Confira a lista dos SUVs modernos e mais desejados da atualidade, que saem com o preço de até R$ 100 mil.

Não é de hoje que os utilitários esportivos estão roubando o espaço em diversas áreas. Os modelos que mais estão perdendo mercado são os sedans médios, e por isso, resolvemos fazer esse comparativo entre os melhores SUVs modernos e mais desejados da atualidade, que saem com o preço de até 100 mil reais, valor do sedan mais vendido no Brasil, o Toyota Corolla. Continue lendo.

Jeep Renegade Limited 1.8

O Jeep Renegade com seu design quadrado, possui peças bastante estilosas e, sem dúvidas, possui grande força na categoria SUV. Por ser um modelo completamente descolado, o acabamento e montagem são típicos de categorias superiores, o que acaba sendo um ponto forte para o modelo. O valor do modelo Limited chega aos R$97.990,00 e, por isso, se encaixa na nossa lista, mas há acessórios como kit de segurança, e tecnologia, que podem encarecer um pouco mais o modelo.

Jeep Renegade Limited

Nissan Kicks SL 1.6 16V

Custando R$91.900,00, o Nissan Kicks, encara os concorrentes com um comparativo mais concorrido do segmento no mercado. Agora um dos melhores SUVs da Nissan, sendo um dos mais econômicos e baratos da categoria. Possui o maior porta-malas dessa lista, e conta com mais 6 porta-objetos abaixo da tampa do assoalho. Além disso, é equilibrado, e encanta com toda a tecnologia, com multicâmeras que auxiliam nas manobras, permitindo uma visão periférica quase completa.

Nissan Kicks SL

Chevrolet Tracker 1.4 LTZ 2

Um dos principais pontos fortes desse modelo é o custo benefício, apesar de beirar os R$ 100 mil, seu preço é bem baixo perto do que ele oferece. Possui custo de revisão e seguro bem acessíveis para quem gosta de ter um dos melhores SUVs. Possui um novo tipo de padrão estético, tanto na parte dianteira do veículo quanto no painel. Além de motor novo e moderno, que é 1.4 Turbo Flex de 153cv. Isso deixou o novo modelo muito mais eficiente e mais confortável de dirigir.

Chevrolet Tracker LTZ

Hyundai Creta Prestige 2.0

Tanto o porte quanto seus atributos internos e externos, o modelo da Hyundai teve uma das melhores avaliações em ficha técnica, testes, qualidade e equipamentos. Na categoria de melhores SUVs, o motor aspirado do Creta é o que possui a melhor aceleração, contando também com uma câmera traseira para estacionamento, e vários itens exclusivos internos. Possui garantia de 5 anos, e vem sendo um dos maiores destaques da Hyundai.

Hyundai Creta Prestige

Suzuki Vitara 4Sport 4×2

Um dos modelos mais esportivos entre os melhores SUVs, embora movido somente a gasolina, conta com um perfeito câmbio de seis marchas automático. Une um excelente desempenho em aceleração com um nível de consumo de combustível impressionante, um dos mais econômicos da lista. Mesmo que seu preço passe um pouco dos 100 mil reais, sendo oferecido no mercado por R$107.000,00, ele ainda é um pouco mais compacto que a maioria dos outros modelos da categoria.

Suzuki Vitara 4Sport

Renault Duster Expression 1.6 CVT

Uma excelente opção para quem precisa ou gosta de espaço. O Renault Duster, custando na faixa de R$80.990,00, é um dos melhores SUVs para encarar estradas de terra, asfaltos precários, e muito buraco. Tem acabamento simples, boa estabilidade e tração, assistente de partida, direção eletro-hidráulica, e um sistema de som completo.

Renault Duster Expression CVT

Honda HR-V EX 1.8 CVT

Apesar de ser um modelo que está na margem dos R$ 100 mil, o modelo Honda HR-V vende tudo que promete. Possui boa reputação e isso vem da marca, e está na lista dos melhores SUVs, de acordo com o seu nível de conforto, o espaço nos bancos traseiros, que é bom tanto para crianças quanto para adultos, e possui isolamento acústico eficiente que chama muito a atenção. A versão EX tem valor de R$98.700,00, e possui alguns itens inclusos de segurança e multimídia que são ótimos pelo valor oferecido.

Honda HR-V EX CVT

Por Susan NogArt


Ousadia, inovação e criatividade fazem parte do jeito francês de conceber carros

Quem conhece ao menos um pouco da mecânica dos automóveis franceses sabe que eles são fabricados de maneira única e exótica. Tanto que, é comum afirmar que os engenheiros franceses não têm medo de ousar na produção de seus veículos.

É exatamente essa característica que instiga a busca por novos design e tecnologias, desvencilhando-se do comum e dos padrões já estabelecidos.

O Citroën 2CV é um bom exemplo disso. Fabricado entre 1948 e 1990, o modelo foi um sucesso de vendas, alcançando a incrível meta de 5 milhões de unidades vendidas. O diferencial do modelo? Todo o chassi e carroceria estavam unidos em um único bloco, enquanto a suspensão era independente.

Hoje a solução utilizada no modelo pode parecer banal, pois foi muito explorada nos últimos anos. No entanto, durante a época houve certa agitação entre a mídia e as demais fabricantes que utilizavam um sistema onde a lataria e chassi eram independentes, enquanto a suspensão era ligada por um eixo rígido.

O 2CV dividiu opiniões, mas acabou surpreendendo por se tratar de um veículo bastante estável em altas velocidades, o que lhe rendeu o título de “impossível de capotar”. Isso se deve graças à suspensão, que mantinha o veículo sempre em contato com o solo, independente do movimento realizado pela lataria. O modelo contava com um propulsor de dois cilindros e refrigerado a ar, com 345cc e 9 cv de potência, que atingia incríveis 115 km/h.

Outro veículo da montadora que chamou a atenção foi o Traction Avant, o qual foi o comercializado durante 1934 a 1957. Vale lembrar, que o automóvel foi o primeiro a contar com a suspensão monobloco e tração nas rodas dianteiras.

Os modelos franceses contam com soluções inovadoras em seu design, como o Peugeot 402, onde as portas abrem no sentindo contrário e a capota dobradiça em aço pode ser acionada eletricamente. O primeiro modelo a utilizar essa tecnologia foi o Peugeot 401, lançado em 1934.

É impossível falar em veículos sem citar a Renault, que revolucionou o mercado ao lançar o modelo R-16, em 1965. O veículo contava com design moderno e inovador, tendo como diferencial o seu imenso porta-malas.

Outros modelos franceses também auxiliaram no desenvolvimento de novas tecnologias, como: Citroen DS e o Alpine A110. Não há dúvidas que as fabricantes francesas são responsáveis por importantes tecnologias utilizadas em veículos atuais e revolucionaram o mercado automobilístico.

Por Wendel George Peripato


Concessão de créditos é voltada para capital de giro e outras opções exclusivas para os microempresários do setor automotivo.

Em tempos de crise, a Caixa Econômica Federal anuncia novas condições para crédito voltado ao setor automotivo. No caso, isso quer dizer na prática que as empresas da área poderão obter os menores juros na concessão de empréstimos. De acordo com Miriam Belchior, em nota divulgada pela Caixa, as condições previstas pelo pacote anunciado vão ajudar a aquecer um dos setores que mais geram empregos no país.

Foi firmado um convênio com entidades do setor automotivo, como a Anfavea, Sindipeças e Fenabrave. Dentre as medidas anunciadas pelo banco, estão previstas concessão de créditos voltados para capital de giro e outras opções exclusivas para os microempresários do setor. Segundo informações da Caixa, o principal objetivo da medida é favorecer condições para que haja melhores fluxos de caixa nas empresas. Isso impacta diretamente nos pagamentos de despesas, de forma geral.

Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, afirma, segundo informações publicadas no site da Caixa, que a medida auxilia muito o setor automotivo e contribui para o fortalecimento das empresas da área. Ele ainda destaca que o convênio é essencial para ajudar a restabelecer a confiança, tanto de investidores quanto de consumidores.

Como funcionará?

Uma das condições estabelecidas será a antecipação de valores a partir dos contratos feitos entre a montadora e fornecedores, por exemplo. No caso, o fornecedor terá a oportunidade de aplicar valores em áreas como o próprio capital de giro. As taxas de juros são consideradas baixas, cerca de 0,83% a.m. Essas linhas específicas de créditos poderão ser pagas seis meses depois de aderir à medida. Segundo a Caixa, o prazo ajuda a empresa a se programar quanto às despesas.

O banco também informa que existe a opção de linha de crédito direcionada à renovação de frota de veículos. As taxas para a modalidade giram em torno de 9% e o prazo para o pagamento é até 96 meses.

A Caixa também conta com outras modalidades, para mais informações, consulte a agência mais próxima.

Por Letícia Veloso

Carro e dinheiro


Indiscutivelmente motivado a ocupar seu lugar cada vez mais alto e atingir reconhecimento supremo na qualidade de seus carros desenvolvidos, a Volkswagen vem realizando mudanças consideráveis nos motores de seus carros.

Primeiro realizou mudanças no lançamento do Fox Buemotion que recebeu motor EA211 1.0 e conquistou o gosto do público, e para repetir o bem-feito, a montadora alemã, agora lança o EA211 1.6 16V que será incluído no Gol Rallye e na Saveiro Cross.

O motor foi batizado como MSI para mencionar o sistema de injeção multiponto. Ele terá em seu desenvolvimento a construção em alumínio, bem como um circuito duplo de refrigeração. Em comparação o novo motor passa de 101 cv / 104 cv a 5.250 rpm e 15,4/15,6 kgfm a 2.500 rpm do EA111 para os novos resultados de 110 cv / 120 cv a 5.750 rpm e 15,8/16,8 kgfm de torque a 4 mil giros. É de impressionar de fato.

Na pista, em testes realizados, o carro surpreendeu com consumo de  8,3 km/l de etanol na cidade 10,5 km/l na estrada, o anterior realizava 7,8 e 10,2 km/l do 1.6 8V nas mesmas condições.

O carro ainda conta com ajustes realizados na direção, suspensão e câmbio com intuito de desenvolver um ar mais esportivo ao automóvel. O interior do carro  permanece ainda modesto, mas o quesito segurança ganhou olhar mais direcionado em seu desenvolvimento. O Gol agora possui controle eletrônico de estabilidade, o que vem sendo incluído em todos os novos modelos da Volks que tem mantido foco na segurança veicular.

O preço estimado para comercialização do novo modelo é de R$ 50.000,00.

O i-motion do carro também recebeu ajustes com intuito de amenizar os impactos que o carro dava em trancos, como característica dos carros automatizados.

Gostou das novidades? Agora, é esperar que novo modelo chegue e conquiste corações dos fãs de carros.

Por Jaime Pargan

Volks Saveiro Cross

Foto: Divulgação


O brasileiro gosta de automóveis e ter um carro em sua garagem é o sonho em comum de milhares de pessoas em todo o país. Muitos já possuem o seu automóvel, outros ainda planejam adquirir o primeiro, enquanto que outros querem apenas trocar seu atual carro por um novo, de preferência lançamento. E lançamento é o que não falta no mercado brasileiro de automóveis devido ao grande número de montadoras que atuam no país.

Para quem é cliente da Hyundai ou até mesmo aqueles que desejam adquirir um automóvel da marca em breve saibam que a montadora anunciou recentemente o lançamento do Hyundai HB20 2014 Copa do Mundo FIFA. Essa versão especial da Hyundai é justamente uma referência da montadora com a Copa do Mundo FIFA de 2014 que será realizada no Brasil, com isso, a marca traz para os brasileiros essa versão especial. Mais informações a respeito do lançamento você encontra na continuação deste artigo.

O HB20 2014 Copa do Mundo FIFA está disponível nas versões hatch e sedan. Um dos melhores detalhes está no design do carro, na grade frontal, por exemplo, a pintura em preto brilhante chama bastante atenção. Além disso, ainda podemos destacar as pinturas nas capas dos retrovisores, rodas de liga leve aro 15 diamantadas que são acompanhadas de um desenho inédito, molduras das portas pintadas de preto, faróis de neblina e faróis escurecidos. Na parte interior do carro ainda estão reservados vários pontos positivos em seu design, bem como na parte tecnológica do automóvel.

Em relação à motorização do modelo saiba que o mesmo será disponibilizado com 1.0 e 1.6, associado ao câmbio manual ou automático. Um detalhe bem interessante é que aqueles que adquirirem um modelo terá direito a um kit com a bola da Copa do Mundo FIFA 2014, ao todo serão produzidas 8 mil unidades.

Os preços sugeridos são:

– Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA 1.0: R$ 41.465;

– Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA 1.6: R$ 46.945;

– Hyundai HB20 Copa do Mundo FIFA 1.6 AT: R$ 50.245;

– Hyundai HB20S Copa do Mundo FIFA 1.0: R$ 44.330;

– Hyundai HB20S Copa do Mundo FIFA 1.6: R$ 49.810;

– Hyundai HB20S Copa do Mundo FIFA 1.6 AT: R$ 53.110.

Por Bruno Henrique

Hyundai HB20 2014 Copa do Mundo FIFA

Foto: Divulgação


Apesar da maioria das pessoas estar com a atenção voltada para o novo Mustang que deverá ser exibido pela Ford provavelmente no próximo dia 05, é bom nos lembrarmos de que este não é o único lançamento previsto pela companhia para encerrar o ano de 2013. A fabricante de origem norte-americana divulgou na última quarta-feira, dia 20, que estará lançando a próxima geração do Edge. A apresentação do novo crossover deverá ocorrer durante o Salão de Los Angeles.

O Edge Concept segue a linha adotada pela Ford em relação ao visual que deverá ser apresentado pelos utilitários da empresa. Isso quer dizer que o modelo conta com a grade trapezoidal e os faróis afilados. Esses detalhes são bastante semelhantes aos integrados no novo EcoSport. Na parte traseira do carro há as novas lanternas horizontalizadas. Os para-choques também foram redesenhados. Outro detalhe é o vidro traseiro, que também está mais inclinado.

É claro que uma das primeiras coisas a se notar no novo Edge é o seu visual renovador. Entretanto, as coisas vão um pouco mais além. De acordo com a Ford, o novo Edge conta com uma tecnologia com características futuristas. Alguns exemplos disso são a direção autônoma e o estacionamento automático que poderá ser acionado via controle remoto.

O modelo também conta com a tecnologia do sistema start-stop, até porque a economia não poderia ficar de lado nos utilitários. Outro detalhe é o fechamento ativo da grade do radiador, que visa fornecer certa ajuda na aerodinâmica do carro.

Na parte interior a certos detalhes de estilo que valem ser comentados, como por exemplo, o painel de instrumentos em couro que foi costurado à mão. Também há o sistema MyFord Touch, que traz um tela touch-screen de 10 polegadas.

A Ford não informou quando o protótipo deverá ganhar a versão de produção.

Para quem quiser conferir o protótipo apresentado pela companhia, o Salão de Los Angeles ocorrerá entre os dias 22 de novembro e 1° de dezembro de 2013.

Por Denisson Soares


Mais um lançamento interessante chegou ao mundo dos automóveis e desta vez a novidade vem da Troller com o jipe T4 Praia.

Este novo modelo consiste em uma personalização do veículo original equipado com um motor 3.2 litros movido a diesel com capacidade de chegar a 165 cavalos de potência.

Fonte: Autossegredos.com

 

Além disso, este carro tem como principais características os bancos em neoprene, snorkel, ar-condicionado, direção hidráulica, suporte para prancha de surfe, sistema de GPS, proteção na parte inferior do automóvel e acionamento elétrico de vidros e travas.

O jipe T4 Praia já está à disposição para vendas em todas as concessionárias Troller por valores a partir de R$92.490,00.

Por Ana Camila Neves Morais


Mais um lançamento pode chegar em pouco tempo no mercado de automóveis vindo da Audi.

Isso porque segundo rumores que circulam pela internet vazaram algumas fotos do novo Audi RS1.

As especulações esperam um veículo com design parecido com o A1 Clubsport Quatro equipado com um motor de cinco cilindros com 2.5 litros e uma potência menor do que 340 cavalos.

Se estas informações estiverem corretas, o Audi RS1 deverá ser vendido em pequena quantidade e com valores bem elevados.

Basta aguardar!

Por Ana Camila Neves Morais


Mais um carro esportivo já está disponível nas concessionárias de todo país, pois o J3 Sport da montadora JAC – que foi apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo – já está sendo oferecido no comércio de veículos.

Este veículo possui um motor flex 1.5 litros, movido a gasolina e etanol com potências de até 127 cavalos e um torque máximo de 15,7 kgfm.

No seu aspecto estético, o J3 Sport vem com rodas de liga leve, adesivos nas laterais do veículo, faróis escurecidos e outros.

Todas estas possibilidades e inovações do J3 Sport pode ser obtida por preços iniciais de R$39.900,00.

Por Ana Camila Neves Morais


A Subaru mantêm os seus lançamentos constantes e a novidade do momento é a divulgação pela montadora de que está em fase de preparação da vesão STi do seu modelo BRZ.

O aspecto estético deste veículo já foi apresentado em um protótipo durante o salão do Automóvel de Los Angeles que aconteceu em novembro de 2011.

As novidades que estarão inseridas no novo BRZ STi são interessantes como um motor com potência de 230 cavalos (sua versão normal chega a apenas 197 cavalos) além de bancos em forma de concha, aerofólio traseiro em tamanho maior, rodas de liga leve com 18 polegadas, dentre outros.

O novo carro da Subaru está em desenvolvimento e deve ser apresentado ao mercado automotivo mundial apenas no início do ano de 2015.

Por Ana Camila Neves Morais


Graças à lataria do carro ou à falta de abrangência dos espelhos, os pontos cegos são uma realidade para todos os motoristas.

O ponto cego pode ser definido como uma área ao redor do veículo que não pode ser observada pelo motorista através dos espelhos retrovisores (tanto os laterais quanto o traseiro). Por não possibilitar que o motorista possua uma visão total do que acontece a sua volta, inúmeros acidentes são registrados diariamente em decorrência dessa "falta de visibilidade".

Entretanto, Andrew Hicks, pesquisador norte-americano da Drexel University, na Filadélfia, conseguiu patentear um espelho retrovisor que promete acabar com esse problema.

Garantindo uma visão de até 45°, o espelho curvo desenvolvido pelo pesquisador irá possibilitar um aumento de até três vezes no campo de visão dos motoristas. Atualmente, os espelhos retrovisores laterais possuem campos de visão que variam entre 15 e 17 graus.

A novidade consiste em um espelho composto por pequenos outros espelhos, que possuem angulações distintas. Desta forma, cada raio de luz incidirá com uma angulação diferente, permitindo, ao motorista, uma visão mais ampla (embora ligeiramente distorcida) sobre seu redor. Para ter uma ideia da inovação, basta pensar em uma daquelas bolas de discotecas.

De acordo com o inventor, algumas empresas especializadas na produção de espelhos retrovisores já demonstraram interesse no produto, entretanto, a novidade ainda irá demorar alguns anos para ser disponibilizada em automóveis comerciais.

Por Rodrigo Alves de Oliveira


As concessionárias Ford vão receber, ainda no mês de abril, o novo EcoSport 2012, que dentre as novidades, vai apresentar preços mais caros em praticamente toda a gama. Somente a EcoSport 4WD seguiu o caminho contrário, talvez uma tentativa da montadora em aumentar as suas vendas. O preço anterior, R$ 68.020, foi reduzido para R$ 66.170.

O modelo de entrada, XL 1.6, custa agora R$ 54.250. As versões 1.6 XLS e 1.6 XLT, serão vendidas pelos valores de R$ 57.540 e R$ 63.240, respectivamente. Já as versões top de linha, Flex 2.0 e Flex 2.0 XLT Automático, passaram de R$ 62.240 para o preço inicial de R$ 65.130, podendo chegar a R$ 68.110.

Para a antiga série especial, a Freestyle, atualmente responsável pelas maiores vendas da linha, a Ford aumentou o preço da versão 1.6 Flex, que vai custar R$ 60.130. No modelo com motor Flex 2.0, a montadora colocou o duplo airbag frontal e os freios ABS como itens de série, e sugere um preço de R$ 65.130. A linha Freestyle tem como característica a cor cinza em alguns itens, além de rodas aro 15, pneus mistos, sistema de áudio, ar condicionado, faróis de neblina e rack de teto.

Por André Gonçalves


A linha 2012 do Fiat Idea está chegando ao mercado brasileiro com algumas novidades. Uma delas é a inclusão do kit High Safety Drive (HSD) na lista dos itens de série, em todas as versões Essence e Sporting. Ele contém os freios ABS e o duplo airbag. Outra novidade é a “Série Especial Itália”, limitada a 580 unidades, que será oferecida nas versões Essence e Essence Dualogic.

O lançamento faz parte das comemorações do “Momento da Itália no Brasil”, um acordo firmado entre os dois governos, para a promoção das relações comerciais, sociais e culturais.

A série especial da minivan terá o visual um pouco diferenciado, composto por exclusivas rodas de liga leve aro 16, faróis de neblina, máscara negra nas lanternas e nos faróis traseiros, aerofólio na cor preta, frisos cromados no parachoque dianteiro e na tampa do porta-malas e adesivos de identificação da versão, que aparecem nas colunas.

Internamente, o modelo vem com painéis das portas, painéis de instrumentos e console central em duas cores, e um tecido exclusivo para o revestimento. O preço sugerido para a Série Especial Itália Essence é de R$ 51.160. Já para a Série Especial Itália Dualogic, o valor sobe para R$ 53.270.

Por André Gonçalves


A Renault decidiu relançar a série limitada conhecida como Novo Logan Up no Brasil. O modelo, que já foi comercializado em 2010, estará à venda entre os meses de abril e junho, custando R$ 35.590 (preço sugerido). Ele traz uma série de itens cuja configuração é baseada no Novo Logan Expression, com motor Hi-Flex 1.0, de 16 válvulas, que entrega ao motorista a potência de 76 cv, quando abastecido com gasolina, ou 77 cv quando movido a álcool. Combinado com o câmbio manual de cinco marchas, o propulsor gera um torque máximo de 10,1 kgfm.

Por dentro, algumas das novidades são direção hidráulica, trio elétrico, computador de bordo, ar condicionado, vidros verdes, apoio de cabeça com regulagem de altura, banco traseiro rebatível, acelerador eletrônico e rádio com player de CD e MP3 (com acionamento na coluna de direção). Externamente, há rodas aro 15 com novas calotas, maçanetas na cor da carroceria, faróis de neblina, retrovisores na cor alumínio e adesivo identificando a série, localizado nos para-lamas dianteiros.

O modelo, que tem garantia de três anos, estará disponível nas cores Preto Nacré, Cinza Acier e Prata Etoile. A montadora francesa espera vender cerca de 3.000 unidades durante os três meses.

Por André Gonçalves


Após a sua apresentação no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado, a montadora de veículos sul coreana enfim, apresentou no dia 29 de março a versão do Kia Soul, agora com motor flex. É o primeiro carro da montadora com motor flex no mercado brasileiro.

O Kia Soul Flex será oferecido ao mercado brasileiro em duas versões básicas, que podem ser equipadas com alguns pacotes de série, em especial, o câmbio automático de quatro marchas, com trocas sequenciais.

O novo Kia Sou será equipado com motor 1.6 flex com potência de 130 cv com etanol, e 126 cv com gasolina. O Soul mantém como opcional a câmera auxiliar traseira, que envia imagens quando acionada a marcha ré para o retrovisor interno do veículo.

Os preços divulgados pela empresa são: R$ 52.900 (Kia Sou Flex 1.6 manual), e R$ 63.900 (Kia Sou Flex 1.6 automático).

Por Henrique Pereira


Foi lançada pela Mitsubishi, a linha Crossover Outlander 2012, com diversas novidades que atraem os apaixonados por motores.

O Outlander chega às concessionárias em abril. A versão 2.0L tem um preço sugerido, no valor de R$ 99,990 e o V6GT, na quantia equivalente de  R$ 124, 990.

A linha Crossover é atraente para os mais variados consumidores por ser um carro de porte grande e bem equipado. Contando agora com equipamentos de série, bancos em couro, como rack de teto, teto solar, sensor automático de chuva, airbags laterais e de cortina, CD com MP3, ajuste elétrico do banco do motorista e outras funcionalidades necessárias, que compõem um carro desse porte; que valorizam o motor e dão conforto ao motorista, além de mais segurança.

É uma versão com grande potência e tem um perfil mais família, que pode ser encontrado em até quatro cores. Uma proposta com uma visão mais familiar, com capacidade de 2.000 litros no porta-malas.

Por: Andreia Oliveira de Alcântara


A Volkswagen lançou oficialmente no Brasil o Novo Jetta, que será vendido em três versões de acabamento. A montadora quer dar um salto nas vendas no segmento de sedãs médios no país, que é liderado pelo Toyota Corolla e seguido de perto pelo Honda Civic. Para tanto, reduziu o preço da versão de entrada, a Comfortline, que tem preço sugerido a partir de R$ 65.755, com câmbio manual, ou R$ 69.900 com transmissão automática.

Dentre os itens de série da Comfortline estão a direção hidráulica, computador de bordo, sensores traseiro e dianteiro de estacionamento, ar condicionado, trio elétrico, som com player de CD e MP3, seis alto-falantes, Bluetooth, USB, airbags laterais e dianteiros, além de freios ABS. O motor é o 2.0 litros, que desenvolve 120 cv de potência.

Já a versão top de linha, a Highline, tem rodas aro 17, sensores de chuva, estacionamento e crepuscular, piloto automático, sistema de som completo, ar condicionado Climatronic, escapamento com saída dupla cromada, volante multifuncional, seis airbags e freios ABS, dentre outros. O motor é o TSI 2.0 turbo, de 200 cv de potência, acoplado ao câmbio automático DSG, de seis marchas. O preço sugerido para a versão é de R$ 89.520

Por André Gonçalves


No dia 18 de março de 2011, a empresa Jac Motors inaugurou aproximadamente 50 concessionárias no Brasil, representada pelo empresário  Sergio Habib. Todos os modelos da marca terão garantia inédita de 6 anos.

O carro que irá estrear a marca Jac Motors será o J3, nas versões hatch e sedã. Com motor 1.4 de 16 válvulas a gasolina, os modelos flex estarão disponíveis em 2012, escondido sob um design estiloso. Seu porta-malas tem capacidade para 346 litros para o hatch e 490 litros para o sedã.

O J3 ainda contará com itens de série como: direção hidráulica, freios ABS, trio elétrico, CD player com mp3, rodas de liga leve, sensor de estacionamento traseiro, abertura automática do porta-malas e tampa do combustível e ar-condicionado.

O J3 hatch custará R$ 37.900,00 e o sedã R$ 39.900,00.  Para obter mais informações sobre os modelos, dentre outros aspectos, acesse o site da JAC Motors Brasil. 

Por Gilvani de Oliveira


A Land Rover vai trazer para o Brasil, possivelmente em abril, 300 unidades da versão especial do Freelander 2 Sport, batizada de Freelander 2 Sport Limited Edition. O utilitário esportivo será oferecido em três opções de cores, que são o inédito Vermelho Firenze, o preto e o Branco Fuji.

Algumas das novidades no acabamento interno exclusivo são os bancos de couro, cortados por uma faixa que pode ser em marfim ou marrom e o teto solar, que agora é duplo, melhorando o conforto para os passageiros. Do lado de fora, novas linhas esportivas podem ser notadas, acentuadas pela instalação de um aerofólio traseiro, além da nova grade dianteira e das entradas de ar diferenciadas.

Na versão especial, as rodas aro 19, os retrovisores e as maçanetas, têm a mesma cor que a carroceria.

Sob o capô, está o motor 6 cilindros, de 3.2 litros, movido a gasolina, que desenvolve 233 cv de potência e pode chegar a 200 km/h de velocidade máxima, acoplado ao câmbio automático de seis marchas. Ele tem um moderno sistema que comanda a abertura das válvulas, para diminuir o consumo.

O preço ainda não foi divulgado, mas o modelo já pode ser reservado em algumas concessionárias brasileiras. 

Por André Gonçalves


O sedã S60 T6, da Volvo, finalmente poderá ser encontrado no Brasil. Já no início de março, as concessionárias da marca sueca vão disponibilizar unidades do modelo, que vem equipado com motor 3.0 litros, de seis cilindros, que atinge 304 cv de potência. A transmissão é automática, de seis velocidades.

A segurança é um dos quesitos mais trabalhados no S60. Ele tem o sistema Pedestrian Detection, um dispositivo que começa a funcionar assim que o sedã é ligado e serve para monitorar todo o movimento de pessoas que aconteça à frente do carro. Caso alguém apareça repentinamente bem próximo ao veículo e o motorista não acione o freio, o sistema freia o carro automaticamente, desde que a velocidade seja de até 30 km/h. Ainda no quesito segurança se destacam os sete airbags e o controle eletrônico de estabilidade, dentre outros itens.

O preço sugerido pela Volvo é de R$ 169.900.

Créditos Flickr

 

Créditos Flickr

Por André Gonçalves


Já podem ser encontradas nas concessionárias da Mitsubishi a linha 2012 da L200 Triton. As novidades na picape de cabine dupla são muitas, a começar pela nova versão de entrada, a XB, que tem a caçamba um pouco maior, motor 3.2 litros, turbodiesel, que gera 165 cv de potência, transmissão manual de cinco velocidades e tração nas quatro rodas.

A XB, que tem preço sugerido de R$ 105.990, apresenta ainda tampa traseira mais alta e com novo desenho, rodas aro 16, rádio AM/FM com CD player e MP3, além de conexões USB e Bluetooth.

As outras duas versões, HPE e Flex, têm como novidades o volante multi-funções; navegador eletrônico com 1.200 localidades cadastradas; GPS; e sistema multimídia Power Touch, com tela de 7 polegadas, conexão para CD e DVD players, porta USB, Bluetooth e rádio AM/FM.

As opções de motor são o 3.5 flex V6 e o turbodiesel 3.2 litros.

Mais informações no site da Mitsubishi.

Por André Gonçalves


Uma das maneiras encontradas pelos fabricantes de carros para diminuir a emissão de poluentes foi a utilização de energias alternativas, que pouco a pouco vão substituindo os combustíveis tradicionais. Até mesmo nos modelos mais novos, que ainda utilizam motores a combustão, algumas mudanças têm sido feitas.

Dentro desta linha, uma entidade norte-americana, chamada American Council for an Energy-Efficient Economy (Conselho americano para economia com eficiência energética), divulgou uma lista com os carros mais “verdes” de 2011. O engraçado é que dentre os 10 primeiros colocados há cinco carros movidos a gasolina. Os critérios são índice de emissão de CO2, consumo e materiais que compõem o carro.

O líder é o sedã Honda Civic GX, movido a gás natural. Em segundo lugar aparece o elétrico Nissan Leaf. Na sequência estão o Smart Fortwo (gasolina), o Toyota Prius (híbrido) e o Honda Civic (híbrido).

Veja a lista completa no site da ACEEE.

Por André Gonçalves


O substituto do Peugeot 307 já está pronto para estrear no Brasil. Importado da Argentina, o Peugeot 408 estará disponível em três versões, que são Allure, Feline e Grife, todas equipadas com o motor Flex 2.0 de 16 válvulas e que chega a 151 cv de potência, além de câmbio automático de quatro marchas (à exceção da Allure, na qual o item é opcional).

As mudanças no visual são muitas, em relação ao antecessor, principalmente na dianteira agressiva, com grandes faróis. Com relação aos itens de série, o modelo Allure apresenta airbag duplo, freios ABS, rodas aro 16 e ar condicionado manual. A versão Grife tem GPS, teto solar, bancos de couro com ajuste elétrico, ar condicionado digital e sensores de estacionamento.

A versão básica (Allure) sai por R$ 59.900 e a top de linha (Grife) tem preço sugerido de R$ 79.900.

Veja as fotos no site da Peugeot Argentina.

Por André Gonçalves


O Brasil iniciou este ano como um dos países mais promissores da década, atrás, obviamente, da China, um dos mercados mais conceituados da atualidade, à frente, grosso modo, dos Estados Unidos, há muito tempo considerados a grande superpotência mundial.

Investimentos: Palavra chave e sinônima ao país liderado por Luiz Inácio Lula da Silva. E se isso pode ser tomado como suposta verdade, nada mais justo do que direcionar o termo ao setor de automóveis. Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a aplicação financeira à industria automotiva somará cifra aproximada de US$ 11,2 bilhões entre 2010 e 2012, superior ao período 2007-2009.

Em reportagem veiculada pelo Portal de Economia do Estadão, Cledorvino Belini, novo presidente da Anfavea, avalia que algumas montadoras investirão mais em capacidade, outras em produtos, portanto, choque de competitividade, segundo suas próprias palavras. Em vista disso, acredita ser necessária a efetivação de pesquisas e performances da indústria juntamente ao governo brasileiro.

Questionado sobre o aumento em 0,75% da Selic, a taxa básica de juros da economia, Belini relata ser necessária para manter a inflação controlada, o que, no final das contas, representa pouco em prestações a qualquer setor.

Fonte: Portal de Economia Estadão

Por Luiz Felipe T. Erdei





CONTINUE NAVEGANDO: