O modelo i8 Roadster da BMW será comercializado no Brasil, sendo uma versão conversível do esportivo híbrido i8.

A montadora BMW já tinha confirmando ainda no dia 8 de outubro que o modelo i8 Roadster da marca iria dar o ar da graça no Salão Internacional do Automóvel na cidade de São Paulo, evento que aconteceu de 8 a 18 deste mês. Ele foi uma das sensações do salão, chamando muita atenção dos admiradores que transitaram por lá. O veículo é uma versão conversível do BMW esportivo híbrido i8. É a primeira vez que o carro é apresentado sem teto e com uma opção bem descolada, ao ser comparado com o cupê. O esportivo ecológico já é comercializado há um bom tempo no mercado brasileiro, tendo a sugestão no valor de R$ 799.950.

De acordo com a Diretora de Marketing e Produto da marca aqui no Brasil, Nina Dragone, a empresa está muito entusiasmada para realizar o lançamento do BMW i8 Roadster. Isto porque o modelo simboliza em somente um automóvel toda a esportividade que a montadora germânica possui, tendo um desenho multipremiado e visionário do grupo BMW, além de haver o pioneirismo de uma submarca, batizada de BMW i, nos quesitos de conectividade e também em eletrificação, os quais foram estabelecidos por meio de uma estratégia da empresa, que atualmente se encontra presente na gama atual gama de veículos eletrificados da companhia.

Da mesma forma que a versão cupê, o modelo i8 Roadster possui em sua estrutura um chassi confeccionado em alumínio. Esta arquitetura, que levou o nome de LifeDrive, foi projetada de forma especifica para veículos híbridos e elétricos.

O BMW i8 Roadster possui um sistema híbrido conhecido como plug-in, isto é, o veículo pode e precisa ser conectado em uma fonte de energia quando suas baterias internas se encontrarem descarregadas. O carro esportivo é alimentado por dois propulsores, sendo um motor movido a gasolina de 1.5 litros, dotado de somente três cilindros. O outro é um propulsor elétrico em seu eixo dianteiro. O conjunto possui a capacidade de gerar uma potência de 374 cavalos.

Para o propulsor a combustão conta com um conjunto de transmissão automático com seis marchas, enquanto para o motor elétrico é outro com duas velocidades, automático também. O ecológico i8 Roadster pode trabalhar apenas no modo elétrico, porém não irá funcionar por uma grande quantidade de tempo. Com este motor, o conversível conta com uma autonomia para trafegar somente entre 24 e 29 quilômetros, atuando com 120 quilômetros por hora de velocidade máxima.

O carro híbrido, em sua configuração conversível, tem a capacidade somente para duas pessoas. Além do BMW i8 contar com uma tecnologia híbrida, dispõe também de um desenho bem exótico, sendo um diferencial do veículo. A sua carroceria possui recortes em formatos bem arrojados e com contornos bem marcados em preto.

Na parte frontal do híbrido, seus faróis ainda lembram o familiar e famoso desenho da BMW, ainda que agora conte com um design mais arrojado e moderno, além de suas linhas retas.

A expectativa da marca alemã era a de que o conversível BMW i8 Roadster iniciasse suas vendas aqui no mercado brasileiro logo após a sua aparição no Salão do automóvel que ocorreu em São Paulo (SP). Portanto, espera-se que muito em breve o nosso mercado já possua mais uma opção de veículo híbrido ou elétrico, o qual vai estar juntamente com outros carros anunciados para um futuro muito próximo, como por exemplo, o Nissan elétrico Leaf. Como dito, aqui em terras tupiniquins a versão cupê é comercializada pelo preço de R$ 799.950, este que não deverá ser mais baixo quando se tratar deste novo conversível alemão.

Por Filipe Silva

BMW i8 Roadster 2019

BMW i8 Roadster 2019


O novo BMW Z4 conta com alta tecnologia. O conversível possui um painel digital de instrumentos, um display bem largo usado como central multimídia, além de uma tela pequena, a qual irá controlar o ar condicionado.

Depois de uma interminável espera, várias fotos capturadas ao de correr dos testes do veículo e uma grande lista de rumores sobre a linha 2019 do novo BMW Z4, até que enfim o mesmo foi apresentado na Califórnia na pequena comunidade de Pebble Beach há alguns meses atrás. A versão exibida foi a top de linha, batizada como M40i que possui um propulsor de 6 cilindros, em sua edição especial conhecida como First Edition. Embora esse seja o nome, a configuração não será a primeira a ser comercializada. Ainda no segundo trimestre do próximo ano, o Z4 30i iniciará suas vendas, já o M40i deverá ser comercializado somente a partir do segundo semestre de 2019.

O BMW Z4 em sua versão M40i possui um motor turbo com 3 mil cilindradas e seis cilindros dispostos em linha, o que torna o conversível capaz de atingir de 0 a 100 km por hora em simples 4,5 segundos. Para o mercado europeu, este mesmo modelo conseguirá gerar uma potência de 339 cavalos, devido ao a um sistema novo que realizar testes sobre as emissões de poluentes, que agora conta com regras ainda mais duras. Já para outros mercados a variante pode ter ainda mais potência que a citada acima. A versão First Edition conta ainda com novos amortecedores adaptativos, diferencial traseiro com controle eletrônico e freios M Sport.

Certo tempo atrás algumas fotos do modelo vazaram na internet e para a felicidade dos amantes de carros, o novo Z4 de produção apresentar um design melhor do que as exibidas nessas imagens. A parte dianteira do modelo é bem complexa, onde o conversível acaba realizando uma mistura entre entradas ar e suas grades, buscando dar um aspecto ainda mais esportivo. Em toda a parte frontal é encontrada a sua icônica grade que possui o formato de rim, além de seus faróis possuírem um diferenciado desenho interno, se comparado com os outros modelos comercializados pela marca germânica. E o capô por sua vez faz uso de alguns vincos, criando assim duas partes mais baixas.

Em sua parte lateral, o novo BMW Z4 foi equipado com algumas saídas de ar, localizadas logo na parte posterior de suas rodas dianteiras, que possuem como foco a melhoria da ventilação nos discos de freio. De maneira contraria ao seu antecessor, o novo Z4 faz uso de uma capota em tecido. Suas rodas de 19 polegadas e de liga leve são pintadas na cor preta e possuem cinco hastes duplas. Na traseira, o pequeno balanço acabou incorporando um spoiler muito discreto localizado na tampa do porta-malas. Para completar o desenho da traseira o carro ainda conta com duas de saídas de escapamento trapezoidais.

Já em sua parte interna, o novo BMW Z4 conta com alta tecnologia. O conversível possui um painel digital de instrumentos, um display bem largo usado como central multimídia, além de uma tela pequena, a qual irá controlar o ar condicionado. O seu console central possui botões que permitem ao condutor alteram os tipos de condução, um controle giratório da multimídia e por fim a alavanca de câmbio para troca de marcha. Os ocupantes que adentrarem no BMW Z4 irão sentar em assentos esportivos que conta com um excelente acabamento de luxo. Para o entretenimento dos ocupantes o som é da marca Harman Kardon, o qual é especialmente desenvolvido para oferecer uma boa a qualidade de som, fazendo uso da capota ou não.

O lançamento será produzido em Graz, uma cidade da Áustria, e estará disponível para os clientes em nove cores de carroçaria ao todo e preta e cinzenta escura serão as opções para sua capota.

Por Filipe Silva

BMW Z4 2019

BMW Z4 2019


Nova geração do modelo traz mudanças no visual e motores.

A montadora alemã BMW apresentou na última segunda-feira, dia 26 de junho, a última geração do modelo SUV X3, sendo a terceira de sua história.

O modelo, além de novo visual, foi dotado também de algumas variações de motores, que iniciam em uma potência de 184 cavalos chega a até 360 cv. Segundo informações da montadora, o veículo irá chegar no mercado brasileiro no ano que vem.

É fácil perceber modificações em toda sua parte visual, embora ainda mantenha sua tradicional identidade. Na parte dianteira, o design dos faróis ficou mais compacto e moderno, já as suas grades centrais foram aumentadas e o formato redondo do farol de neblina foi abandonado, para ser trocada por uma lâmpada de LED na horizontal.

Na parte traseira do veículo, a lanterna foi aumentada e a sua saída do escapamento passou a ser um pouco maior. A resistência aerodinâmica do veículo, de acordo com informações da companhia, foi melhorada e ainda recebeu uma linha na parte lateral um pouco menos inclinada.

As rodas que agora são disponibilizadas em raio de 19 e 21 polegadas recebem o peso distribuído em 50% para cada uma das mesmas, que agora disponíveis de 19 a 21 polegadas.

No seu interior, o modelo também foi todo redesenhado, recebeu um painel com 12,3 polegadas de tamanhão e um display no multimídia com 10,2 polegadas. O tamanho de seu porta-malas é de 550 litros, os quais podem ser aumentados para 1.600 litros, ao rebater os bancos.

Sobre os motores do BMW X3

O X3, na Europa, conta com 5 diferentes opções de propulsores, onde três deles são movidos à gasolina e os outros dois, a diesel. Segundo informações da própria fabricante, as potências oscilam entre 184 cavalos e 360 cavalos. Todas as versões conta com transmissão automática de 8 marchas.

O veículo também tem vários assistentes de condução, que facilitam a vida do motorista, como por exemplo, assistente para mudança de faixa, assistente para manter o veículo na faixa e também controle de distância do veículo situado à sua frente.

Por Filipe Silva

BMW X3 2018

BMW X3 2018


A expectativa de chegada deste modelo ao mercado é para ocorrer entre os anos de 2017 e 2018, sendo que a principal missão dele será a de concorrer diretamente com o Audi modelo Q2.

Com o grande número de modelos de veículos automotores no mundo sendo lançados no mundo, as fabricantes adotam diversas estratégias para conseguir chamar atenção dos consumidores, contudo algumas marcas já conhecidas e renomadas, quando lançam novos modelos já atraem a atenção não só dos consumidores, mas também de todo mercado automobilístico. É neste contexto que a grandiosa BMW está trabalhando a todo vapor no seu mais novo lançamento que será o BMW X2 Concept por meio de fotos e vídeo-teasers. O modelo foi mostrado inteiramente no decorrer da abertura do Salão de Paris.

Esse novo veículo da empresa foi desenvolvido com base na segunda geração do BMW X1, pelo que já foi divulgado pela própria fabricante a expectativa de chegada deste modelo ao mercado é para ocorrer entre os anos de 2017 e 2018, sendo que a principal missão dele será a de concorrer diretamente com o Audi modelo Q2.

A plataforma que deu base a BMW X2 Concept foi a mesma utilizada no MINI dotado de tração dianteira, em resumo o modelo X2 nada mais é do que o modelo X1, porém com um design ainda mais jovem que possui o tamanho um pouco menor, teto com caimento mais baixo, estilo esportivo, bem como característica de um veículo hatchback de porte mediano.

O revestimento da parte lateral escolhido pela fabricante foi o plástico, detalhe este que acabou dando uma sensação de maior robustez, principalmente em conjunto com as rodas no tamanho 21 polegadas que utilizam pneus de uso diferenciado.

De um modo geral, os traços visualizados neste protótipo serão mantidos na versão de produção do veículo e ao que tudo indica a BMW irá ofertar o modelo tanto com tração integral como com tração dianteira. Com relação à motorização, os motores que serão disponibilizados serão compartilhados com o X1.

Este é um modelo que sem sombra de dúvidas irá chamar atenção dos diversos apaixonados pela BMW espalhados pelo mundo ainda mais devido ao fato de este veículo reforçar a concepção de um verdadeiro aventureiro esportivo urbano compacto. Em breve teremos maiores notícias e detalhes sobre este modelo que foi desenvolvido para atrair a atenção de pessoas exigentes e que desejam combinar a praticidade e o prazer de conduzir um BMW.

Por Adriano Oliveira

BMW X Concept

BMW X Concept

Fotos: Divulgação


Modelo chega equipado com um motor 3.0 e custa cerca de R$ 380 mil.

Se você perguntar aos apaixonados por carros se já sonhou em possuir um BMW, com certeza nenhum apresentará uma negativa para esse questionamento. Pois bem, não bastasse o sucesso dos seus carros mais básicos, a montadora alemã é mestre em mexer com as emoções de seus consumidores.

É possível que, ao andar pelas ruas, ultimamente você tenha reparado a quantidade crescente de veículos da marca. Não é para menos, haja vista que nas últimas décadas o poder de compra dos brasileiros está crescendo de forma galopante, apesar de que, nos últimos anos a crise atacou a saúde de nossa economia. Contudo, mais possível ainda é que, poucas vezes você tenha visto um modelo Coupé da BMW.

A fim de atrair os amantes de esportividade, a BMW lança o M2 Coupé, que foge aos padrões de “sedã tiozão” da marca. Não que isso seja um ponto negativo, pois os “sedãs tiozão” são sonho de consumo de milhares de jovens de todo o mundo, devido ao design atraente dos carros produzidos pela montadora alemã.

Voltando ao M2 Coupé, o carro chega ao Brasil com um preço inicial de R$ 380.000,00 e um motor 3.0 que gera uma potência máxima de 370 cv e 51 kgfm de torque.

Outro aspecto interessante é a tração traseira, fator que proporciona ao Coupé alcançar a velocidade de 100 Km/h em apenas 4,3 segundos e velocidade máxima de 250 Km/h.

Outro fator interessante do M2 Coupé é seu câmbio automático com sete marchas e embreagem duplicada. Não é novidade que há uma tendência do mercado mundial de automotores em empregar câmbios automáticos em seus modelos, porém, em um veículo Coupé fica de certa forma “diferente”. A emoção de passar marchas em um Coupé faz parte da emoção em dirigir. Contudo, o M2 Coupé da BMW conta com “borboletas” que proporcionam, ainda, uma certa emoção em jogar marchas no motor potente do carro.

As primeiras impressões do Coupé da BMW são de boas para ótima. O prazer em se andar em um BMW e, além disso, esse BMW ser um modelo Coupé, em muito atrai. Tende a ser um veículo de grande aceitação entre os amantes de esportividade e velocidade.

RAQUEL ALICE MOREIRA


Veículo chega ao país em 3 versões e custará entre R$ 166 mil e R$ 199 mil.

Recentemente a BMW apresentou ao público em geral a nova geração de seu modelo X1 aqui no Brasil. A princípio, o modelo será importado e começará a ser vendido por aqui agora, em março, nas versões xDrive25i, sDrive20 X-Line e sDrive20i. Os preços iniciais divulgados são os seguintes: R$ 199.950, R$ 179.950 e R$ 166.950, respectivamente.

Saiba mais:

O novo X1 terá como base a nova plataforma de tração dianteira adotada pela BMW e motor transversal. É interessante destacar que a citada plataforma é a mesma que já é usada no BMW Série 2 Active Tourer e no MINI Cooper. A nova versão será maior que seu antecessor no que diz respeito a largura, bem como na altura. Um dos pontos focados no modelo foi o porta-malas, que traz uma capacidade para 505 litros e o espaço interno.

Outro aspecto apresentado no carro é a posição do condutor ao dirigir, que agora ficou mais alta. Já no que toca a arquitetura interna, pode-se dizer que o design ficou mais moderno, seguindo o mesmo estilo apresentado na linha da minivan Active Tourer.

De acordo com a fabricante, as versões do X1 chegam ao mercado portando um motor 2.0 Twinpower (com turbo de duplo fluxo). Neste caso, a 20i terá 192 cv e tração dianteira, enquanto que a 25i terá 231 cv e tração 4×4. Seja lá qual for a opção escolhida pelo consumidor, o câmbio será o mesmo: Um automático de oito marchas. Esse item teve como responsável pela sua fabricação a Aisin. Isso deixa claro que o X1 terá um câmbio diferente dos modelos BMW que possuem um motor longitudinal e que contam com a transmissão ZF de oito marchas.

Na seção de itens de série vamos encontrar os faróis full-LED, pneus RunFlat, controles de estabilidade e tração, seis airbags, sensores de estacionamento, luz e chuva, função Eco Pro para os modos de condução, borboletas nos volantes para quem quiser fazer a troca manual de câmbio e por fim, o sistema start-stop.

Já o sistema de navegação terá uma tela 6,5”. Entre os detalhes nessa parte estão os aplicativos BMW para os smartphones voltados ao Android e iOS, informações de trânsito em tempo real e os serviços de concierge.

Lá no começo falamos que o X1 seria importado. Entretanto, a partir de março passa a ter fabricação nacional, saindo da planta de Araquari, em Santa Catarina.

Por Denisson Soares


Montadora iniciou sua história como fabricante de motores para avião e hoje é uma das principais fabricantes de motos e carros de luxo.

É inegável o fato de que a BMW, com o passar dos anos, foi se tornando cada vez mais conhecida entre as principais fabricantes de carros de luxo do mundo. Em março deste ano a montadora completou seu primeiro século de existência. Entretanto, tão interessante e emocionante quanto os modelos da fabricante, é também a sua história.

A BMW foi profundamente marcada pela história Alemã. Pouca gente conhece esse fato, mas a fabricante de carros de luxo iniciou sua história com a produção de motores para aeronaves.

A trajetória da BMW teve seu início mais precisamente no dia 07 de março de 1916, data de seu “nascimento”. E aqui temos mais um pouco de história: O surgimento da marca se deu exatamente enquanto acontecia a Primeira Guerra Mundial. Na época, o nome passava longe do conhecido BMW. Chamava-se curiosamente de "Fábrica Bávara de Aviões".

Pouco depois de sua fundação, a Alemanha sofreu sua derrota na guerra. Posteriormente com a realização do Tratado de Versalhes, em 1919, o país ficou completamente proibido de continuar com a fabricação de aviões. Esse, fundamentalmente foi um dos principais motivos que obrigaram a marca a se reinventar e tomar outros rumos.

No ano de 1922, a BMW foi então refundada. Agora sob o nome de Fábrica Bávara de Motores. Nesse período, a marca adicionou ainda o logotipo nas cores azul e branco no formato de hélice. Esse emblema remete a dois pontos fundamentais: As cores do estado alemão (do qual era originária) e o início de sua história no setor da aviação.

Manfred Grunert, historiador da montadora, em um relato concedido a AFP, chegou a afirmar que o motivo pelo qual a marca é mais conhecida atualmente (os carros de luxo) nada mais é do que a última coisa que ocorreu na companhia para complementar o portfólio da mesma.

Nos dias atuais, a BMW se mantém firme e forte na fabricação de motos e carros de luxo. Quem nunca ouviu falar sobre o famoso Rolls-Royce ou sobre o MINI, que chegou a ganhar o status de elegante?

A BMW marca presença em mais de 14 países com atividades sendo distribuídas por cerca de 30 unidades fabris. Para dar conta de todo o trabalho, a companhia possui um contingente com mais de 100 mil funcionários. E para finalizar, em termos financeiros a companhia também é “luxuosa”: Apenas em 2014, no que diz respeito ao volume de negócios, foram 80 bilhões de euros embolsados pela fabricante.

Por Denisson Soares


Carro deverá ser lançado inicialmente no Reino Unido pelo preço de 44 mil libras.

O M2 Coupé já foi lançando pela BMW. Design diferenciado e imponente são características marcantes do sucessor da série M1. Ele é simplesmente o menor da categoria dos esportivos e o carro traz o tradicional motor conhecido de 06 cilindros da série que tem a capacidade de alcançar 370 cavalos. Além de potente, o veículo conta com torque de 47,4 kgfm e pode chegar ainda a 51 kgfm com o sistema de oveboost acionado.

Entre alguns recursos do potente M2 Coupé destacam-se a transmissão automatizada de dupla embreagem, que tem sete marchas. Além disso, o carro consegue acelerar, em média, de 0 a 100 Km em um tempo de 4,3 segundos, porém, com velocidade limitada a 250 Km/h.

O novo carro da série também apresentou mudanças em seu componente como os eixos, por exemplo, que foram construídos em alumínio e também a suspensão traseira que é do tipo five-link.

O motorista também vai ter a opção de alterar componentes do carro como o controle de largada e também a possibilidade de alterar os modos de condução entre alguns sistemas como, por exemplo, o Comfort.

A expectativa é que o novo Coupé apresentado pela BMW chegue ao Reino Unido em abril e deve custar em torno de 44.070 libras. Este valor corresponde a R$ 261,1 mil aproximadamente. No Brasil, ainda não se sabe quando o M2 entrará no mercado.

Outra novidade anunciada pela BMW é a produção nacional do carro Mini Countryman. O crossover é o primeiro Mini que é fabricado no Brasil e o quinto que é montado na plataforma que está situada em Araquari, Santa Catarina.

O novo carro poderá ser encontrado em duas versões: Top, que deve custar R$ 143.950,00 e também a ALL4, que deve ter o valor de R$ 149.950,00. O motor do carro é 1.6 turbo e ele fornece 184 cavalos.

O que achou das novidades da BMW? Deixe a sua opinião!

Por Babi


Novo modelo é um dos mais esperados do mercado e será apresentado de maneira online em outubro deste ano, e apresentado oficialmente ao público em novembro de 2015 ou em janeiro de 2016.

O BMW M2, um dos carros mais esperados, será revelado em outubro deste ano. A primeira apresentação do carro será transmitida de forma online, e para o público a BMW M2 será apresentada oficialmente no Salão de Los Angeles em novembro ou em janeiro no Salão Detroit.

Ainda não se sabe muitas informações sobre o novo carro, mas o esperado é que as primeiras fotos sejam ser vistas nas próximas semanas. Além disso, há rumores que o BMW M2 chegue ao mercado em março e abril do próximo ano. No lançamento do automóvel ele poderá ser encontrado nos seguintes tons de cores: azul (Long Beach Blue), branco (Alpino White), cinza (Mineral Grey) ou preto (Black Sapphire).

A expectativa é que o BMW M2 tenha um motor 3.0 e que seja biturbo, consiga desenvolver 370 cv de potência e tenha 47,42 de mkgf de torque. Além disso, a aceleração deve resultar de 0 a 100 Km/h em uma média de 4,5 segundos. Entre outros recursos, a velocidade máxima é limitada de forma eletrônica em 250 km/h. Todavia, essas informações só podem ser realmente confirmadas quando o automóvel for lançado no mercado. O valor também é desconhecido.

Outras novidades:

Sabia que a quinta geração do Astra foi lançada na Europa? O carro será apresentado ao público de forma oficial no Salão de Frankfurt nos dias 17 a 27 de setembro deste ano. Uma das principais mudanças no automóvel foi o seu design e a arquitetura que foi renovada de forma completa. Além disso, dependendo do modelo, o carro pode chegar a pesar 200 Kg mais leve se comparado com a geração anterior.

A nova geração tem várias novidades tecnológicas e modernas como, por exemplo, piloto automático adaptativo, central multimídia com tela de 8 polegadas, além de 4G e sistema que avisa o motorista caso ocorra mudança involuntária de faixa.

Gostou de saber das novidades? Deixe a sua opinião!

Por Babi

BMW M2

Foto: Divulgação


Edição limitada terá apenas 160 unidades fabricadas.

Uma montadora global está lançando modelo novo este mês de junho. Trata-se da BMW, que acabou de introduzir no mercado uma edição limitada do Série 5 do seu clássico, porém o evento aconteceu no Japão. A série foi denominada de Grace Line, algo como “linha graciosa”, em uma tradução livre, e será um privilégio possui-la, pois a fabricação da versão se limitará a apenas 160 veículos. Imagine qual será a nata que poderá adquirir esse modelo?

O requinte da série está garantido: na parte exterior, o Grace Line vem na cor cinza, as rodas têm 18 polegadas, os faróis vêm com lâmpadas adaptativas de LED e também foram incluídos os faróis de neblina.

Interiormente, o modelo traz bancos esportivos em couro da linha Nappa, volante em “M”. Mas nesse quesito, o diferencial é a possibilidade de se controlar a velocidade, aliado ao sistema de aviso de mudança de faixas. Isso tudo, claro, com o suporte de um painel completamente digital.

E por falar em tecnologia, não é possível deixar de falar nos pacotes inclusos, chamados BMW Live e o BMW Apps. São sistemas que, quando conectados à rede mundial de computadores, proporcional ao condutor, passa informações preciosas para qualquer itinerário, tais como clima, redes sociais, agenda do condutor, notícias e sinal de rádio, por streaming.

No sistema de marchas, mais tecnologia aparece, com o sistema Connected Shift. Este recurso permite a troca de marchas de modo eficiente, economizando os recursos do veículo e aumentando o seu desempenho. Resultado final: mais economia de combustível e mais aceleração.

O BMW Grace Line será mesmo um carro de elite, e isso é facilmente perceptível pelo preço a ser praticado pelas concessionárias. Será comercializado nas versões 523i e 523d nos valores que oscilam entre US$ 57.900 para o motor a gasolina e US$ 59.700 para motor a diesel.

Por Alberto Vicente

BMW Série 5 Grace Line

BMW Série 5 Grace Line

Fotos: Divulgação


Novo modelo terá motor de seis cilindros em linha 3.0 turbo, com 326 cv e transmissão automática Steptronic de oito marchas.

Uma das grandes apostas da BWM para o mercado automobilístico é, sem sombra de dúvidas, o BMW Série 3. Vale ressaltar que além de mudanças no design, o novo modelo da BMW também dispõe de mudanças importantes na parte mecânica. Outro destaque bastante interessante é que o BMW Série 3 também vem acompanhado de uma nova versão top de linha, mudanças na transmissão, bem como outras novidades que devem agradar ainda mais o público-alvo.

Uma das principais novidades é a nova versão: trata-se da 340i. E um dos principais destaques desta nova versão é o motor de seis cilindros em linha 3.0 turbo com nada menos que 326 cv. O modelo ainda conta com transmissão automática Steptronic de oito marchas. E o principal destaque fica mesmo com o motor 1.5 turbo de três cilindros que consegue render 16 cv. Esse motor também passou a ser integrado à versão de entrada, a 318i.

As atualizações não param por aí, pois a BWM também anunciou que o motor 2.0 quatro cilindros passou a produzir 184 cv na versão 320i e 252 cv na versão 330i. A versão 330i é a substituta da antiga 328i que já não existe mais. Outra excelente novidade ficou por conta da versão 330e, um hibrido plug-in com potência de 252 cv.

E quando o assunto são as novidades em relação aos itens tecnológicos, saibam que o BWM Série 3 não fica para trás. A novidade da empresa alemã vem acompanhada de novo sistema de navegação com conexão 4G LTE. O Head-up Display, por sua vez, sofreu mudanças e agora é oferecido com um visual colorido.

Além disso, é importante destacar que o automóvel também ganhou novidades no design em suas versões. Mudanças na entrada de ar, faróis com novos contornos em LED são algumas das novidades. Também houve mudanças na parte traseira, haja vista as lanternas totalmente preenchidas por LEDs. Já no interior, podemos notar os novos materiais empregados, bem como o novo acabamento cromado de alguns comandos.

Por Bruno Henrique

BMW Série 3 340i

BMW Série 3 340i

Fotos: Divulgação


Montadora apresentou a versão de produção do modelo.

Finalmente a BMW apresentou um veículo muito aguardado, que terá início em sua produção a partir de agora. Estamos falando do X5 xDrive40e, modelo que foi apresentado em 2013 durante o Salão do Automóvel de Xangai, na China. Apesar de já ter sido revelado há dois anos, apenas agora a montadora apresentou a versão de produção do modelo, e não apenas o conceito.

O veículo tem configurações interessantes, sendo um híbrido. O motor de quatro cilindros a gasolina em versão turbo 2.0 litros, gera a potência de 241 cv. O outro motor, elétrico, tem potência de 111 cavalos. Juntando os dois blocos, o veículo entrega 313 cv e torque de 45,9, no modo combinado.

O novo SUV tem câmbio automático de incríveis oito marchas, e sua aceleração, de 0 a 100 km/h, é alcançada em 6,8 segundos, o que pode ser considerado um tempo médio para veículos com essa configuração. Sua velocidade máxima chega aos 210 quilômetros por hora. Essas configurações fazem com que o modelo renda, em consumo médio, 29,4 quilômetros por litro.

Como o modelo é um híbrido, ele possui uma bateria de íon de lítio, dando autonomia de 31 quilômetros – o que não é muita coisa para um veículo como esse – rodando em velocidade média de 120 quilômetros por hora, em modo elétrico. O bom é que sua carga não demora muito: o X5 xDrive40e leva apenas 2h45 para que sua bateria esteja totalmente carregada. Isso é equivalente à média de um smartphone hoje em dia, que por vezes pode demorar até mais para ser carregado, e é consumido em pouco tempo.

Apesar de já ter confirmado que esse será um veículo em produção, a montadora ainda não revelou o valor oficial do modelo, nem a data em que ele estará disponível no mercado. A única informação que se tem em relação à produção, é que o veículo será produzido na planta de Spartanburg, nos Estados Unidos.

Por Felipe Villares

BMW X5 xDrive40e

BMW X5 xDrive40e

Fotos: Divulgação


A marca BMW está se expandindo a cada dia mais no mercado de automóveis. No dia 4 de fevereiro ela divulgou o seu novo modelo da Série 2 Active Tourer que foi apresentado no Salão do Automóvel e será comercializado no Brasil. O preço sugerido na venda do modelo é de R$ 178.950. Este lançamento tem como diferencial o fato de ser o primeiro carro da marca que oferecerá tração na parte dianteira. No momento ainda são poucos utilitários que estão disponíveis nas concessionárias.

O modelo apresenta um motor 2.0 turbo capaz de gerar 234 cavalos de potência e 35 kgfm de torque. A transmissão é automática de oito velocidades. A BMW informou que o carro é capaz de atingir 100 km/h em um curto espaço de tempo de 6,6 segundos. O limite máximo de velocidade que o veículo consegue alcançar é de 240 km/h. Com o intuito de agradar ainda mais os seus clientes, a BMW incluiu no modelo um dispositivo que tem a função de desligar o motor em breves paradas, sendo uma maneira de direção ecológica e de regeneração de energia nas circunstâncias em que o freio é acionado.

O veículo também oferece uma diversidade de equipamentos como ar condicionado digital, freio de estacionamento elétrico, opção de ajuste elétrico nos bancos da frente, teto panorâmico e porta-malas com fechamento automático e abertura elétrica. O carro também está voltado para o requisito de segurança e neste sentido oferece seis airbags que estão localizados na parte frontal, na lateral e na traseira, além de ter o controle de tração e estabilidade integrado no veículo.

Outro aspecto que se destaca no BMW 225i Active Tourer é o seu espaço interno que é grande e confortável para os passageiros e o amplo porta-malas de 468 litros. Existe também a opção de expandir ainda mais este espaço com os bancos rebatidos, proporcionado uma capacidade de 1.510 litros.

Por Felipe Couto de Oliveira

BMW 225i Active Tourer

BMW 225i Active Tourer

BMW 225i Active Tourer

Fotos: Divulgação


Está previsto para 2017, o lançamento do novo modelo da BMW, que será conhecido como X2. Ainda não há uma divulgação confirmada sobre as características do design e nem sobre a tecnologia do veículo, mas escuta-se que o carro terá padrões de requinte e modernidade, o que irá provocar a imaginação dos futuros proprietários.

Mesmo sabendo que o carro está sendo rascunhado em um papel que está criando pequenas raízes , a empresa alemã tem como objetivo oferecer através do modelo X2 um sistema de tração integral e drive composto por cinco portas, lembrando o modelo cupê de três portas.

A empresa também tem a pretensão de colocar o mesmo motor do modelo X1. O veículo terá uma caixa de câmbio manual de seis velocidades ou automática de oito velocidades. Todos os motores da linha são superpotentes, o que proporciona maior força e resistência, que só pode ser conferida quando o motorista está dirigindo um carro da linha.

Não se tem ainda os detalhes do modelo X2, mas os comentários que dizem sobre o design é de que será inspirado nos modelos já fabricados, como o X4 e o X6. Vale ressaltar que parece que o modelo X2 será criado para atrair um público mais jovem, imaginando que pode ser um carro menor e com duas portas, mas deixando a opção de quatro portas para atender outros tipos de gosto.

Enfim, todos os amantes da linha BMW já podem aguardar que vai chegar uma nova máquina superpotente com alto padrão de qualidade, resistência e muito charme. Por isso vai provocar um forte apelo emocional em todos que esperam pelo novo X2.

Por Jaqueline Mendes


Os amantes da montadora alemã BMW tem um motivo a mais de comemoração. A empresa apresentou nesta terça-feira (24) a versão M Design do X6. O crossover possui uma performance incrível e conta com spoiler traseiro e dianteiro feito todo em fibra de carbono. Além disso, o veículo possui rodas de liga leve de 21 polegadas e conta com grade dianteira na cor preta. Um dos grandes diferenciais do modelo são as faixas de corrida que podem ser escolhidas como acessório opcional na hora da compra.

Como se isso não fosse o bastante, o M Design ainda possui um interior digno de um carro da montadora, com acabamento de couro no painel e nos bancos, tudo bastante colorido de preto, azul e vermelho, algo que remonta às cores clássicas utilizadas pela empresa.

Detalhes sobre a tecnologia empregada na motorização não foram revelados, mas segundo especulações, o motor deve possuir 555 CV de potência, gerados com um motor V8 Twin Turbo.

Embora seja muito atraente, a BMW irá produzir apenas 100 unidades da edição especial, que ainda não teve seus preços finais informados.

Mais informações sobre o veículo devem ser liberadas ao final do ano, quando a empresa apresenta a seus consumidores os modelos da nova geração.

POR EBENÉZER CARVALHO


O segmento ecológico da marca BMW, chamado BMWi, lançou o seu veículo elétrico i3 em Nova Iorque, Pequim e Londres. O carro será comercializado em novembro no Mercado Europeu. No Brasil, a previsão de lançamento do veículo é para 2014.

Com valor inicial em US$ 46 mil (aproximadamente R$ 104 mil), o i3 apresenta tração na traseira e motorização elétrica chegando a 125 kW, o mesmo que 170 cavalos de potência. O veículo é carregado com uma bateria de lítio.

A marca BMW informou que lançará uma opção com motorização de combustão interna com 650cc e 34 cv. A unidade tem capacidade de gerar energia para a bateria de lítio, estendendo a autonomia do i3 em 300 quilômetros.

No que se refere à estrutura, a marca alemã fez investimentos em elementos de fibra de carbono e também de alumínio. Tal combinação resulta em um carro com apenas 1.195 quilos. De acordo com informações da assessoria de imprensa da BMW, a base da arquitetura do veículo, chamada LifeDrive, tem separação em 2 blocos, nomeados de superior e inferior.

Por Marcelo Araújo


A BMW voltou a ficar na primeira posição no que se refere às comercializações de veículos do segmento de luxo no mercado automotor em escala global. No mês de fevereiro, com a queda da Audi para o 2º lugar e a marca Mercedes-Benz assumindo a terceira posição, a BMW retomou sua soberania.

A marca alemã passou para a 1ª posição no setor de luxo por causa de uma demanda forte nas vendas de veículos como o X1 e o Série 3, que ajudaram a alavancar as comercializações da BMW, que cresceram 7% no mês de fevereiro, índice maior do que o aumento da Audi (3,2%). Nos 2 primeiros meses de 2013, a BMW emplacou 407 unidades a mais do que a Audi.

As comercializações da Mercedes-Benz tiveram queda de 5,8% no mês de fevereiro, o que fez a marca entregar 37.229 unidades a menos do que a BMW até o fim de fevereiro. A marca informou que irá apresentar novos veículos como o novo Classe S, o CLA e o Classe E (facelift) para retomar a primeira posição.

Por Marcelo Araújo


A BMW, uma das mais famosas marcas automotivas do mundo, não cansa de inovar e surpreender. Ainda no primeiro semestre de 2013, mais precisamente em abril, a montadora lançará o incrível BMW X6 M, um carro potente e veloz, idealizado para agradar os consumidores que valorizam a esportividade e o bom acabamento.

Robusto e agressivo, o crossover vem equipado com o motor 4.4 V8 biturbo, capaz de desenvolver 555 cavalos de potência. Além disso, os veículos contarão com câmbio automático de 6 marchas. O modelo da transmissão é o M Steptronic. A velocidade média do BMW X6 M é de 275 km/h e ele faz de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos.

Em termos de visual, o BMW X6 M recebeu modernos faróis tanto na parte dianteira quanto na traseira. A iluminação ganhou lâmpadas brancas de LED. Além disso, o carro recebeu barras horizontais vermelhas e grades centrais tridimensionais. Todo o conjunto foi pensado para oferecer arrojo, beleza e tecnologia.

O preço de venda do BMW X6 M 2013 ainda não foi confirmado pela montadora, mas deve ser similar aos valores dos esportivos da marca.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A BMW do Brasil já apresentou a nova geração do Série 3, conhecido como sendo o veículo da marca mais vendido no mundo todo.

A 6ª geração do modelo chega ao Brasil, em 2 versões, com algumas mudanças no design e na parte mecânica, atribuindo-lhes maior economia e potência. A 1ª versão, intermediária, trata-se da 328i, enquanto a 2ª versão, a 335i, caracteriza-se por ser a top de linha. Há ainda a versão 320i, de entrada, programada para chegar ao Brasil, apenas no mês de agosto.

De acordo com as informações obtidas, para as 2 primeiras versões, os valores anunciados são a partir de R$ 171,4 mil. Já na versão de entrada, o valor de venda deverá ser menor, por volta de R$ 130 mil.

Para a montadora, a chegada do modelo ao Brasil tem o objetivo de reforçar o seu comércio de automóveis, na tentativa de manter um alto número de vendas mesmo com a medida adotada pelo governo, que aumentou o IPI de carros fabricados fora do México e Mercosul, desde o final de 2011. No ano passado, as vendas superaram uma quantidade de mais de 12 mil veículos no país.

Por Anne A. Matioli Dias


O luxuoso sedã top de linha BMW Série 7, lançado em 2008, está próximo de ganhar a sua primeira atualização, que será revelada por completo durante o Salão do Automóvel de Frankfurt, em setembro, e que deve chegar às ruas ainda no final de 2011.

Enquanto não é apresentado oficialmente, o Série 7 2012 já roda pelas ruas europeias, mostrando algumas das novidades que trará. De acordo com o site Automobile Magazine, que publicou fotos do sedã renovado, algumas das alterações estão no desenho dos parachoques traseiro e dianteiro e nas luzes indicadoras de direção, que vão aparecer nas capas dos retrovisores, além das lâmpadas de LED, colocadas em uma pequena faixa, logo acima dos faróis.

Com relação aos motores, o propulsor V8 4.4, que dependendo da versão pode chegar a 407 cv ou a 465 cv de potência, que equipa a linha atual do modelo, deve ser mantido.

O Série 7 tem preço sugerido no Brasil de R$ 569.050,00, equipado com head up display, câmera traseira, sensor de chuva, faróis com acionamento automático, computador de bordo, ar condicionado automático, sistema de navegação e multimídia, entre outros itens. Ainda não há previsão de quando a versão 2012 chegará por aqui.

Por André Gonçalves


Veículos automotores importados chegam ao Brasil com a promessa de atender à atual demanda. Com a melhoria da economia nos últimos anos, os consumidores mais endinheirados começaram a buscar carros que tragam um diferencial a seus dias, mesmo que os valores sejam muito além dos praticados nos modelos nacionais.

A BMW acaba de dispor ao Brasil, por meio das concessionárias Eurobike, o X3.

Com novo design, a segunda geração do exemplar possui maior espaço interno, transmissão automática de oito marchas, tecnologia de suspensão com novidades, entre outras novidades.

O veículo da BMW conta com direção hidráulica e elétrica, volante esportivo, Global Position System (GPS), controle eletrônico dos amortecedores, tração nas quatro rodas, sensor de chuva, entre outros recursos interessantes.

O X3 possui, ainda, duas motorizações, que influenciam diretamente no preço. Ambos, com seis cilindros em linha e movidos a gasolina, são comercializados a valores que variam de R$ 212.550 a R$ 273.050.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Preocupado em fornecer soluções que convirjam às necessidades de um meio ambiente mais limpo, as montadoras de veículos automotores passaram a focar seus esforços em criar carros elétricos e híbridos, sem deixar de lado, claro, os tradicionais automóveis movidos a gasolina, etanol e diesel.

A BMW lançou, recentemente, a sub-marca BMW i, voltada ao desenvolvimento de carros do ramo Premium, ou seja, sustentáveis. Em meados de 2013, dois modelos serão lançados no mercado, o BMW i8 e o BMW i3. O intento faz parte de uma estratégia já antiga da montadora, a qual tem por intuito dedicar atividades à mobilidade que não agrida o meio ambiente.

Os dois exemplares iniciais desenvolvidos pela BMW i são baseados num conceito diferenciado de arquitetura, com chassi de alumínio agregando um conjunto de transmissão, ou propulsão, aliado a um plástico robustecido por fibra de carbono. Com isto, menos peso extra aos modelos e, consequentemente, inserção mais agradável das baterias.

A fábrica responsável pela confecção dos modelos já está definida: Leipzig, situada na Alemanha. Estima-se que 800 empregos sejam criados até 2013 envolvendo a BMW i.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


Após a confirmação de que o novo modelo X1 xDrive 28i será montado com o novo propulsor desenvolvido pela BMW, a montadora confirmou que outros modelos de sua gama também passarão a ser equipados com o novo motor 2.0 biturbo, que substituirá o atual 3.0 composto por seis cilindros em linha aspirado, que vinha equipando seus principais modelos.

O novo motor foi desenvolvido para ser menor e mais potente/econômico do que os motores atualmente utilizados, para atender as exigências do mercado automobilístico que busca sempre maior desempenho com maior economia. Conforme dados da fabricante o novo propulsor pode chegar a ser até 16% mais econômico no consumo e nas emissões de gás carbônico, apresentando rendimento e potência melhores do que os atuais. No modelo X1 o novo motor pode render até 245 Cv de potência.

Os outros modelos da montadora que irão receber o 2.0 biturbo serão o elegante roadster BMW Z4, modelo de linhas joviais e esportividade requintada e toda a família do BMW serie 5. A troca dos motores começará agora no final deste ano e prosseguirá até o começo de 2012.

Por Mauro Câmara

Fonte: Carros IG


Responsável por uma das mecânicas mais bem desenvolvidas do planeta, com motores que conjugam eficiência e potência, a BMW continua em busca de mais economia. Sem perder a tradicional eficiência, a montadora desenvolveu um novo propulsor 2.0 Litros de quatro cilindros e que, segundo ela, tem desempenho igual a de motores de maior capacidade de cilindrada. Este novo motor irá substituir o 3.0 três cilindros utilizado em alguns de seus modelos.

Repleto de inovações tecnológicas como injetores de alta precisão, carter de alumínio e dois turbos, o novo propulsor gera 254 CV de potência já equipará a nova versão do X1 xDrive 28i, modelo de design compacto e simpático que equipado com o novo propulsor, segundo a montadora, poderá atingir a velocidade máxima de 240 km/h. O arranque de 0 a 100 km/h se dá em apenas 6,1 segundos e o consumo médio é de 12,7 Km/l de combustível. Dados revelados pela fabricante que comprovam a economia e a eficiência do novo propulsor que deverá ser o coração de outros modelos da marca como o Série 3 e o Z4.

Por Mauro Câmara

Fonte: Revista Auto Esporte





CONTINUE NAVEGANDO: