Por causa de um embargo econômico ordenado pelos Estados Unidos da América no ano de 1962, o país de Cuba possui uma frota uma frota majoritária de veículos norte-americano, mas este carros são bastante antigos, sendo que na sua maioria eles são da década de 50, porém, até hoje, estão rodando no país, mesmo tendo passado por adaptações mecânicas para suportar todo este lapso temporal. No entanto, o contexto está mudando, haja vista que o país será o primeiro da América Latina aonde chegará a mais nova geração do tecnológico Mercedes-Benz Classe E, veículo este que foi lançado no começo deste ano no continente europeu.

Nessa renovação de frota as primeiras unidades que chegarão à Cuba serão destinadas a uma empresa ligada ao Ministério do Turismo, no total foram adquiridas 64 unidades deste sedã, inicialmente eles irão compor a frota de carros de alugueis que são disponibilizados para turistas. Além dos 64 exemplares mencionados acima, neste lote de aquisições do governo cubano estão incluídos outros 135 exemplares do modelo C200 CGI.

Tantos os modelos Classe C e Classe E chegarão ao mercado cubano equipados com o propulsor tetra cilíndrico 2.0 litros turbo, o qual é capaz de gerar um a potência máxima de 184 cavalos. Todos estes veículos serão movidos à gasolina e virão com câmbio automático de nove velocidades. Uma grande inovação tecnológica trazida por estes veículos adquiridos pelo governo cubano são os faróis denominados MULTIBEAM os quais são compostos por 84 LEDs, os quais cumprem a função de iluminar a via, porém fazendo a adequação do facho de luz de forma automática sem ofuscar a visão dos demais condutores que se deslocam no sentido contrário.

Este mesmo Classe E que chegará em Cuba está previsto para ser lançado aqui no Brasil no mês de novembro, sendo que a sua apresentação oficial ocorrerá durante o Salão do Automóvel de São Paulo, porém por enquanto, a fabricante não divulgou quais as versões deste veículo serão disponibilizadas para o comércio por aqui, mas ao que tudo indica o sedã será ofertado aos consumidores brasileiros somente nas versões E300 e E 400, sendo que no primeiro momento este veículos chegarão com o propulsor 2.0 turbo, o qual é capaz de gerar uma potência máxima de 245 cavalos e com tração traseira.Para os consumidores mais exigentes, a versão topo de linha virá equipada com o motor 3.0 V6 com capacidade de gerar uma potência de 333 cavalos e um torque de 48 kgfm e dotado de tração integral.

Por Adriano Oliveira


O Brasil finalmente recebeu o Durango, o utilitário esportivo de sete lugares da Dodge que foi apresentado no último Salão do Automóvel de São Paulo. O modelo chega ao país importado dos Estados Unidos e conta com duas versões, Crew e Citadel, vendidas por R$ 169.900 e R$ 189.900, respectivamente.

O veículo possui a mesma plataforma e o mesmo motor do Jeep Grand Cherokee . O motor é um Pentastar V6 de 3,6 litros capaz de gerar 286 cv aliado ao câmbio automático com cinco opções de marchas. Além disso, o Durango traz uma suspensão independente em todas as suas rodas, controle de estabilidade e tração integral.

A versão Crew conta com bancos aquecidos na primeira e segunda fileiras, bancos dianteiros elétricos, sistema multimídia MyGIG com LCD de 6.5 polegadas, rodas de alumínio de 18”, subwoofer e amplificador de 500 watts, nove alto-falantes, leitor de DVD e HD interno de 30 GB, sistema de comunicação Bluetooth com comando de voz e airbags laterais e frontais que também fazem parte deste pacote.

Já a versão Citadel é um top de linha que traz os mesmos itens do modelo Crew, mas acrescenta bancos dianteiros ventilados, rodas de alumínio cromadas de 20”, volante com aquecimento revestido em couro perfumado, faróis de xenônio com nivelamento automático e teto solar.

Por Felipe Santos Bonfim


Principal evento do mercado automotivo, o Salão do Automóvel que acontece na capital paulista desde 24/10 e vai até 04/11/12, é considerado a maior exposição do setor na américa latina.

De acordo com o Diário Web, o número de lançamentos e anúncios de aberturas de montadoras no país, revelam nossa importância estratégica para negócios e também ganho de poder da classe consumidora.

A atratividade que o Brasil exerce tem como resultado a migração de empresas como BMW, Honda, Ducati e a chinesa Chery para território nacional, seguida por outras menos conhecidas por aqui.

Esta decisão de trazer sua produção também pode ser reflexo do anúncio de cotas que limitam importação de veículos com IPI reduzido, e acréscimo de 30% sobre os valores que ultrapassem o permitido.

Em um mercado crescente com aumento de poder de compra da classe da C, ninguém quer ficar de fora.

Luxo também tem sua fatia de mercado, e por isso, a Mercedes apresentou sua versão de aniversário de seu ícone SLS GT3, que completa 45 anos.

Esta 27ª edição do salão ainda tem muitas surpresas reservadas para o público até seu encerramento.

Por Stefania Cardoso


O Salão do Automóvel de São Paulo promete muitas novidades já na próxima semana.

Uma das atrações que serão apresentadas no Anhembi entre os dias 24 deste mês e 4 de novembro, fica por conta do Peugeot 308 Feline THP que será mostrado durante o evento.

Essa versão turbo do 308 vem com motor de 165 cavalos, e ainda a transmissão automática de seis velocidades. Com preço de venda ainda não divulgado, o modelo deve chegar às concessionárias no mês de novembro, mas já se garante como top de linha da marca francesa.

O acabamento do Peugeot 308 Feline THP é um dos diferenciais deste lançamento. O carro vem com rodas de liga leve de 17 polegadas que são escurecidas, e ainda retrovisor externo no tom grafite e o volante vem com base achatada e trás revestimento feito em couro, além de uma placa que identifica o veículo com a inscrição THP na traseira.

O fabricante destaca que o modelo é topo de linha da versão 308 Feline e vem ainda com um sistema de navegação por meio de GPS que é integrado de série.

Por Flaviane Oliveira


A informação de que o novo veículo da Mini se chamaria Countryman Coupé foi descartada.

Na última quarta-feira, dia 4 de julho, o mistério foi revelado e o carro passou a receber o nome de Paceman. A informação é de acordo com a afirmação de Kay Segler, diretor geral da marca.

O modelo trata-se de um crossover, com 2 portas, que tem como base o Countryman, e deve ser apresentado oficialmente na Europa e também no Brasil, durante a realização do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, em outubro deste ano. Este produto será um marco para o mercado brasileiro, em virtude de ser o primeiro lançamento feito no país, ainda em fase de preparação na matriz.

As versões esperadas para a exposição incluem, além do protótipo com motor 1.6 l turbo, a chamada versão JCW (John Cooper Works), mais envolvente e adaptada para os modelos Roadster, Countryman e Coupé.

Contudo, a intenção da marca, por enquanto, é mostrar o seu veículo, para dar início à produção apenas no fim do ano, e comercializá-lo a partir de 2013, quando o processo de homologação do produto já estiver liberado no Brasil.

Por Anne A. Matioli Dias





CONTINUE NAVEGANDO: