro em Los Angeles, estão trazendo novidades sem fim para o mundo automotivo. A Mercedes também foi uma das gigantes a participar, é claro, e anunciou mudanças em seu portfólio para os próximos meses. A marca, que terá uma fábrica no Brasil, apresentou a sua nova série “Final Edition”. Limitada, ela virá antes mesmo da fabricante finalizar a produção de seu superesportivo, SLS AMG.

Essa foi a primeira vez que o público vê a nova edição da Mercedes em “carne e osso”. A informação dada no evento é que apenas 350 unidades do veículo serão comercializadas. Ela terá semelhanças com a versão GT em relação a motor: um V8 de 6.2 litros com 591 cv de potência; e inúmeras peças em fibra: o capô, o defletor dianteiro, os retrovisores e o aerofólio traseiro são produzidos nessas características. O preço é algo indefinido. A marca não divulgou nenhuma lista e nem comentou algo sobre a média de valores do novato, mas espera-se que não mude muito dos preços que a empresa já veem praticando.

Mesmo com o novo carro da montadora, esse não será o substituto do SLS AMG. Quem ficará com o lugar do superesportivo no ano que vem será um veículo menor, mas que ainda não teve o seu nome confirmado Parece ser a nova geração C63 AMG – o nome vem da parceria com a AMG, responsável por deixar os carros da marca com detalhes mais poderosos. Sabe-se que ele poderá seguir a onda de downsizing com motor V8 e com 4 litros biturbo de potência e mais 500 cv (500 cavalos)

A marca que já considerada uma das mais queridas dos arpeciadores de carros de luxo, vive em constante busca pela inovação e adaptação dos seus modelos que cada vez mais caem no gosto do público.

Por Jaime Pargan

Mercedos Final Edition

Foto: Divulgação


Foi criado com o nome de 190 (W201), no entanto na atualidade é conhecido como Classe C; lançado pela Mercedes-Benz em 1982, o modelo se tornou a primeira opção com três volumes, espaço familiar ou duas portas para os interessados em entrar para o rol de clientes da montadora alemã.

Do início da década de 80 até a atualidade, 10 milhões de unidades do modelo já foram vendidas. A mudança de nome de 190 para Classe C (W202) ocorreu em 1993 e de lá para cá o nome não sofreu mais alteração. Hoje o veículo é oferecido nas versões sedan, perua e cupê, oferecendo luxo, conforto e satisfação.

Desde 2007 a sua última geração vem sendo mantida e já mostra sinais de cansaço, principalmente após a chegada do BMW Série F 30. Em virtude da "exaustão", a nova geração terá um visual mais sofisticado e ostensivo, além de ter suas linhas sóbrias reduzidas, algo que permanecia desde o lançamento do 190.

Além das citadas mudanças, o Classe C terá que passar por mudança de posição no mercado, pois o CLA, de certa forma, está tirando vários clientes em potencial nas faixas de acesso.

Projeção do novo Classe C 2014

Por Vinicius Cunha


Você sabe qual é o carro mais caro de todos os tempos? Uma dica é que trata-se de um automóvel histórico e que fez parte dos anos gloriosos da Fórmula 1. É que a Mercedes do ano de 1954, então guiada pelo mito da F1 Juan Manuel Fangio foi leiloada pelo valor  de 23 milhões de euros.

A venda ocorreu no Festival  de velocidade de Goodwood, na Inglaterra. Esse carro, ou melhor essa relíquia do automobilismo mundial, foi o veículo que consagrou o piloto de nacionalidade argentina como bicampeão mundial da Fórmula 1.

Em entrevista dada para a Eurosport, o Historiador Doug Nye afirmou que o preço do carro não parece absurdo, pois ele tem muita história e mexe com o imaginário e com o desejo de todos aqueles que amam o automobilismo, os carros e os esportes de velocidade de forma geral.

Um ponto curioso e interessante dessa informação é que o modelo do carro é o mesmo de 1954, ou seja, não houve uma repaginação ou um novo tipo de desenho para renovar o ''possante''. Assim, pois, fica preservada a biografia e o estilo dessa peça que marcou época nas pistas de todo o mundo pelas antigas disputas da F1.

O mercedez W196 não se tornou apenas o carro mais caro da história, mas também um símbolo de paixão para os amantes de carros em cada canto do planeta.

Por Madson Lima de Oliveira


Conhecida como a estrela da tecnologia, o símbolo da Mercedes-Benz mostra porque a marca está entre as mais cobiçadas do mundo. Agora, com a chegada do E63 ao mercado de carros, a montadora promete alavancar as vendas para o ano de 2013.

O E63 está dentro da linha Classic da Mercedes, o que representa a união perfeita entre tecnologia e conforto, que só mesmo a Marcedes tem para oferecer ao seu público cativo.

O veículo terá outros ótimos atributos, como novos para-choques com entradas de ar maiores na dianteira e rodas de liga leve com um difusor de ar frontal, que melhorar o fluxo de ar debaixo do veículo.

Com o motor 5.5 V8 biturbo, o motorista vai ganhar todas as condições necessárias para chegar aos 100 Km/h em apenas 4 segundos.

Com transmissão automática de sete velocidades, vai ficar ainda mais agradável dirigir um carro que tem uma moderna beleza no design.

O E63 será lançado em duas versões, sedã e perua.

O preço do veículo ainda não foi divulgado. Apesar disso, sabe-se que o valor será para consumidores de uma classe mais abastada e que queiram investir em um belo carro.

Por Michele de Oliveira


Estão circulando na internet algumas imagens inéditas da mais nova aposta da Mercedes-Benz, o novo SLS AMG GT Roadster. O lançamento oficial ainda não aconteceu, mas o carro já tem causado um grande burburinho no mercado de autos.

A parte mecânica do SLS AMG GT Roadster conta com um excelente propulsor do tipo V8, capaz de atingir a potência de 591 cavalos. Além disso, o veículo possui câmbio automático de seis marchas e transmissão AMG. A velocidade máxima atingida pelo carro é de 320 km/h.

O mais novo superesportivo da montadora Mercedes-Benz conta ainda com rodas de 19 polegadas, modernas suspensões ajustáveis com tecnologia AMG Ride Control, sistema AMG Performance Media, freio a disco carbocerâmico, dentre outras atribuições que tornam o SLS AMG GT Roadster bastante interessante.

No exterior, o veículo vem incrementado por aspectos especiais, como revestimento em couro nos bancos, detalhes inusitados na cor preta, moderno painel de instrumentos, airbags duplos laterais e frontais, ar condicionado, várias opções de diversão e entretenimento no carro.

Segundo a Mercedes-Benz, o novo AMG GT Roadster estreará oficialmente no final deste mês e estará disponível para compra em todo o território brasileiro. Os valores ainda não foram confirmados.

Por Larissa Mendes de Oliveira


O Salão de Paris tem sido um dos eventos automotivos mais aguardados dos últimos tempos e enquanto o dia 29 de setembro não chega, os apaixonados vão acompanhando as notícias sobre os lançamentos e consequentemente, aumentando a expectativa em torno dos mesmos.

A montadora Mercedes-Benz está se destacando nesse cenário tão efervescente e promete apresentar várias novidades no Salão da França. A fabricante de carros famosos por seu luxo, a exemplo do Smart, investirá fortemente suas fichas no Forstars durante o evento parisiense.

Segundo informações da marca, o Forstars é um belo crossover com visual inusitado e design bem esportivo, além de ser bastante adequado à locomoção em vias urbanas. Na parte interna, o carro conta com atributos incríveis, como teto panorâmico, desenhos modernos nas lanternas e faróis e teto de vidro. Tudo isso se reúne em dimensões compactas (2 lugares).

Na parte mecânica, as configurações são satisfatórias, mas nada surpreendente. O carro desenvolverá 820 cavalos de potência, atingindo uma velocidade máxima de 130 km/h. Em áreas urbanas, o carro apresenta como diferencial a estabilidade nas curvas e a possibilidade de rápidas ultrapassagens.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A preparadora Väth personalizou mais um modelo de uma grande marca de automóveis. O carro escolhido desta vez foi o Mercedes-Benz SLS AMG Roadster, um superesportivo alemão que sofreu diversas alterações feitas pela preparadora. A primeira pode ser conferida na potência do carro, pois a Väth alterou o carro de 571 cv para 691 cv, além de ter subido os 66 kgfm para 86,3 kgfm.

Desta forma, o bólido pode chegar agora aos 330 km/h e consegue atingir de 0 a 100 km/h em aproximadamente 3,6 segundos. Ao contrário do modelo alterado pela empresa, o carro em seu estado normal tem a necessidade de um tempo de quase 4 segundos para atingir os 100 km/h e, anteriormente, não conseguia ultrapassar a velocidade de 317 km/h.

Além das alterações feitas internamente, como aumento da potência e velocidade, o Mercedes SLS AMG ainda passou por diversas outras mudanças feitas pela Väth.

Agora o modelo apresenta um reajuste na suspensão, e, ainda, o sistema AMG Ride Control, os freios foram redimensionados, novas rodas, kit aerodinâmico, acabamento interno apresenta-se com detalhes de fibra de carbono, aerofólio retrátil e rodas aro 20. Com todas essas alterações, os interessados em comprar o carro terão que desembolsar o valor de € 85.130 para tê-lo na garagem.

Por Marcelo Araújo


Muita gente já aguardava e a Mercedes-AMG finalmente revelou a versão de produção do seu veículo CLS 63 AMG Shooting Brake.

Considerada uma versão de alta performance, seu protótipo havia sido apresentado no Salão Internacional de São Paulo, em 2010, e agora é revelado como um veículo de maior potência e nova geração.

De acordo com as informações divulgadas, pode-se observar que a versão foi produzida, tomando por base o coupé 4 portas CLS já existente da marca.

As especificações técnicas do veículo compreendem motor biturbo de 5.5 l e 8 válvulas, capaz de gerar até mesmo 564 cv de potência na 1ª edição – limitada – que passará a ser comercializada na Europa somente a partir do mês de outubro.

Outros detalhes que merecem destaque no modelo correspondem à tecnologia do sistema start/stop, à transmissão de 7 velocidades, ao torque máximo de 81,5 kgfm e ao limite eletrônico de velocidade de 250 km/h, partindo de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos.

Para quem não conhece o sistema start/stop, trata-se de um mecanismo capaz de desligar automaticamente o motor quando o carro está parado, religando-o assim que o acelerador é acionado.

Por Anne A. Matioli Dias


A Mercedes-Benz anunciou esta semana o início da comercialização da nova versão do ML 350 no Brasil.

De acordo com as informações divulgadas pela marca, é esperada a venda de uma quantidade de 250 veículos até o final do ano.

Esta versão trata-se da 3ª geração do SUV, que chega pelo valor de R$ 335.000, com algumas mudanças e novidades.

Entre as alterações realizadas, destaca-se o novo visual do veículo, com atributos modernos e design renovado.

Além disso, o novo ML 350 conta com um motor a gasolina mais potente, de 6 válvulas, capaz de gerar até mesmo 306 cv, na versão que vem exclusivamente para o Brasil, a BlueEfficiency Sport.

A marca informou que ainda não há previsão de lançamento de versão a diesel para o modelo.

Com relação aos atributos do SUV, o novo modelo conta com direção elétrica, tecnologia do botão off-road e sistemas de segurança, como freios ABS, Downhill Speed Regulation (DSR) e controle eletrônico de tração (ASR). Tudo programado para manter e controlar a velocidade e os impactos em pisos irregulares.

Dessa forma, o veículo garante ao motorista e aos seus passageiros conforto, estabilidade e força.

Por Anne A. Matioli Dias


Àqueles que são clientes potenciais da Mercedes-Benz, há uma novidade que promete mexer com suas expectativas. Trata-se do novo C63 AMG Coupé Black Series, que está sendo lançado no Brasil, de acordo com a informação divulgada pela montadora na última quarta-feira (dia 20 de junho).

Segundo a marca, este superesportivo consiste no modelo mais potente já desenvolvido pela Mercedes, com um poderoso motor V8 de 6.3 litros, capaz de gerar até mesmo 517 cv a 6.800 rpm.

A velocidade máxima do veículo possui limite eletrônico de 300 km/h, com incrível aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 4,2 segundos.

A linha AMG é conhecida tradicionalmente pela alta performance. O peso do veículo equivale a 1.730 kg e o modelo possui transmissão de 7 velocidades. Além destes detalhes, há uma suspensão esportiva ajustável e um sistema de frenagem AMG, o qual foi reajustado por meio de discos produzidos com material composto.

O preço do veículo é de US$ 337 mil, o que equivale a aproximadamente R$ 684 mil. 

Confira mais informações sobre o veículo no site www.mercedes-benz.com.

Por Anne A. Matioli Dias


Em Berlim, a empresa Mercedes-Benz tem um espaço que segue o mesmo conceito do Citroën, recentemente inaugurado em São Paulo. Este novo espaço fica localizado na Avenida Unter den Linden, que tem grande movimento na capital da Alemanha.

O nome do espaço é Mercedes-Benz Gallery e apresenta um local com exposição de carros, lojas que vendem souvenires, galeria que conta a história da montadora e lugares para comer.

É possível encontrar o primeiro Classe 5 de competição entre os carros que estão em exposição. Há também o famoso SLS GT3, que era de corrida, fora os veículos com a marca da divisão esportiva da Mercedes, que era a AMG.

No segundo andar da galeria estão expostas fotos de esportistas patrocinados pela Mercedes, além de uma galeria com os campeões da Fórmula 1 que foram competidores da equipe McLaren, grupo de Fórmula 1 que utiliza os motores da Mercedes-Benz. Lá também se encontram reproduções de imagens dos personagens que fizeram parte da fundação da empresa, todas em tamanho real.

Uma destas representações é a de Karl Benz, que criou o primeiro carro patenteado do mundo e foi o homem que fundou a marca.

A galeria funciona de segunda-feira a sábado e tem entrada gratuita.

Por Marcelo Araújo

Fonte: Estadão


Foram veiculadas na internet, imagens do novo protótipo da Mercedes-Benz, o CSC. De acordo com as fotos, o carro é inspirado na nova família do Classe A. Vale destacar que tudo indica que o conceito será apresentado oficialmente esta semana, no Salão de Pequim.

O novo carro de quatro portas recebeu um design agressivo e de acordo com a própria montadora alemã,  o visual é masculino, esportivo e provocativo. CSC é a sigla e a síntese de Concept Style Coupé, nome que justifica o fato do carro ser um cupê estilizado, com ares de sedan.

Em relação à motorização, o automóvel da Mercedes-Benz será equipado com o excelente propulsor 2.0 Turbo, capaz de gerar 208 cavalos de potência. Além disso, a transmissão será automática, contando  com sete marchas e dupla embreagem.

Se a parte externa e a mecânica não deixam a desejar, o interior do carro é um verdadeiro espetáculo automotivo. Moderno e futurista, as novidades ficam por conta do revestimento em camurça e das linhas na cor verde fluorescente. O preço de venda e a data de lançamento ainda não foram informados.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A empresa Mercedes-Benz acaba de divulgar o lançamento do novo SL 65 AMG, o modelo será apresentado durante o Salão de Nova York que irá acontecer em abril. A nova versão do roadster possui motor 6.0 V12 biturbo, com torque máximo de 102 mkgf. A principal diferença entre o SL 65 AMG e o seu antecessor é o fato do novo modelo ser bem mais rápido. A transmissão usada no novo lançamento da Mercedez é a AMG Speedshift Plus 7G-Tronic, esse tipo de transmissão possui modos diferentes de condução, sendo que o motorista poderá optar por uma das quatro alternativas que são Sports (S), Sport Plus (S+), Efficiency (C), ou Manual (M). Vale ressaltar que ao escolher o modo Efficiency, o carro irá ativar o sistema chamado start-stop, responsável por desligar o motor quando ele não estiver sendo usado. O SL 65 AMG consegue alcançar a marca de 100km/h em apenas quatro segundos, sendo que a velocidade máxima do modelo é de 250 km/h. A fabricante garante que os interessados ainda irão se surpreender com outra característica do veículo, a redução no consumo de combustível, a diferença é de 17% do seu antecessor. O novo modelo também permitirá que o motorista possa regular a entrada de luz na cabine usando apenas um botão, todo o processo leva no máximo 20 segundos para ser finalizado. Esse é o primeiro veículo lançado com a nova identidade visual da linha AMG.


A nova geração do aclamado Mercedes-Benz CLS 350 já está disponível no mercado brasileiro e pode ser encontrado nas concessionárias da montadora alemã.

Um dos destaques do novo modelo é o seu novo motor Blue EFFICIENCY, capaz de atingir 306 cavalos de potência.

Outras novidades presentes no veículo são o seu novo design, a redução no consumo de combustível, as portas sem molduras e totalmente de alumínio (para maior leveza), a direção eletromecânica e os faróis em LED de alta performance.

O automóvel também possui o sistema Parktronik com câmera traseira e dispensa o uso de chaves para abrir ou dar partida no motor. Tudo isso em 10 cores diferentes disponíveis, dentre nove metálicas.

Além da variada gama de cores, o modelo tem três tipos de couro disponíveis para o acabamento interno e vem com ar condicionado, assentos dianteiros com regulagem elétrica, conexão Bluetooth para celular, sistema de som integrado e tela APS com DVD e sintonizador para televisão.

Lançado originalmente em 2003, o automóvel foi pioneiro ao combinar o estilo esportivo de um cupê com a praticidade de um sedã, devido à funcionalidade das quatro portas.

Por Juliana Miyahira


Já chegou ao Brasil o novo Mercedes-Benz CLS 350. Trata-se de um cupê 4×4 sensacional, com o preço de R$ 369.900, valor já reajustado de acordo com a nova taxa de IPI. Entretanto, a versão anterior do modelo, ainda pode ser encontrada  nas concessionárias pelo preço antigo de R$ 330.000.

O grande atrativo do carro reside no seu competente motor, um Blue EFFICIENCY que atinge  306 cavalos de potência. Além disso, a suspensão foi totalmente recalibrada e o seu câmbio é o moderno 7G-Tronic. Outra grande novidade é que o carro agora conta com assistência de direção eletromecânica.

Em termos de visual, o CLS 350 impressiona, atrai e empolga. Ele vem com uma esportividade incomum, 10 opções de cores modernas e linhas completamente arrojadas. A parte interna, além de muito confortável é bonita. O volante, por exemplo,  é todo revestido em couro, assim como vários detalhes no interior. A combinação das cores  Bege Amêndoa, Preto e Cinza Alpaca dão um tom exclusivo ao acabamento dentro do carro.

Como se não bastassem todos esses diferenciais, o automóvel vem com ar condicionado Thermotronic, Faróis de LED com excelente performance, bancos dianteiros reguláveis, ajuste de direção, conexão Bluetooth, tela de 7 polegadas com DVD e TV, dispositivo anti-colisão, travamento automático do porta-malas e sistema inteligente Keyless – Go.

O veículo está mais leve que seu antecessor, afinal, boa parte da sua matéria prima é constituída de alumínio. O peso total do lançamento é de 1.735 kg, distribuídos por 4,94 m de comprimento, 2,07 m de largura e 1,41 m de altura. Essas proporções culminaram em um  capô muito mais longo,  responsável pelo ar esportivo que o CLS 350 recebeu. Quem viu de perto aprovou as mudanças!

Por Larissa Mendes de Oliveira


O novo Mercedes SLS Roadster perde uma das principais qualidades dos modelos anteriores: as emblemáticas portas do tipo de “asas de gaivota”. Destaca-se, no entanto, do “coupé” pelo uso da capota de lona, que pode ser operada em marcha, desde que o veículo não esteja circulando em uma velocidade superior a 50km/h. Constituída por três camadas, recolhe-se em forma de “Z” num compartimento particular existente atrás dos bancos. Esta operação demora somente onze segundos, através de um simples toque num botão.

Mesmo com as alterações feitas, quanto ao reforço da rigidez, a estrutura “space frame” pesa só 243 kg, isto é, apenas 2 kg a mais do que a sua versão fechada – a SLS Roadster pesa mais 40 kg do que o SLS Coupé.

O modelo está equipado com um motor 6.2 V8 de 571 cv, semelhante ao motor do Mercedes SLS AMG Roadster, que anuncia idêntica velocidade 317 km/h (se não tiver o limitador eletrônico). A aceleração dos 0 aos 100 km/h realiza-se em rápidos 3,8 segundos e o seu consumo médio é de 13,2 litros aos 100 Km.


A Mercedes-Benz anunciou no início deste ano, durante o Salão de Detroit 2012, o lançamento da 6ª geração do SL.

O carro passou por remodelações que o deixaram ainda mais esportivo. Além disso, o modelo ganhou algumas atualizações, como a utilização de luzes LED em seus faróis.

Outra grande novidade no modelo 2013 está em sua plataforma, que foi totalmente reformulada e agora é construída toda em alumínio, o que o torna muito mais leve e rápido do que a sua versão anterior.

A carroçaria do Mercedes-Benz SL 2013 pesa bem menos do que a do modelo anterior, que era feita em aço. Deste modo, o veículo ganhou mais eficiência e melhor performance, aumentando o prazer na sua condução e invertendo proporcionalmente o seu impacto ambiental, que diminuirá bastante.

O veículo será oferecido com duas opções de motor: o 3.5 litros V6 (de 306 cavalos de potência) e o 4.7 litros V8 Biturbo (de 434 cavalos de potência).

Confira mais informações no site www.mercedes-benz.com.


Em resposta ao Proconve P7, a Mercedes terá seus motores de caminhões e ônibus produzidos no Brasil totalmente equipados com a tecnologia BlueTec 5 (semelhante ao padrão rigoroso EURO 5). Trata-se de um sistema redutor de poluentes e que ainda economiza combustível eficientemente.

A partir de 2012, de acordo com o Proconve P7, todos os caminhões e ônibus movidos a diesel fabricados no Brasil deverão sair de fábrica com a tecnologia SCR (Redução Seletiva Catalítica), que filtra os componentes químicos emitidos pelo motor catalisador do veículo. Esta nova norma exige a redução de 80% nas emissões de material particulado e de 60% nas emissões de Óxidos de Nitrogênio em relação à legislação passada.

No caso do BlueTec 5, é uma solução exclusiva da Mercedes, que foi testada exaustivamente em mais de 50 mil horas em bancos de prova. Foram 8 mil km rodados por ônibus e caminhões de vários tipos, que circularam em todo tipo de terreno, desde asfalto, estradas de terras e até em altas altitudes.

Os executivos da fábrica estão otimistas e garantem que os motores de seus veículos estão ainda mais robustos e duráveis com a nova tecnologia.

Fonte: Mercedes-Benz

Por Dorcas Rosicler


Surge uma grande novidade para quem gosta da classe sobre quatro rodas em forma de carro bonito e potente: a partir de Maio deste ano a Mercedes-Benz estará comercializando no mercado nacional o novo esportivo CLS 63 AMG. Modelo cupê com quatro portas de visual elegante que transmite classe e esportividade em suas linhas.

De desenho mais retilíneo esta versão esportiva mantém o charme do design requintado que caracteriza o modelo da geração anterior. Sua frente imponente e a traseira discreta compõem um conjunto de grande apelo visual muito bem finalizado pela potência (que neste modelo é a maior da família). O CLS 63 AMG está montado com um propulsor biturbo V8 de 550 CV de potência que garante o arranque de 0 a 100 Km/h em somente 4,4 segundos, e atinge com velocidade máxima 300 Km/h, que é limitada de maneira eletrônica. Ou seja, esportividade e potência aliadas ao refinamento do design e a classe do estilo.

Para os apaixonados pela marca ou para aqueles que se encantaram pelo modelo, o CLS 63 AMG custará cerca de R$ 450.000.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


Imagine um carro elétrico esportivo com 526 cavalos de força, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos. Isso ainda não existe, mas é o que promete a Mercedes-benz com o futuro SLS AMG elétrico. A performance é quase a mesma de um SLS AMG comum.

Para conseguir esse desempenho, a Mercedes-benz faz uso de quatro motores elétricos, um para cada roda. As baterias de 400 V podem ser parcialmente alimentadas pela força das freadas, sistema oriundo da Fórmula 1, conhecida como KERS.

O SLS AMG E-Cell ainda é um protótipo, e não tem previsão de lançamento. Dados sobre autonomia e tempo de recarga das baterias não foram divulgado pela Mercedes-benz. Esse ainda é um problema que tira os sonos de muitos engenheiros que desenvolvem carros elétricos.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Carro Online


Há alguns dias a Citroën teve problemas quando um clube automotivo da Alemanha submeteu um de seus veículos a um teste de estabilidade. Para a surpresa de todos, o carro acabou capotando. Esse tipo de teste tem um inconveniente, pois pode levar o condutor do veículo a se machucar.

Mas se depender da Mercedes-Benz isso não vai mais acontecer. A montadora alemã desenvolveu um novo sistema de testes. Trata-se de um piloto automático controlado por computador. O objetivo é substituir o piloto na hora de submeter seus veículos aos testes de estabilidade. Assim elimina-se o risco e alguém se ferir. O que é melhor: permite que a montadora efetue testes ainda mais rigorosos em alta velocidade.

O sistema permite que o carro seja controlado tanto remotamente como seja programado para seguir uma rota específica.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Carro Online





CONTINUE NAVEGANDO: