O Instituto Nacional de Meteriologia Qualidade e tecnologia- INMETRO- tem feito seu papel ao testar os produtos que são fabricados, montados ou importados para o Brasil. O brasileiro, a cada ano que passa, procura maneiras de como economizar, porém, espera não ter que abrir mão do que é bom.

O carro ideal para eles é um que rode muito e que seja o mais completo possível. Nem sempre se tem o que se quer, não é verdade? Pensando nisso, o instituto tem buscado formas de classificar o mais próximo da realidade urbana: os gastos com combustível desses carros chamados de populares. Os índices são bastante variáveis.

Contudo, não há com que se preocupar, pois, a cada modelo lançado novos teste são feitos e como se diz “ a fila anda”. O bom é que o novo abre portas para o progresso e o ruim é a confusão que fica na cabeça do consumidor em ter que escolher entre um e outro.

Os carros que mais economizam gasolina são os que possuem motor híbrido. Essa nova geração de motores tem dado o que falar devido sua tecnologia avançada, porém, de difícil acesso devido ao valor de compra que é bem acima do convencional.

O carro desse seguimento que permanece no topo da lista é o Ford Fusion com o seu motor 2.0 com 16v. Seu consumo fica em torno de 16,8 km/l na estrada. Em contra-partida, sua manutenção é uma das mais caras devido às peças específicas que no mercado ainda não existem as genéricas obrigando o consumidor a comprar tudo original.

Logo em seguida vem o Lexus CT200h híbrido. Ele consegue fazer quase a mesma quilometragem do Fusion, girando em torno de 15, 7km/l apesar de seu motor 1.8 16v, bem inferior ao ao modelo da Ford e bem mais caro.

Conclusão, se for escolher o carro que mais economiza combustível terá que pagar o preço por um carro mais evoluído que os demais, mesmo que custe um valor amargo se tiver a oportunidade poderá valer a pena.

Por Gleison Nunes Uchoa


A montadora Toyota acaba de apresentar uma bela novidade para o mercado de autos. Trata-se do novo Auris Touring Sports,  modelo que surpreende pelo visual e pela funcionalidade.

Por enquanto, o carro foi produzido especificamente para a Europa e na versão para o velho continente, ele vem equipado com  os seguintes propulsores: 1.4 D-4D movido a diesel, 2.0 D-4D movido a diesel, 1.33 Dual VVT-i movido a gasolina e  1.6 Valvematic, movido também a gasolina. Vale acrescentar que o Toyota Auris Touring gera até 132 cavalos de potência e alcança a velocidade de 200 km/h.

Há ainda uma versão sustentável do carro, que conta com   a tecnologia Hybrid Synergy Drive – HSD, que alia motor elétrico com bateria de lítio e  motor movido a combustão. Essa combinação é ao mesmo tempo ecológica e econômica.

Na parte interna, este modelo conta com painel com tela touchscreen acoplada no volante, porta-objetos variados, moderno sistema multimídia de entretenimento,  ar condicionado, bancos revestidos e amplo porta-malas.

O do novo Auris Touring Sports começará a ser vendido a partir do primeiro trimestre de 2013 e seus preços de comercialização ainda não foram divulgados pela Toyota. Os apaixonados por carros não perdem por esperar.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) divulgou uma notícia muito interessante sobre o Fusion Hybrid. Ele foi analisado e descobriu-se que é o modelo mais econômico do Brasil.

Seu motor 2.5 l é movido a gasolina, embora só tenham sido vistos modelos disponibilizados pelas montadoras de forma voluntária.

Com um desempenho de 13,8 km/l, o conhecido híbrido da Ford ficou bem na frente de automóveis reconhecidos pelo baixo consumo de combustível, como o Uno Mille de 12,7 km/l, o novo Uno de 12,5 km/l, o Palio de 12,2 km/l, o famoso Logan e o Renault Sandero com 12,1 km/l de desempenho.

Em contrapartida, o preço de R$ 133.900 não faz frente com a tamanha economia de gasolina. Este valor é cerca de R$ 50 mil mais caro que a versão de um motor mais poluente, ou seja, a combustão.

No ano passado, foram comercializadas mais ou menos umas dez mil unidades da linha Ford Fusion. O modelo ecológico representou somente 5% dessas vendas, o que, na verdade, são aproximadamente 500 unidades.

Ser sustentável pode até ser bom para o meio ambiente, mas parece que para os lucros do fabricante, isso não é nada legal.

Por Jéssica Monteiro 

Fonte: Terra


A Volkswagen está em Detroit, no North American International Auto Show, lançando o Jetta Hybrid, um automóvel movido por um motor a gasolina e um motor elétrico sem emissões.

Segundo a fabricante, o Jetta Hybrid pode atingir um índice de consumo de 19 quilômetros por litro em circuito combinado cidade/estrada, ou seja, ele consome cerca de 20% menos combustível que um carro com propulsão tradicional.

Quando o carro para nos semáforos ou fica no “para e anda”, o motor a gasolina é imobilizado.

Outra vantagem é que no trânsito urbano, a economia sobe para 30%. O carro também pode ser utilizado no modo elétrico puro, sem emissões. Pode percorrer até dois quilômetros nesse modo.

Uma bateria de íons de lítio é responsável por fornecer energia para movimentar o motor elétrico. O sistema de baterias fica atrás do banco traseiro, evitando assim comprometer o espaço interno do veículo.

O novo modelo será lançado em novembro deste ano, primeiramente nos Estados Unidos e Canadá.

O Jetta Hybrid inclui ESP (programa eletrônico de estabilidade), sistema de freios antibloqueio (ABS) e seis airbags podendo ser ampliado, opcionalmente, com airbags laterais e nas portas traseiras.

Por Natali Alencar


Ainda há tempo de planejar a compra do seu carro flex…

Pesquisas apontam que o álcool de cana de açúcar elimina menos CO2 que a gasolina e um dos fatores para tal vantagem é que a cana absorve esse composto quando é cortada e anula a emissão de CO2 pelo automóvel.

Sendo assim, os carros com motor a álcool ou flex causam menor impacto ambiental. Dessa maneira segue uma das propostas do governo brasileiro e do mundo com relação ao futuro ambiental que é a de diminuir a emissão de carbono do nosso planeta.

E, para estimular essa responsabilidade ecológica, o setor automotivo foi mais uma vez beneficiado com a prorrogação do IPI reduzido para os carros com motor a álcool e flex até 31 de março de 2010. Então não perca tempo, aproveite esse incentivo, adquira seu carro flex e ainda coopere com o ambiente.





CONTINUE NAVEGANDO: