Modelo conta com freios ABS de série e é capaz de rodar tanto na cidade como em trechos off-road.

Na sexta-feira do dia 5 de maio de 2016, a Honda lançou a XRE 190, principal aposta da montadora para este ano, contando com ABS de série e custando algo em torno de R$ 13.300 em uma única versão.

A empresa espera que no período de um ano sejam vendidas cerca de 32 mil unidades, a motocicleta aposta no conforto para rodar dentro da cidade, porém, também pode encarar trechos off-road.

Segundo o engenheiro da Honda, Alfredo Guedes, o modelo é praticamente urbano, só que possui suspensões apropriadas para qualquer tipo de obstáculo.

Essa capacidade para rodar fora da estrada vem de sua linhagem, pois a mesma segue a linha da XRE, que possuia até o momento só o modelo de 300 cc.

A XRE 190 possui 3 anos de garantia e terá suas vendas iniciadas no mês de junho, com as opções de cores: verde, preto e vermelho, onde todas são perolizadas.

De acordo com a montadora, a moto foi feita do zero e está sendo produzida na cidade de Manaus. O motor é flex e gera uma potência de 16,4 cavalos a 8.500 giros, além de um torque de 1,66 kgfm a 6.000 rpm.

A Honda focou no consumo do motor, embora não tenha divulgado seus números. A moto pesa 127 Kg sem fluídos e possui um tanque de 13,5 litros.

Uma das grandes novidades do modelo que apareceu na XRE 190 é o freio ABS, que para essa faixa de cilindrada é série de 1 canal, já se adaptando as regras exigidas futuramente para todas as motos no Brasil, onde deverão possuir ABS ou CBS. Até o momento, nessa faixa de cilindrada somente a scooter Yamaha Nmax 160 possuía ABS de série.

A XRE 190 tem ABS na roda dianteira, porém, na traseira é a disco, mas com sistema simples. Além disso, a moto lançada conta com roda de 19 polegadas na dianteira e de 17 polegadas na traseira, com pneus de uso misto.

As suspensões são alongadas, se comparados a modelos totalmente urbanos. Na parte da frente, o modelo conta com amortecedores de 180 mm e com amortecedor de 150 mm na traseira.

FILIPE R SILVA


Acaba de chegar ao Brasil um dos lançamentos mais esperados no mundo das motos em 2011, a Yamaha XTZ 1200Z Super Ténéré. A grande expectativa se deve ao fato de que o modelo tem características semelhantes a uma das motocicletas de maior sucesso da fabricante japonesa, aposentada em 1999, a XTZ 750 Super Ténéré, de uso misto.

A nova motocicleta, conhecida simplesmente como Super Ténéré, pelos mais íntimos, conta com um motor de dois cilindros e 1.199 cm³, com injeção eletrônica, que pode desenvolver 110 cv de potência a 7.250 rpm. O conjunto tem ainda freios ABS, controle de tração com o sistema YCC-T, que oferece ao piloto três opções de configuração e tanque de combustível com capacidade para 23 litros, o que dá uma boa autonomia para quem gosta de se aventurar sem preocupações.

A suspensão é do tipo telescópica de garfos invertidos ajustáveis na dianteira e mono-amortecida com link na traseira. As rodas em alumínio são de aro 19 na dianteira e aro 17 na traseira.

A nova Super Ténéré tem preço sugerido de R$ 59.800, e terá uma série de acessórios disponibilizados pela Yamaha, dentre os quais o farol de milha, baú para carga e manoplas aquecidas.

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: