Recall do Toyota Corolla – Chassis Convocados

  

  

Confira aqui mais detalhes sobre o Novo Recall do Toyota Corolla.

Nesta última terça-feira, dia 03 do mês de abril, a Toyota anunciou no Brasil mais um recall. Dessa vez é o modelo Corolla com ano de fabricação a partir de 2013 que está com um problema de fábrica que é considerado bastante sério.

Essa não é a primeira vez que o Corolla anuncia um recall. Aliás, esse desde o ano de 2013 já é o sétimo recall que envolve um problema bastante sério localizado no airbag do passageiro e já denominado como “airbags mortais”, que são fabricados pela empresa Takata.


O nome “airbags mortais”, que é bastante sugestivo, só comprova a gravidade do problema. A falha está localizada no insuflador do airbag, que em caso de alguma colisão, ao ser acionado para proteção do ocupante, pode romper e assim destroços podem ser lançados em direção aos ocupantes do veículos, causando graves danos físicos e ainda podendo causar a morte.

Veja abaixo os chassis e códigos alfanuméricos que estão sendo convocados para o recall:

– Chassis: D26020000 a E2642203 e código alfanumérico: 9BRBD48E**;

  

– Chassis: D4759577 a E4789205 e código alfanumérico: 9BRBL42E*;

De acordo com a Toyota, são 53.635 unidades a terem que passar pelo reparo, que é a substituição da bolsa do airbag. Esses modelos foram produzidos entre os meses de janeiro e dezembro do ano de 2013.

Desse modo, se você possui um Corolla com essas características, entre em contato o mais rápido possível com uma concessionária da marca e faça o agendamento do reparo. O recall deste problema será realizado a partir desta quarta-feira, dia 04 do mês de abril e só termina quando todos os veículos forem apresentados.

Já a segunda convocação do Corolla é da versão GLi 1.8 automático CVT, que se deu pelo motivo de existir uma falha no sistema de transmissão CVT. O mau funcionamento de uma válvula presente no sistema pode levar com que uma luz de advertência se acenda no painel de instrumentos e assim que o sistema detecta esse alerta automaticamente, a velocidade do veículo é limitada em até 60 km por hora. Estão sendo convocadas para este recall o total de 65.963 unidades cuja fabricação se deu entre o dia 7 do mês de outubro do ano de 2013 e o dia 11 de agosto do ano de 2017.

Veja abaixo os chassis convocados para o recall assim como os códigos alfanuméricos:

– Chassis: J0104446 a J0125110; Código alfanumérico: 9BRBL3HE*;

– Chassis: F0001003 a H0104445; Código alfanumérico: 9BRBLWHE*;

A Toyota tranquiliza os proprietários de veículos com este problema, que ele não coloca em risco a segurança, nem a vida de seus ocupantes. Por isso, o reparo começará a ser realizado no dia 16 do mês de abril em concessionárias da marca.

De toda forma, se seu Corolla GLi 1.8 está entre os convocados, não deixe de ligar para fazer o agendamento.

A Toyota disponibiliza uma central de atendimento para que as pessoas possam estar tirando suas dúvidas e fazendo os agendamentos. Para isso basta ligar para o SAC no telefone 0800 703 0206. Quem preferir pode acessar o site da Toyota e ficar por dentro de todas as informações.

O recall será realizado de forma gratuita. Por isso, se você é proprietário de um Corolla que está convocado, não deixe de fazer o seu agendamento com uma concessionária. Embora no Brasil nenhum acidente em decorrência dos “airbags fatais” tenha sido registrado, é um risco que se corre. No exterior já foram registrados um total de 22 mortes relacionadas ao defeito.

Todo recall tem sua importância e é um direito que os proprietários de veículos envolvidos possuem, afinal, quem compra um carro novo espera ficar um bom tempo sem problemas, principalmente no que se relaciona a segurança.

Sirlene Montes

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *