Modelo 2019 da Chevrolet Spin será lançada no Brasil em julho de 2018.

A nova Chevrolet Spin acaba de ser revelada através de um flagra realizado por um site argentino. O modelo foi fotografado na gravação de um comercial para aquele país, na sua versão aventureira, a Activ. As imagens acabam mostrando seu novo design, possuindo a mesma frente do Cobalt e uma traseira totalmente nova com lanternas horizontais. Outra grande modificação na Spin Activ é que ela não possui o estepe pendurado na sua traseira. A estreia está prevista para julho.

O novo design do modelo é basicamente uma versão melhorada do Cobalt, com as lanternas longas, a entrada de ar menor e o para-choque dianteiro totalmente inovador.

Sua traseira ganha novo modelo de farol, invadindo o porta-malas e um novo modelo muito mais charmoso.

Sua versão terá um número 7 em seu emblema, especula-se que seja uma indicação de que possuirá sete lugares. Ele também possuirá um novo sistema de rack no seu teto e um pequeno spoiler na tampa do porta malas. Seu interior ainda não foi divulgado, e não há dados sobre seu motor.

Mas com certeza essa nova versão de SUV, será um carro muito espaçoso e aconchegante ideal para passeios familiares. A cada dia que passa as montadoras tem investido mais pesado em carros que possam oferecer mais conforto e tecnologia para seus clientes.

Por isso, a Chevrolet não quer ficar para trás e vem com esse novo modelo da Spin, para ganhar o coração dos amantes por carros em todo o mundo. O lançamento no Brasil já está sendo muito aguardado e muitos curiosos estão ansiosos para conferir esse novo modelo.

Se você está pensando em trocar de carro esses meses vale muito a pena esperar esse modelo chegar ao Brasil, pois será uma ótima opção de compra. Não deixe de procurar uma concessionária mais próxima de você para conferir mais novidades sobre esse lindo modelo que está prestes a sair.

Para quem se interessou fique atento nas novas novidades, provavelmente novos detalhes serão divulgados muito em breve.

Esse modelo chegará para competir com as maravilhosas SUVs que temos já no mercado nacional, espera-se que ele chegue para brigar de igual para igual com os modelos espetaculares que já temos no mercado atual.

Ou seja, ele terá que vir com muitas novidades, para ganhar a concorrência. Vamos aguardar para ver suas especificações sobre sua potencia, sua tecnologia de bordo, e sobre o sistema de câmbio que será adotado.

O que sabemos é que ele é montado em cima do Cobalt, então podemos basear que sua linha será do patamar para cima em relação ao modelo. Então podemos esperar que muita coisa boa virá por conta da Chevrolet.

Não deixe de pesquisar sobre o novo Spin e não compre outro modelo até fazer um test-drive em um desse modelo antes.

O que sabemos também é sobre seu estofado, que terá bancos corrediços e muito mais refinados, trazendo um charme especial e um toque de carro luxuoso ao modelo.

Portanto, se você gosta de carro luxuoso, espaçoso e ao mesmo tempo confortável essa é uma grande opção para comprar.

O lançamento no Brasil está previsto para o mês de julho e as vendas começarão logo a seguir. Creio que até a segunda quinzena do mês que vem vocês já poderão fazer o test-drive nesse novo modelo.

Por isso não faça nenhum negócio antecipadamente, aguarde até essa data para escolher, não deixe de testar um Chevrolet Spin antes de comprar seu novo veículo para não se arrepender depois.

As opções de carros hoje em dia são muito grandes, por isso experimentar o máximo de opções antes de decidir qual comprar é muito importante para evitar frustrações futuras.

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Chevrolet Spin 2019

Chevrolet Spin 2019


Modelo passou por mudanças no design, mecânica e eletrônica.

A notícia de hoje é para aqueles que são fãs de um dos modelos mais conhecidos da Chevrolet, o Camaro. A Chevrolet apresentou recentemente para o mercado a sexta geração do carro, um de seus garotos propaganda, com reestilizações no design, na mecânica e eletrônica do automóvel. Este conjunto de mudanças tornou a sexta geração bem diferente da anterior.

O novo Camaro está mais leve e mais rígido, o que só foi possível graças ao uso de metais nobres extensivos dando 28% mais rigidez e 83 kg a menos no veículo se comparado com a quinta geração.

Outro diferencial do Muscle Car é a compactação de suas medidas. São 4.784 mm no comprimento (sendo 52mm menor que o modelo da quinta geração) e a altura também perdeu 31 mm desse para o modelo anterior.

Se já não bastasse, o motor V8 6.2 aspirado com injeção direta de gasolina, do Corvette, está presente no Camaro. Diante desta combinação, é possível alcançar os 461cv de potência com um torque de 62,9 kgfm tracionados para as rodas traseiras através de um câmbio em formato borboleta no volante, de oito marchas com trocas manuais.

O seletor de modo de condução permite uma condução mais segura e com mais velocidade, proporcionando quatro diferentes personalizações. Ele mantém sempre os freios Brembo com o intuito de garantir a segurança em qualquer passeio.

No interior do veículo a conectividade também fala mais alto, sendo possível o espelhamento de smartphones via Apple Car Play e Android Auto. Existem também outros equipamentos , como o carregador por indução, ar-condicionado de duas zonas , tela customizável com computador de bordo e manômetros indicando a pressão do óleo e de força G.

Na comemoração de 50 anos do modelo, a Chevrolet fabricou apenas 100 unidades do coupé. No Salão de São Paulo houve a entrega de veículos da sexta geração do Camaro saindo pelo valor de R$ 297.000,00. Sendo todos os modelos na cor cinza e faixas no capô. Rodas aro 20" exclusivas, logos especiais e uma plaqueta indicando a versão numerada. Em 2017 é previsto a chegada de modelos Conversível e o SS Coupé, ainda sem valores definidos.

Por Denisson Soares


Confira as principais novidades e o preço da nova Chevrolet S10 Advantage.

A versão Advantage retorna à série da pick-up Chevrolet S10, depois de algum tempo fora de linha (desde de maio deste ano), por causa do lançamento da linha S10 2017. A previsão de apresentação no mercado, durante a Adventure Sport Fair (maior feira de esporte de turismo de aventura do continente americano). O modelo estará disponível a partir de novembro deste ano. Os valores da caminhonete giram em volta dos R$ 90.000,00, preço bastante competitivo segundo a Chevrolet, que visa este item como diferencial para conquistar clientes.

Algumas funções da versão Advantage da S10 são: Sistema OnStar (pacote de proteção veicular por 3 meses); Sistema multimídia MyLink com touchscreen de 7 polegadas; direção elétrica progressiva; alerta de pressão dos pneus; ar condicionado; vidros elétricos; capota marítima; travas elétricas; airbags frontais; Freios ABS com EBD (auxiliar complementar do freio ABS); comando com controle remoto; Apple CarPlay / Android Auto; Rodas de liga-leve de 16 polegadas; farois de neblina; chave tipo canivete; Bancos com revestimento em tecido escuro; adesivos “Advantage” nas portas dianteiras; motor 2.5 litros flex; 197/206 cavalos de potência (gasolina/álcool, respectivamente); Torque de 26,3/27,3 kgfm (gasolina/álcool, respectivamente); câmbio manual de 6 marchas; tração 4×2; Velocidade: até 163 km/h; Garantia de 3 anos; cores disponíveis: Azul Blue Eyes, Cinza Graphite, Branco Summit, Prata Switchblade, Preto Ouro Negro e Vermelho Chili; Painel interno remodelado; além da tampa traseira com trancas.

Com relação ao pacote de proteção veicular OnStar, vale a pena destacar alguns ítens interessantes do plano:

  • Bloqueio do veículo;
  • Acionamento de emergência;
  • Transferência de ligação para Chevrolet Road Service em caso de pane elétrica/mecânica;
  • Informações em tempo real por meio de aplicativo;
  • Alerta de velocidade;
  • Travamento/destravamento remoto das portas;
  • Monitoramento em rotas

Avaliações de consumidores. Alguns consumidores gostaram da nova versão, especialmente se o objetivo do veículo é para trabalho, e concordam no tocante ao número de itens fornecidos pela pick-up, além do motor flex – muitos comentaram que esse é o melhor motor flex da categoria. Outros, no entanto, argumentam que a versão poderia ter incluídos alguns itens, como câmbio automático. Também sentiram falta da função de controle de estabilidade.

Cristiane Magalhaes


Carro sofreu uma repaginada e estará presente no novo filme dos Transformers.

Chevrolet Camaro continuará sendo o personagem Bumblebee no novo filme do Transformers. O carro traz a carroceria amarela com uma faixa preta, uma foto do Camaro fantasiado de Bumblebee foi tuitado no início de junho acidentalmente pelo diretor do filme Michael Bay.

O acordo comercial entre a General Motors e os produtores da franquia servirá para promover a sexta geração do cupê esportivo lançada como ano-modelo 2016, porém, o filme só será lançado em 2017, com o nome de "The Last Knight" (literalmente, "o último cavaleiro").

Alguns vídeos amadores já começaram a surgir mostrando trechos das gravações do filme. Em um deles o Camaro/Bumblebee puxa uma fila de veículos que costura entre outros que vão à contra mão. No vídeo original, os carros se movimentam lentamente – a aceleração da cena acontecerá na mesa de edição.

O filme anterior da sequência Transformers “A Era da Extinção” é de 2014. O lançamento do quinto da franquia ganhará o reforço do veterano ator Anthony Hopkins.

O primeiro filme da franquia foi lançado em 2007, mesmo para quem não gosta do filme, é impossível não se impressionar com os carros de Transformers. O filme conta a história de robôs alienígenas que se transformam em supercarros, um mais incrível que o outro.

Na trama de 2014, “A Era da Extinção”, o Autobot Bumblebee é um Chevrolet Camaro SS dos anos 70. O modelo conta com um motor que varia de 350 a 360 cv de potência. Usando seu poder de copiar a forma de outros carros, o Bumblebee faz uma reestilização – no decorrer do filme – e se transforma em um Camaro Concept.

O vilão Andean, dos Deceptcons, se transforma em um Pagani Huayara, um dos modelos mais inovadores do mundo automotivo. O esportivo conta com motor Mercedes-AMG M158 V12 turbo de 730 cv e 1.000 nm de torque.

O chefe da turma do mal, Lockdown, assume a forma de um Lamborghini Aventador, na cor preta com aspecto fosco. O esportivo possui um dos designs mais inovadores do mundo e esconde, embaixo do capô, um motor de 700 cv e 690 nm de torque.

O mais ranzinza dos Autobots, Crosshairs, muda sua forma para um Chevrolet Corvette Stingray. O modelo de alto desempenho conta com um motor V8 de 460 cv de potência e transmissão manual de 7 marchas – ou automática de 6 velocidades.

O samurai Drift, dos Autobots, se converte em um Bugatti Veyron, o carro mais rápido do mundo. O esportivo é fabricado pelo Grupo Volkswagen e chega a uma velocidade máxima de 431,072 km/h, graças ao motor de 1.001 cv de potência – quase 13 vezes mais potente do que um Fiat Uno Vivace 1.0.

O líder os Autobots, Optimus Prime, se transforma em um caminhão Peterbilt 379 personalizado, com o bico mais arredondado do que o tradicional e faróis mais modernos. Esta versão tem motor de aproximadamente 500 cv de potência.

Agora é só aguardar a estreia do novo filme pra se surpreender e “babar” pelos novos modelos dos supercarros de Transformers "o último cavaleiro".

Por Dany Bueno


Modelo será lançado em julho e custará até R$ 107 mil.

Após ter sido lançada oficialmente no Brasil, a nova geração do Chevrolet Cruze chegou com um visual inteiramente renovado, muita tecnologia embarcada, bem como motorização turbo. Essa nova geração desse famoso sedã chegará ao Brasil vindo importada da Argentina, sendo que o veículo será disponibilizado em três versões distintas, aqui no mercado nacional elas custarão a partir de R$ 89.990 e chegarão a R$ 107.450. Segundo as expectativas da empresa, as primeiras unidades irão chegar às lojas ainda neste mês de junho, contudo as entregas dos veículos comercializados só acontecerão no mês de julho.

O design mais esportivo é o grande destaque trazido por este novo Cruze, muitos ao visualizarem o veículo disseram que o desenho dele ficou bastante semelhante aos dos seus principais rivais que são o Civic e o Elantra. Com relação à configuração das versões, a fabricante preferiu manter as mesmas, sendo estas a LT e a LTZ, todavia a versão mais cara terá um pacote extra de acessórios.

Com os valores variando entre R$ 89.990 e R$ 107.450, valores estes que representam um aumento considerável em relação à versão anterior, a qual tinha valor fixado entre R$ 81.190 e R$ 90.290. A principal justificativa da fabricante para este reajuste dos preços foi o fato de que esta nova versão chega ao mercado muito mais seguro, rápido, moderno, bem como econômico. Ao que tudo indica, a nova geração do principal concorrente do Cruze, que é o famoso Honda Civic, deverá chegar ao mercado brasileiro também com reajuste nos preços.

As três configurações disponibilizadas serão a LT, a LTZ e a LTZ equipada com pacote plus ou chamada também de LTZ 2, a qual será a topo de linha do veículo. Todas as configurações terão o propulsor 1.4 turbo com sistema de injeção direta, este motor possui um grau elevado de tecnologia, haja vista que ele além de injeção direta de combustível, o bloco confeccionado em alumínio contribui para que o Cruze tenha uma redução de peso de 113 Kg, detalhe este que fez com que o veículo obtivesse uma significativa melhora no seu desempenho. A 5.600 rpm, a potência desse motor é de 155 cavalos e o torque é de 24,5 mkgf. Este propulsor trabalhará em conjunto com a transmissão automática de seis marchas.

Por Adriano Oliveira


Novo Cruze traz um visual mais agressivo e um porta-malas maior. Modelo deverá começar a ser vendido no próximo ano.

A cada mês que se passa mais próximo vai ficando o início do São do Automóvel de São Paulo, evento que ocorrerá entre os dias 10 e 20 de novembro deste ano de 2016. E os profissionais do ramo da automobilística, bem como os apaixonados por carro, já começam a especular a respeito dos novos modelos que serão apresentados pelas fabricantes neste evento. O certo é que algumas fabricantes aproveitam este momento para ir divulgando aos poucos quais serão as suas principais novidades e com a Chevrolet não ocorre de forma diferente, haja vista que a empresa já fez a divulgação oficial que irá apresentar o novo Cruze Hatch neste evento.

O Cruze Hatch foi apresentado no mercado exterior na última versão do Salão de Detroit, a qual foi realizada no mês de janeiro, sendo que no mercado norte-americano o modelo começará a ser comercializado já no mês de outubro ainda deste ano. Se formos comparar este modelo que será mostrado aqui no Brasil, o Cruze Hatch, ao já conhecido e comercializado por aqui e em diversos outros países, o Cruze Sport 6, este novo hatch que será lançado no mercado nacional traz consigo um visual muito mais agressivo, principalmente na sua parte traseira, uma vez que foram inseridos alguns apliques a fim de simular entradas de ar no para-choque.

Já na parte interna, o principal destaque do veículo ficou por conta do seu porta-malas, que teve a sua capacidade aumentada e passará a contar com nada mais nada menos que 524 litros. Para termos uma noção do quanto o compartimento ficou espaçoso, o porta-malas de um VW Golf, por exemplo, possui exatos 338 litros apenas.

Do mesmo modo que o Cruze sedã, este modelo também será importado da Argentina e será lançado no mercado nacional no segundo semestre. Essa nova versão do hatch do Cruze deverá ser lançada com o novo propulsor 1.4 16V turbo, o qual na Argentina possui um potência máxima de 155 cavalos, porém, por lá o motor é fabricado para ser movido somente por gasolina.

Aqui no Brasil, a tendência é que a Chevrolet adapte este motor à tecnologia flex, detalhe este que fará com que este propulsor fique ainda mais potente quando abastecido com etanol. Ao que tudo indica, o Cruze Hatch deverá ser fabricado na unidade argentina, localizada em Rosário, e poderá começar a ser comercializado aqui no Brasil ao longo do ano de 2017.

Por Adriano Oliveira


Modelo passou por mudanças no visual e ganhou novos itens. Picape custará entre R$ 72 mil e R$ 160 mil.

Uma das grandes novidades do mercado de automóveis é, sem sombra de dúvidas, a chegada da linha 2017 da Chevrolet S10. Trata-se de uma linha reestilizada e que promete fazer bastante sucesso. É importante destacar que seu novo visual possui a frente fortemente baseada na picape Colorado, que é comercializada nos EUA. O preço da versão mais barata custa R$ 72.350, enquanto que nas versões top de linha o preço ultrapassa a casa dos R$ 160.000.

A nova S10 não vem recheada de novidades apenas no visual, a linha 2017 também ganhou: direção elétrica, melhoras nas tecnologias dos sistemas de controle de vibrações, novos conjuntos de suspensão e de freios, além do aperfeiçoamento no isolamento acústico. Outro grande destaques da nova S10 é o alerta de colisão e de mudança involuntárias de faixa, sendo que esses dois itens prometem trazer ainda mais segurança. Além disso, ainda podemos destacar outras novidades: acionamento da ignição a distância, multimídia acompanhada de Android Auto e Apple CarPlay, luzes diurnas de led e sistema Onstar.

Levando em consideração o grande aumento do apelo urbano, a Chevrolet também investiu pesado em alertas de colisão frontal, desvio de faixa, além de sensor de ré de estacionamento.

Apesar das mudanças no design e dos novos itens que compõem a Chevrolet S10 2017, é importante destacar que sob o capô do automóvel não houve mudanças. Dessa forma, permanece o motor 2.8 turbodiesel de 200 cv a 3.600 rpm e 51 kgfm a 2.000 giros. O referido motor é acompanhado de câmbio automático com seis velocidades. Esse câmbio tem como principais características as trocas rápidas e suaves.

Como já destacado, a parte visual é uma dos destaques da nova S10. Saiba que as mudanças foram muito bem feitas. O capô passou a contar com uma cavidade em sua área central posterior, a grade recebeu um alongamento até os faróis (que foram redesenhados) e o para-choque dispõe de novo design.

As mudanças no interior, por sua vez, procuraram organizar ainda mais a parte interna do automóvel. O painel dispõe de aparência e tecnologia mais agradáveis. A nova central multimídia também chama bastante atenção, haja vista a tela de oito polegadas capacitiva.

Por Bruno Henrique


Veículo vem com motor 1.4 e conta com diversos itens de entretenimento e segurança.

A GM, General Motors, apresentou recentemente a nova geração do modelo Chevrolet Cruze, o qual terá, pelo menos nos Estados Unidos, um novo motor turbo 1.4 com injeção direta e também conectividade através do Android Auto do Apple CarPlay.

Mary Barra, presidente da GM, disse na apresentação em Detroit que o novo Chevrolet Cruze traz acessórios de entretenimento e segurança, no mesmo patamar de um Mercedes-Benz Classe C, porém, pela metade do preço.

O carro possui uma central multimídia com tela de 7 polegadas, entretanto, os sistema de conectividade estarão disponíveis como um avanço, com a tela de 8 polegadas.

Com relação ao quesito segurança, o Cruze 2016 de série contará com 10 airbags e diversas novidades opcionais, como alerta de ponto cego e colisão frontal, assistente de faixa e monitoramento da pressão dos pneus.

Na parte externa do veículo, o Cruze foi totalmente redesenhado e com clara inspiração no Volt. Agora o carro está com um toque mais esportivo e teve seus números alterados, teve um acréscimo de 68 milímetros no comprimento, porém, diminuiu 25 mm em sua altura e o peso teve um decréscimo de 24 kg.

A presidente da GM também fez diversas comparações com o Mercedes-Benz Classe C, o Cruze só ficaria muito atrás no quesito entre-eixos, onde o mesmo possui distância de 2,70 metros, já o modelo alemão conta com 2,84 metros.

Mesmo renovado o carro continua competindo com o Honda Civic, Toyota Corolla, Volkswagen Jetta e Nissan Sentra.

Apesar de o modelo contar com as tecnologias de conectividade, ficou evidenciado de que o novo propulsor turbo 1.4, o qual possui uma potência de 155 cavalos e acelera o veículo de 0 a 100 km/h em aproximadamente 8 segundos, mas a triste noticia é que no momento somente os consumidores do país norte americano poderão ter essa regalia.

O sedan conta com sistema start-stop, que visa à economia de combustível e será aliado a um câmbio de seis marchas tanto na transmissão manual, quanto na automática. As quatro rodas contarão com freios a disco, câmera traseira e controle de estabilidade.

Nádia Neves


Veículo terá diversos itens de série e custará R$ 76.990.

O Chevrolet Tracker, que possuía a versão LTZ, agora está sendo comercializada também na versão LT, a qual chega para se colocar na posição de linha de entrada. Esta novidade utiliza o mesmo conjunto mecânico da versão topo de linha, porém, na contra partida teve seu pacote de acessórios reduzido para que a mesma ficasse mais barata. Este novo modelo custará R$ 76.990, o que representa uma diminuição de R$ 5,6 mil.

Em relação a versão LTZ, a nova variante acabou perdendo suas rodas de liga-leve de aro de 18 polegadas, que passou a ser de16 polegadas e também as maçanetas, que agora estão na cor da carroceria e antes eram cromadas. Já na parte interna, o utilitário da Chevrolet deixou de ofertar o volante com multi funções (com revestimento de couro e acabamento prateado), assim como o sistema multimídia MyLink e os bancos de couro.

Nos equipamentos de série, a versão conta com lanternas e faróis de neblina, som com CD player, barras longitudinais no teto, banco e volante do motorista com regulagem de altura, computador de bordo, ar-condicionado, porta-óculos no console de teto, direção hidráulica, airbags frontais, trio elétrico, freios ABS com EBD, cinto de três pontos com encosto de cabeça e Isofix.

O propulsor é um Ecotec de 1.8 litro com 16V, que gera 140 cavalos a gasolina e com etanol chega a 144 cv, a 6.300 giros e com respectivamente 17,8 kgfm e 18,9 kgfm de torque, a 3.800 giros. O câmbio é um automático de 6 marchas, com opções de trocas no modo manual sequencial.

Com esta nova versão, o modelo pretende alavancar as vendas no mercado de SUVs compactos e atrapalhar os concorrentes da categoria. Do mês de janeiro até novembro, o carro chegou a emplacar 9.500 unidades, contra 44.600 do Honda HR-V, 32,2 mil do Jeep Renegade e 31.400 do EcoSport montado pela Ford.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Foram mais de 10 mil unidades vendidas em setembro no estado de São Paulo, colocando o modelo em 1º lugar no ranking de vendas do mês.

Para os que afirmam, principalmente os economistas, que o tempo não anda muito bom para vendas, a montadora GM, também conhecida como Chevrolet, não tem do que reclamar quanto ao seu modelo Onix que é hoje considerado como uma liderança em vendas no segmento carro popular.  

O Onix foi o único carro, velando em consideração apenas o estado de São Paulo, que teve a marca de 10 mil unidades vendidas somente no mês de setembro. Esses dados são oficiais e emitidos pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. O órgão ainda informa que também no mês de setembro o total exato de 10.212 unidades passou pelo emplacamento, o que leva à conclusão de que as boas vendas do Onix seguem por meses anteriores.  

O que tem feito o Onix ser tão bem vendido pode ser explicado até mesmo no slogan do modelo “Um carro feito para os dias de hoje”. Exatamente essa é a proposta da Chevrolet ao lançar e aprimorar cada vez mais esse modelo, por colocar no mercado um carro 1.0 ou 1.4,  motor SPE/4 8V, com 9,8 de torque, potência de 80 cv, freios ABS e ainda com dois airbags de segurança.

Pode-se encontrá-lo também na versão 1.4 com câmbio automático em seis marchas e volante revestido em couro. De um carro da linha popular, os compradores nunca esperaram tanto!  

Outro ponto interessante no Onix é o seu design, o qual passa uma robustez até então incomum em carro popular; estando na lista dos hatchs mais amados do Brasil. Prova disso está na sua liderança por dois meses seguidos (agosto e setembro) com mais de 10 mil unidades de Onix vendidos. Sempre importante salientar que esses números levam em consideração apenas o estado de São Paulo.  

A Chevrolet ainda trouxe uma proposta inovadora para alavancar ainda mais as vendas do Onix, através do projeto Monte Seu Carro. É bem simples, você vai a uma concessionária Chevrolet e escolhe quais os opcionais que lhe interessam ter no carro, tudo isso sem elevar a preços exorbitantes o preço do popular mais querido do Brasil.  

O Onix colocou para trás tradicionais em vendas como o Gol da Chevrolet e o Fiat Palio, sem dúvidas, uma marca merecida de ótimas comemorações. O preço médio do Onix varia do seu modelo hatch ou sedan, oscilando entre R$ 33.890 e R$ 51.846.   

Quer conhecer mais dele? Acesse o site www.ofertaschevrolet.com.br e veja como sair com seu Onix obtendo ótimas ofertas de compra, tanto em preço quanto em prazo de pagamento. Conheça mais e faça parte do grupo de proprietários de carro mais satisfeitos do Brasil.

Por Michelle de Oliveira

Chevrolet Onix

Chevrolet Onix

Fotos: Divulgação


Novo modelo exclusivo terá apenas 3 mil unidades produzidas, com preços que variam de R$ 61.150,00 a R$ 64.690,00.

Algumas montadoras costumam lançar modelos exclusivos de veículos populares, que possuem alguma configuração específica, deixando o carro mais estilizado. E agora é a vez da Chevrolet, que anunciou uma versão especial do Cobalt, batizada de Graphite.

O novo e exclusivo modelo deve ter apenas 3 mil unidades produzidas, com preços que variam de R$ 61.150,00 (na versão de câmbio manual) a R$ 64.690,00 (para a versão com câmbio automático).

Essa série especial pode ser considerada a top de linha do Cobalt, já que ela ganha diversos itens visuais, tornando bem diferente das versões populares. Entre esses itens, estão soleira de alumínio, revestimento especial nos bancos e volante, lâmpadas Blue Vision  – que possuem luz mais branca e brilhante, autorizada para rodar nas ruas, rodas exclusivas de aro 15 polegadas, grade frontal e moldura em preto brilhante no sistema MyLink, e um estilizado tapete em carpete. Tudo isso falando apenas em recursos estéticos.

Falando em funcionalidades, o Cobalt Graphite também apresenta itens exclusivos para a série, como computador de bordo, ar condicionado, retrovisores externos com ajuste eletrônico, faróis de neblina, chave canivete, volante multimídia com ajuste de altura, e sensor de estacionamento. O veículo ainda possui outros dois opcionais, que são: módulo de TV no sistema MyLink, e câmera de ré.

Todas as alterações desse modelo exclusivo da Chevrolet são em termos estéticos e de funcionalidades, já que em termos de motorização não há nenhuma novidade ou alteração. O Cobalt Graphite se mantém com um motor de 1.8 litro flex com quatro cilindros, o mesmo que apresenta as versões LT e LTZ. Essa configuração faz com que o motor gere 108 cavalos de potência rodando no etanol, e potência de 106 cv quando anda com gasolina.

Se você gosta de veículos com muitos recursos, exclusividade, e preço baixo, essa é uma grande aposta que a Chevrolet apresenta ao mercado nacional.

Por Felipe Villares

Chevrolet Cobalt Graphite

Chevrolet Cobalt Graphite

Chevrolet Cobalt Graphite

Fotos: Divulgação


Modelo terá 500 unidades fabricadas e é uma versão de estrada inspirada nos C7.R de competição.

Foi revelado na sexta-feira (24/04), pela Chevrolet, a edição especial do Corvette, a Z06 C7.R – um release com as primeiras imagens e com algumas informações do modelo. Trata-se de uma série limitada (apenas 500 unidades serão fabricadas). É a versão de estrada inspirada nos C7.R de competição. Com carroceria cupê ou conversível, estará disponível com pintura amarela, a característica da marca, e também a cor preta, como alternativa, com detalhes externos e internos acompanhando as mesmas cores.

Com versão baseada na 3LZ, o modelo vem com kit de performance Z07, com um exclusivo número de chassi sequencial, com freios de fibra de carbono e cerâmica fornecidas pela Brembo, pneus da marca Michelin modelo PS Cup 2, soleiras especiais, bordas das rodas na cor amarela (e também as costuras internas em amarelo), grade e entradas de ar metalizadas e capô com inserção em fibra de carbono. O revestimento é em couro Jet Black, tem o acabamento aveludado nas portas e também no painel de instrumentos. Como opcional, o pacote de fibra pode trazer costuras contrastantes amarelas, bancos esportivos, volante e manopla de câmbio com tratamento diferenciado.

Mecânica: motor LT4 – que é um V8, 6.2 litros que gera 650 CV de potência e 89,8 de torque a 3.600 rpm. Com câmbio automático, opcional com 8 marchas. Acelera de 0 a 96km/h em 2,95 segundos. Conta com um sistema de tração e de amortecimento, que juntamente com o diferencial eletrônico asseguram ao modelo um ótimo desempenho.

Segundo Harlan Charles, manager de produto e marketing da Corvette, "O legado e a tecnologia da Corvette foram influências significativas no desenvolvimento do Corvette Z06 e o novo C7.R Edition honra a ligação direta que existe entre o carro de corrida e o modelo de produção e série".

O novo C7.R Edition estará  disponível para venda a partir do segundo semestre deste ano. Nada ainda informado sobre valores.

Por Elia Macedo

Chevrolet Corvette Z06 C7.R

Chevrolet Corvette Z06 C7.R

Chevrolet Corvette Z06 C7.R

Fotos: Divulgação


A Chevrolet anunciou uma edição especial da picape Colorado, Z71 Trail Boss Edition, no Cleveland Auto Show, nos Estados Unidos. A versão da picape tem rodas de alumínio de 17 polegadas escurecidas, suspensão para utilização off-road, pneus Goodyear 265/65 DuraTrac, caixas de rodas pretas, barras e divisor de carga e novos emblemas.

O modelo também tem bloqueio do diferencial automático, faróis de neblina, tapetes com o emblema Z71 e ganchos para reboque. De acordo com a Chevrolet, o veículo começará a ser vendido na primavera com preços partir de US$ 28.505. A suspensão de caminhão acrescenta US$ 3.220.

A Chevrolet também confirmou atualmente a nova geração do Malibu, em conjunto com o primeiro teaser. O novo modelo será divulgado de forma mundial no Salão do Automóvel de Nova Iorque, que irá acontecer em abril, e terá a possibilidade de chegar ao mercado no segundo semestre.

O Chevrolet Malibu 2016 terá a possibilidade de ser mais ampliado, mais leve e mais eficiente em comparação ao modelo atual. A arquitetura do novo modelo é totalmente nova, oferendo um aumento de 101 milímetros na distância de entre-eixos, o que resulta em espaço maior para as pernas dos ocupantes. Além disto, o peso terá a possibilidade de reduzir 136 quilos, por causa da estrutura de aço com resistência mais elevada.

Considerando o visual, o modelo também terá grandes modificações em comparação a segunda geração. A dianteira terá uma grade mais oculta e faróis afilados e espichados. Nas partes laterais, o destaque consistirá no novo formato da carroceria, por meio da linha do teto esticada mais para trás. A parte traseira deverá possuir lanternas mais prolongadas, semelhantes às do novo Cruze. O novo modelo é resultado de um entendimento magistral de proporções, segundo o vice-presidente de design global da GM, Ed Welburn.

Mais detalhes a respeito do modelo serão anunciados semanalmente até sua divulgação oficial.

Por Felipe Couto de Oliveira

Chevrolet Colorado Z71 Trail Boss Edition

Chevrolet Colorado Z71 Trail Boss Edition

Fotos: Divulgação


Enquanto acontece o Salão de Genebra, um evento similar está sendo preparado nos Estados Unidos, o Salão de Nova Iorque. Neste evento em terras norte-americanas, que acontecerá no inicio do mês de abril, será apresentada a nova versão de um modelo conhecido. Espera-se que a edição chegue ao mercado ainda neste ano.

No Salão de Nova Iorque serão apresentados diversos carros das marcas mais conhecidas a nível mundial, entre as fabricantes que mostrarão os seus automóveis está a Chevrolet, ela apresentará a nova edição do Malibu.

Ainda não se sabem muitas informações acerca da máquina, no entanto, a companhia deixou os seus fãs um tanto curiosos ao apresentar recentemente um teaser. Nele, dá para perceber uma silhueta bastante atraente, sendo bem mais estilizada que o seu antecessor. Mesmo contando com um design mais moderno e personalizado, o carro foi desenvolvido tendo como base o Corvette, um veículo esportivo da marca.

Além dos detalhes referentes ao desenho, a Chevrolet informou que o Malibu ficará "mais magro", perdendo 136 kg comparado ao modelo anterior, assim, ele ficará com melhor dirigibilidade e um menor consumo de combustível. Uma das principais causas dessa redução no peso é a nova plataforma. Graças a esta plataforma, completamente nova, o sedan médio, nesta nova geração, será maior. Suas medidas crescerão consideravelmente, oferecendo mais conforto aos ocupantes do veículo. Esta melhoria será constatada, principalmente, nos bancos traseiros e no espaço interno para as pernas. Na parte dianteira será colocada uma grade mais discreta, a carroçaria na parte lateral ganhará novo formato e a traseira contará com lanternas redesenhadas.

A GM afirma que o seu modelo será comercializado mundialmente a partir do final deste ano. Até o seu lançamento no Salão de Nova Iorque, toda a semana serão revelados alguns detalhes a mais da nova versão.

Por Melina Menezes

Chevrolet Malibu 2016

Chevrolet Malibu 2016

Fotos: Divulgação


Muito bem sucedido no mercado brasileiro e com a posição de carro mais vendido da Chevrolet no Brasil, a marca estadunidense decidiu efetuar um novo reajuste de preços para o Onix no fim do ano de 2014.

Sendo assim, se anteriormente a versão de entrada do modelo (LS 1.0) era comercializada por R$ 37.540, agora o Chevrolet Onix parte dos R$ 39.190, salgando um pouco o preço do carro.

Marcando o quinto aumento de preço desde o mês de maio do ano passado, quando a Chevrolet lançou a linha 2015 do Onix, o aumento das outras versões também foi considerável, sendo que a versão LT 1.0 teve o maior reajuste, deixando de custar R$ 40.940 para ser oferecido por R$ 42.740, acréscimo de R$ 1.800.

Foto: divulgação

Os modelos equipados com o motor 1.4 passaram por um reajuste mais ameno, com aumento de preços próximos a R$ 1.000, como, por exemplo, na versão LT 1.4, que deixa de custar R$ 44.890 para ser vendido por R$ 45.820, bem como nas versões LTZ e Effect, que agora custam R$ 51.230 e que antes saiam por R$ 50.190.  

Os sucessivos aumentos podem ser explicados pelo fato do modelo manter os bons índices de vendas.

Para ter uma ideia, o Onix bateu um novo recorde de vendas no mês de novembro de 2014 com 14.484 unidades vendidas. Além disso, na primeira quinzena de dezembro ficou em terceiro lugar emplacando 8.945 veículos, o que justifica a estratégia de reajustes de preços da Chevrolet para o carro.

Contudo, os reajustes sucessivos pode ser um caminho perigoso para a marca, já que outros carros, como o Hyundai HB20 (parte dos R$ 35.760), o novo Volkswagen Fox (que parte dos R$ 36.170) e o novo Ford Ka (parte dos R$ 35.990), podem passar a ser alternativas mais interessantes para quem deseja comprar um carro desta categoria.

Abaixo, versões e preços do Chevrolet Onix:

– LS 1.0 – Manual – R$ 39.190

– LT 1.0 – Manual – R$ 42.740

– LT 1.4 – Manual – R$ 45.820

– LT 1.4 – Automático – R$ 51.330

– LTZ 1.4 – Manual – R$ 51.230

– Effect 1.4 – Manual – R$ 51.230

– LTZ 1.4 – Automático – R$ 55.410.

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Após dois anos de lançamento da mais nova versão da S-10 no Brasil, a GM já se preocupou em desenvolver um novo pacote completo com evoluções para o automóvel na versão 2015.

As mudanças não poderão ser vistas, só poderão ser sentidas. A S-10, ganhou um novo motor, que é mais moderno, 16 V flex,  e conta com um sistema de injeção de combustível direta e, segundo a fabricante GM, esse motor tem capacidade de gerar até 206 cv a 6.000 rpm e 27,3 kgfm de torque a 4.400 rpm, sendo abastecido 100% com etanol.

Foto: GM

O novo pacote de evoluções ainda dispensa o tanque auxiliar de gasolina para partidas a frio e dispensa também qualquer sistema de pré-aquecimento para etanol, pois, o novo sistema de injeção de combustível se encarrega dessas tarefas.

E as novidades não acabam por aí! A inovação para a parte mecânica é que o câmbio manual para modelo com motor de 2.5 conta com 6 marchas, enquanto as versões 2.4 e 2.8 Turbodisel continuam com 5 marchas. E, graças a bons engates, a transmissão tem relações mais longas, o que ajuda a manter o giro do motor baixo e reduz, assim, o consumo do combustível. Ótimo benefício para os usuários deste veículo.

Foto: GM

Com todas essas mudanças, o resultado é ter uma S-10 mais rápida. O motor acelera de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos com etanol e 9,5 segundos com gasolina, segundo a própria GM.

O visual externo e a cabine não sofreram alterações, apenas receberam a versão MyLink, que traz um navegador de GPS integrado, dispensando assim o uso de uma conexão de smartphones.

Foto: GM

Hoje, o mercado consumidor que a S-10 está inserido é o de fazendeiros e empresários, que englobam 47% dos clientes.

O que a GM espera agora é que as vendas aumentem, já que o veículo se tornou o mais potente da categoria.

Por Juliana Ghisi


A General Motors anunciou na sexta-feira, dia 13 de junho, que irá realizar o Recall de 511.528 unidades do Chevrolet Camaro, com maior número de veículos convocados na América do Norte, devido a possibilidade do condutor bater na chave e desligá-la da posição “ligado”, acarretando em perda de potência e risco de acidentes.

A GM informou que já está ciente de três acidentes, que causaram quatro ferimentos leves, que pode estar relacionado a esta falha.

Em um comunicado oficial divulgado pela General Motors, a fabricante estadunidense afirmou que o sistema de ignição do Camaro atende a todas as especificações de engenharia da montadora e não está relacionado com os sistema de ignição utilizado nos Chevrolet Cobalto e outros veículos menores que estão incluídos no Recall do interruptor de ignição.

Isso tudo porque, no início deste ano, a GM anunciou um Recall de 2,6 milhões de carros pequenos que estavam com uma falha de ignição, relacionadas com pelo menos 13 mortes.

Para o Brasil, a montadora informou que ainda está analisando informações sobre a convocação para Recall. Contudo, caso a GM do Brasil tenha importado diretamente e comercializado no mercado brasileiro veículos que estão envolvidos nesta campanha, a marca afirmou que adotará todas as medidas para imediatas informações às autoridades, à imprensa e, principalmente, aos consumidores.

Ainda na sexta-feira, a General Motors informou que o Camaro deve passar por um outro Recall devido a uma falha no sistema de airbag do lado do condutor.

O defeito, ocasionado por uma falha na conexão dos terminais do aparelho de segurança, impede que as bolsas funcionem em caso de colisão, diminuindo o índice de segurança do modelo e podendo causar lesões graves no motorista do veículo.

A correção será realizada mediante a substituição do conector do chicote do airbag. No Brasil, ao todo são 39 veículos atingidos. Os modelos convocados para o Recall foram fabricados de 19 de janeiro de 2012 a 17 de maio de 2012, com número de chassi entre C9168246 e C9206504.

A montadora iniciará a substituição do componente nas redes de concessionárias da Chevrolet a partir de 17 de junho. Para mais informações, a GM disponibilizou o telefone 0800 702 4200 e o site oficial www.chevrolet.com.br

Por Caio Polo

Foto: divulgação


Comercializado no Brasil desde setembro de 2000, o novo Chevrolet Celta 2015 já consta no site oficial da montadora. Apesar de não ter sido apresentado oficialmente, o veterano hatchback da marca da "gravata" em sua linha 2015 é oferecido apenas na versão LT com carroceria quatro portas, com pouquíssimas novidades estéticas, com preço a partir dos R$ 32.490

Sem trazer nenhuma novidade no visual, a linha 2015 do Celta teve apenas alguns equipamentos adicionados em sua lista de itens de série, além da nova cor Cinza Mond. Entre os equipamentos que o hatchback conta estão os freios ABS e o airbag duplo, que atende a legislação vigente no Brasil, direção hidráulica, sistema de ar condicionado, vidros com acionamento elétrico com comando "One Touch", antiesmagamento e fechamento/abertura automático pela chave, alerta sonoro de faróis ligados, desembaçador, limpador e lavador elétrico do vidro traseiro, cintos de segurança dianteiro com pré-tensionadores e ajuste de altura, cinto de segurança dos bancos traseiros laterais de três pontos, barras de proteção nas portas, sistema de imobilização do motor, sistema central de travas elétricas, travamento automático das portas ao alcançar 15 km/h, "Keyless Entry System" (sistema de trava central das portas via rádiofrequência), alarme antifurto relógio digital, brake light, entre outros itens.

Mecanicamente não houve alterações, portanto, a linha 2015 do Celta mantém o já conhecido motor 1.0 8V VHC-E Flex, capaz de entregar 77 cv e torque de 9,5 kgfm com gasolina ou 78 cv e torque de 9,6 kgfm, quando abastecido com etanol. Trabalhando em conjunto com o bloco 1.0 está o mesmo câmbio manual de cinco marchas. 

A Chevrolet oferece o Celta 2015 em seis opções de cores, já contando a nova opção de cor Cinza Mond, podendo ser adquirido com a carroceria pintada nas cores Preto, Prata Switchblade, Azul Sky, Vermelho Pepper e Branco Summit. A marca norte-americana ainda comercializa no Brasil a série especial Advantage, mas apenas como linha 2014, com preço sugerido a partir de R$ 33.390. 

Por Caio Polo

Celta 2015

Foto: Divulgação


O Novo Camaro será lançado em janeiro de 2015. A priori, o carro não terá tantas novidades, mas é preciso esperar para ver. Sua estreia, no entanto, será no Salão de Detroit. Sendo assim, os fãs e apaixonados por esse automóvel vão ter de esperar o North American International Auto Show

Mike Albano, representante da marca, disse em nota publicada no site do Estadão: "Não vamos discutir produtos futuros, mas eu posso afirmar que qualquer Camaro que façamos terá o design expressivo e evocara a paixão das gerações anteriores do Camaro". Seja bem como for, o fato é que o Camaro é sem sombra de dúvida um dos carros mais bonitos do mundo e é uma das grandes apostas da Chevrolet para que a empresa possa alcançar ainda mais seus objetivos. 

O concorrente do Ford Mustang debutou em Detroit nesse ano e o Chevrolet Camaro deve mesmo aparecer em sua versão 2016, na próxima edição do salão americano, marcada para acontecer de 17 a 25 de janeiro de 2015.

Todas essas informações  servem como um panorama para que possamos traçar um paralelo e linhas gerais sobre como será esse carro tão esperado por todos os fãs e por toda a indústria de automóveis do mundo. Seja lá como for, muitos meios de comunicação de massa já estão divulgando fotos e informações a respeito do Novo Camaro. Ainda não podemos dizer o preço, pois ainda devemos aguardar o lançamento desse carro.

Os brasileiros, sem sombra de dúvida, estão esperando de forma ansiosa pelo Camaro, que na verdade será um dos principais lançamentos da North American International Auto Show, em Detroit. 

O porta-voz da Chevrolet, Mike Albano, também deixou pistas de que apesar das possíveis poucas mudanças, o Chevrolet Camaro tem tudo para ser um dos melhores carros para o próximo ano.

Por Juan Wihelm


A Chevrolet está lançando nos EUA a picape 2015 Colorado, modelo o qual vem a ser a versão americana do Chevrolet S-10 no Brasil. Este novo modelo já estará à venda nas concessionárias americanas a partir de janeiro de 2014, já na versão 2015.

O modelo americano da S-10, porém, sofreu algumas alterações em relação ao modelo brasileiro, apenas para se adaptar ao país. Uma das principais características é o motor diesel 2.8 litros Duramax, de quatro cilindros, novidade que só será aperfeiçoada em 2016.

Dependendo da versão, de acordo com a GM, o Colorado chega a ser 400 quilos mais leve do que a Silverado brasileira, porém com a mesma qualidade e capacidade.

Se analisarmos seu visual, notaremos que o mesmo está mais robusto, além de muito atraente, comparado ao modelo totalmente quadrado e clássico da Silverado atual.

O Chevrolet Colorado chega ao mercado apenas na versão com cabine estendida, e também com cabine dupla. Modelos com cabine simples ainda não têm previsão de lançamento. As versões de acabamento recente são as ZT1, WT e LT. Os modelos ZT1 são considerados como sendo os top de linha, sua performance é composta por rodas de 17 polegadas de liga leve, além de um sistema que integra dois níveis com uma carga e 13 pontos de ancoragem leve.

No caso dos motores, no modelo de lançamento estão disponíveis dois motores que são movidos a gasolina: um de 2,5-litros com quatro cilindros (equivalente a 184 cavalos) e um de V6 de 3,6 litros (equivalente a 302 cavalos), ambos são acoplados de modo exclusivo a uma caixa de transmissão totalmente automática compostas de seis marchas. Somente em 2016 será oferecido um modelo com um motor Duramax movido a diesel de quatro cilindros de 2.8 litros, que é semelhante ao utilizado em suas versões globais. A potência do modelo ainda não foi divulgada publicamente, mas deve estar na casa dos 200 cv, assim como o modelo brasileiro.

Por Daniela Almeida da Silva

Chevrolet Colorado 2015

Foto: Divulgação


Chevrolet Traker 2014A Chevrolet, em busca de inovação e maior alcance de mercado, lançou no mercado nacional o carro que vai concorrer com o Ford EcoSport. Estamos falando do novo Chevrolet Tracker 2014.

O Tracker 2014 adota o motor 1.8 Ecotec do Cruze, com potência de 144 cv com etanol e 141 cv com gasolina, a 6.300 rpm.

O torque máximo é de 18,9 mkgf com etanol, a 3.800 rpm sendo que 90% dele está disponível a 2.200 rpm. A transmissão automática de seis marchas é também a mesma do Cruze.

Conta ainda com câmbio manual de cinco velocidades ou automático de sistema de entretenimento MyLink com tela sensível ao toque de sete polegadas, controle de tração e rodas 17 polegadas.

A princípio, o veículo só deve ter tração dianteira. Uma versão 4×4 deve aparecer em um futuro próximo.  

O modelo ainda tem capacidade da porta malas de 358 litros e assim como o EcoSport, o Tracker traz o estepe na tampa do porta-malas. Conta também com painel exclusivo, volante com comandos de som e controlador de velocidade, saídas de ar circulares com cinco raios, comandos do ar condicionado e o sistema Mylink com Bluetooth, entradas USB, rádio MP3, GPS e compatibilidade com aplicativos via App Store e Google Play, tudo isso pelo preço de R$ 71.990,00.

Por Jaime Pargan


As picapes Chevrolet Silverado HD e GMC Sierra HD com motor 6.0 V8, agora, terão a oportunidade de circular com gás natural. Mas, por enquanto isso só acontecerá nos Estados Unidos. A GM confirmou no início desta semana que, em breve, as novas versões bicombustível estarão à venda.

Para maior comodidade do condutor, as duas picapes poderão rodar tanto com gasolina quando com gás natural comprimido. O objetivo é oferecer ampla autonomia aos donos e, principalmente, maior economia de combustível.

A GM (General Motors) divulgou as estratégias que fizeram os dois modelos receberam as novas características. De acordo com a fabricante, o propulsor recebeu novas válvulas e foi criado um segundo tanque de combustível para armazenar o gás. Isso porque o motorista poderá alternar o uso dos dois combustíveis. E também, para facilitar ainda mais a vida do condutor, quando um deles acabar, o sistema, automaticamente, muda de tanque e o carro passa a ser alimentado pela outra fonte.

Para os que gostaram da ideia, a marca ainda promete oferecer um conjunto mecânico para Van Chevrolet Express e GMC Savana também. Mas, as datas de estreia ainda não foram confirmadas. A empresa ainda não tem previsão de quando os carros com esta tecnologia chegarão ao Brasil, mas não descarta a possibilidade de inclusão do modelo por aqui.

Chevrolet Silverado HD

Chevrolet Silverado HD 

GMC Sierra HD

GMC Sierra HD

Por Jaime Pargan


O Chevrolet Cobalt, que custa de R$ 40.390,00 a R$ 52.290,00, veio ao mercado com o objetivo de expandir ainda mais a marca Chevrolet. Trata-se de um automóvel muito bom e eficaz para quem gosta de andar em estradas.

Um ponto negativo do veículo, no entanto, é que o tecido do seu banco deveria ser mais resistente. Seja lá como for, o Cobalt possui um motor 1.4, tem tração dianteira, conta com direção hidráulica e possui freios à disco com discos ventilados.

Algumas características em termos de ficha técnica deste carro são as descritas a seguir: acabamento de luxo com imitação de titânio no painel, faróis lâmpada halógena, conta-giros, suspensão do tipo McPherson, limpador do para-brisa com intermitência fixa, estepe em ferro e de tamanho reduzido, vidros verdes, ar condicionado, vidro traseiro fixo com anti-embaçante, entre outras funções e equipamentos importantes da categoria.

Para conferir mais detalhes sobre o novo Chevrolet Cobalt 2014, acesse o site www.chevrolet.com.br.

Confira também no vídeo abaixo uma análise mais detalhada sobre o carro:

Por Madson Lima de Oliveira


Chevrolet Tracker no BrasilUm sonho de ao menos uma década da montadora Chevrolet pode se realizar em breve.

A Chevrolet anunciou no intervalo comercial do Fantástico (TV Globo) que vai lançar o modelo Tracker no Brasil. Segundo o presidente da empresa na América do Sul, Jaime Ardila, o Chevrolet Tracker será apresentado no mês de agosto e começará a ser comercializado no mês de setembro deste ano.  

O Tracker, que tem o nome de Trax fora do Brasil, é um modelo utilitário esportivo compacto e briga na concorrência com o EcoSport, da Ford. Então, aí está a importância do modelo já que a Chevrolet do Brasil já pensava em colocar um modelo nesse segmento há muito tempo.  

O modelo da Chevrolet será importado diretamente do México, mas ainda não foi revelada a quantidade que será trazida ao Brasil.  

O Tracker deve vir equipado com motor Ecotec de 1.8 litros com 140 cavalos de potência, transmissões manual de cinco marchas e automática com seis velocidades. O modelo vem também com o sistema MyLink, que tem recursos multimídia.  

O lançamento do Chevrolet Tracker já foi estipulado pela companhia nos últimos meses desse ano. Uma imagem de divulgação chegou a ser vazada na internet, algum tempo depois, no Salão de Detroit, um pôster (banner) apareceu no estande da Chevrolet, assim confirmando que teríamos o Tracker no Brasil. No entanto, a montadora negou a comercialização do modelo em terras tupiniquins por conta das limitações em importar o automóvel para cá.  

O Tracker deriva do Sonic e tem um nível de parentesco com os novos compactos da Chevrolet comercializados no Brasil. Seriam exemplos o Onix, Cobalt, Spin e Prisma.

Por André Barbosa


Um novo modelo SUV compacto da Chevrolet chegará ao Brasil: o Tracker. A marca concorrerá no mercado desse segmento com os similares da Ford e da Renault, respectivamente o EcoSport e o Duster. O anúncio foi feito no último domingo durante o intervalo comercial do Fantástico, na Rede Globo, após a publicação de diversos teasers do produto nas redes sociais.

Apresentado pela primeira vez em setembro de 2012, durante o último Salão de Paris – tradicional exposição de carros na Europa –, o veículo é uma opção compacta para os apaixonados por modelos do segmento, além de reunir características como modernidade e versatilidade.

O carro já está sendo vendido em terras argentinas e, segundo informações da General Motors, em breve as concessionárias do Brasil também terão a novidade em seu portfólio. A data de lançamento e o valor do automóvel, no entanto, ainda não foram divulgados. Mas a perspectiva é que a novidade custe em torno de R$ 70 mil. O México é um dos países cotados para se tornar fornecedor do produto no Brasil, assim como já faz para a vizinha Argentina.

Com 4,24 m de comprimento, 1,77 m de largura e 2,55 m de distância entre-eixos, o veículo tem capacidade para transportar até cinco pessoas e o porta-malas comporta 358 litros. O nome dado à novidade já havia empregado em outro utilitário do grupo, fabricado na década passada, o Suzuki Gran Vitara.

Em países como o Canadá e a Coreia do Sul, o lançamento foi batizado como Trax. Já na Europa e nos Estados Unidos, o modelo produzido em escala global é referido como Opel Mokkae Buick Encore.

Acesse o site da Chevrolet e saiba mais sobre o novo lançamento.

Por Crislayne Andrade


A Chevrolet está lançando mais uma versão de alto luxo da picape Silverado modelo 2014. Infelizmente por enquanto só para o mercado americano, onde leva o nome de High Country. O carro se diferencia pela sua gama de itens exclusivos. A Silverado 2014 tem um aspecto imponente com seu novo para-choque na cor do carro e sua nova grade cromada com frisos horizontais. Essas mudanças visam melhorar os ruídos na parte interna, e a sua aerodinâmica. 

Os modelos com quatro portas ganharam mais espaço nas portas traseiras. Um dos destaques são seus frisos laterais cromados, suas rodas com aro de 20 polegadas e pneus 275/55 R20 de uso misto. 

A Silverado 2014 traz no seu interior equipamentos de última geração, como: som Bose, MyLink, tela multimídia com oito polegadas, bancos em couro perfurado na cor marrom e com climatização, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e o nome do modelo bordado em vários lugares, além de muitos outros itens. 

A Silverado High Country traz tipos de motorização Ecotec 3 V8 5.3 ou V8 6.2. É um ótimo carro tanto para se usar em áreas rurais ou na cidade, com muito conforto e robustez.

Por Mariana Rodrigues


A Chevrolet acaba de anunciar o lançamento do novo Prisma, sedã que chega para movimentar as vendas da categoria. A apresentação do carro  ocorrerá entre os dias 26 e 27 de fevereiro, mesmo período em que será lançada a fábrica de motores da Chevrolet em Joinville, Santa Catarina.

O carro será equipado com motor 8V 1.4 Flex e será capaz de entregar 106 cavalos de potência. De acordo com a montadora, o design do Prisma será surpreendente, uma vez que o veículo contará com traseira curta e alta.

Tudo indica que a fábrica a ser inaugurada em Joinville faz parte de uma estratégia que a GM/Chevrolet elaborou a fim de esvaziar a unidade fabril de São José dos Campos, em São Paulo. Desde que foi aberta, tal fábrica tem enfrentado problemas burocráticos em relação ao sindicado e às negociações da montadora.

Segundo a própria General Motors, apenas as montagens da S10, do Classic e da Trailblazer serão mantidas em São José dos Campos – SP. O novo Prisma, por sua vez, será fabricado em Gravataí, no Rio Grande do Sul. O carro chega às concessionárias em março.

Por Larissa Mendes de Oliveira


O mercado automotivo é muito dinâmico e democrático. Há uma enorme variedade de modelos e atributos, que por sua vez, sempre encontram espaço nas preferências dos consumidores. Vale ressaltar que tudo influencia na criação e escolha dos carros: região, clima, perfil do consumidor, funcionalidade, custo-benefício, dentre outras características.

Foi pensando nisso que a montadora Chevrolet fez algumas adaptações na Captiva para que ela fosse vendida no Brasil, afinal, cada parte do mundo tem seu estilo e suas peculiaridades bem definidos.

O veículo é fabricado no México e agora contará com mudanças significativas, idealizadas para mexer com o imaginário dos motoristas brasileiros. Dentre as alterações, é possível citar o design externo diferenciado, as novas rodas com aro 17” e os para-choques redesenhados. Segundo a fabricante, o modelo ficou parecido com o Tracker.

As mudanças internas foram poucas, abrangendo apenas o novo retrovisor com tela pequena, bem como os modernos revestimentos. Conforme informações da Chevrolet, o carro modificado deve estar disponível para venda no Brasil ainda no primeiro trimestre desse ano. O valor de comercialização ainda não foi confirmado pela montadora Chevrolet.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


O Onix 1.0, novo automóvel da Chevrolet, acabou de chegar ao mercado brasileiro e já recebeu um recall. No dia 5 de janeiro, a fabricante lançou um chamado para revisar o veículo na versão 1.0 com rodas de 14” em aço.

De acordo com informações da GM, o problema está exatamente nos pneus, pois pode haver algumas arestas que causam cortes na parte interna dos pneus durante a montagem. Sendo assim, é necessário revisar as rodas para conferir se não há nenhum problema.

O Chevrolet Onix foi lançado no mercado brasileiro em novembro do ano passado, tendo já mais de 17 mil unidades circulando pelo Brasil.

As unidades que estão envolvidas no recall são as que possuem os chassis de DG129064 a DG209603, que foram montadas no período entre 24 de agosto e 15 de dezembro do ano passado.

Ainda conforme a GM, se na revisão forem encontrados problemas, as rodas do Onix serão trocadas e caso seja necessário os pneus também. Caso isso aconteça, não haverá custo algum, assim como o recall em si não é cobrado. O tempo de duração da revisão é de cerca de 1 hora e 30 minutos.

Para obter mais informações sobre o recall, entre em contato com a montadora através do telefone 0800 702 4200. Quem preferir também pode acessar o site oficial da Chevrolet para mais informações.

Por Guilherme Marcon


A montadora GM lançou o seu mais novo SUV, o Chevrolet Trailblazer 2013. O carro foi apresentado na semana passada em um evento fechado para a imprensa especializada de São Paulo – SP. À primeira vista, o veículo lembra a nova S10, porém se diferencia na parte técnica e nos atributos internos.

O que mais chama a atenção no carro da Chevrolet é o seu ar moderno e robusto. Além disso, o modelo conta com um estilo elegante e clássico, coroado pelo design atraente e conforto máximo.

O novo SUV 4×4 chega com a finalidade de oferecer aos seus consumidores características como vigor, segurança e comodidade, sem perder a beleza, o estilo e potência.

O novo Chevrolet Trailblazer 2013 contará apenas com a versão LTZ, que será equipada com os seguintes itens de série: ar condicionado automático, completo sistema de áudio, airbag duplo, freios a disco em todas as rodas, dentre outros vantajosos atributos.

A propulsão do carro será feita através de motor V6 3.6 capaz de gerar 239 cavalos (movido a gasolina) e motor V6 2.0 que entrega 180 cavalos quando movido a diesel.

 

Por Larissa Mendes de Oliveira


Uma novidade vai agitar os fãs europeus dos carros da Chevrolet, uma das maiores montadores de veículos do mundo. O Chevrolet Cobalt, desenvolvido especialmente para os mercados emergentes, também será vendido na Europa.

A marca já confirmou a informação, por meio de seu site russo, adiantando que o carro será uma das atrações da mostra do Salão do Automóvel de Moscou. O evento ocorre na Rússia, no final do mês de agosto.

Não está programada nenhuma mudança no design do carro, ficando bem parecido com a versão que é vendida no Brasil. A única alteração que o Cobalt sofrerá será nos repetidores de direção, que estarão fixados nos para-lamas dianteiros, na cor âmbar.

Outra sutil diferença será o motor 1.4 8V de 97 CV, em que o sedã vai usar no país europeu o bloco 1.5 16V e a gasolina de 105 cv, podendo ser associada a uma caixa manual de cinco velocidades diferentes ou automática, de seis marchas.

Os apaixonados pelo carro poderão encontrá-lo entre o Spark e a família do Aveo (que aqui é vendido como Sonic). A Chevrolet informou que os europeus poderão comprar o carro da montadora a partir de janeiro do ano que vem.

Por Tadeu Goulart

Fonte: IG


A Chevrolet lançou sem alardes uma nova opção na linha S10. A mudança ficou por conta do novo motor 2.8 turbodiesel, capaz de gerar 180 cavalos de potência com tração 4×2. Antes, o modelo LS era comercializado apenas na opção de propulsor movido a diesel com tração 4×4. As novas configurações passam, então, a compor o modelo de entrada.

Em termos de visual, o carro segue a mesma linha de seu antecessor. O modelo é resultado de um projeto global apresentado no ano passado, na Tailândia. Após 16 anos sem grandes reformulações, a S10 recebeu uma nova identidade visual, marcada pela barra na grade frontal ostentando o logotipo da Chevrollet, além de um design mais agressivo e robusto, sem deixar de ser refinado.

Dentre os itens de série do S10 LS estão a direção hidráulica, ar condicionado, airbag duplo frontal, computador de bordo e bloqueio do deslizamento do diferencial traseiro.

De acordo com a montadora, o preço de venda do modelo com cabine simples é de R$ 78.746,00, o modelo com carroceria de cabine dupla, por sua vez, é comercializado por R$ 89.823,00.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Desde o anúncio da chegada da Spin, nova minivan da Chevrolet ao mercado brasileiro, já era de conhecimento geral que a Meriva e a Zafira, atuais minivans da montadora norte-americana no país, teriam a sua produção encerrada. E para despedir-se dos modelos em grande estilo, a Chevrolet preparou versões especiais das minivans, batizadas de Collection, que já estão à venda em todas as revendedoras da marca.

A Chevrolet Meriva Collection traz sob o capô o motor 1.4 litro 8V EconoFlex, capaz de render 99 cv de potência e 13,2 kgfm de torque, quando movido a gasolina, e 105 cv de potência e torque de 13,4 kgfm, se abastecido a etanol. O bloco é gerenciado pela transmissão manual de cinco velocidades. O modelo vem com rodas de liga leve aro 15, direção hidráulica, airbag, ar condicionado, trio elétrico, som com Bluetooth, faróis com regulagem elétrica, entre outros itens de série.

Já a Chevrolet Zafira Collection conta com o bloco 2.0 Flexpower, acoplado ao câmbio automático de cinco marchas, que entrega 133 cv e 18,9 kgfm, quando utilizada a gasolina, e 140 cv e 19,7 kgfm, quando utilizado o etanol. A versão vem com rodas de liga leve de 16 polegadas, freios ABS, airbags laterais e frontais, ar condicionado digital, revestimento de couro no volante e direção hidráulica.

Limitadas a 500 unidades de cada uma, as versões Collection da Meriva e da Zafira são comercializadas na cor Cinza Rusk Metálico, trazem chaveiro e manual do proprietário personalizados e custam, respectivamente, R$ 42.290,00 e R$ 68.990,00.

Por André Gonçalves


De acordo com o anúncio feito pelo CEO da General Motors, Dan Akerson, a minivan Spin terá um preço acessível para os consumidores. O anúncio foi feito na terça-feira (12/06), durante o encontro de Akerson com acionistas.

O CEO da GM ainda comentou que o novo veículo deverá ser apresentado ao público em duas semanas e tem como objetivo ser uma alternativa “bonita e acessível” voltada para famílias.  O carro também deverá ter transmissão automática de seis velocidades e, no mercado brasileiro, vai substituir a Meriva e a Zafira.

No mesmo dia do anúncio do CEO, uma foto da Spin foi publicada pela GM tailandesa e, em nota, foi informado que o veículo será fabricado na Indonésia. A fábrica de veículos ainda deixou claro que a minivan possuirá cinco ou sete lugares. No entanto, a GM do Brasil ainda não informou quais versões da Spin serão comercializadas no país. A última informação é relativa ao câmbio, que deve ser o mesmo do sedan Cruze.

Na reunião com os acionistas, Akerson ainda especificou os investimentos da GM na China e na Rússia e ainda confirmou que a empresa deverá aumentar as apostas na Europa no próximo ano.

Por Matheus Camargo

Fonte: GM


O Sonic, famoso nos EUA pelo seu tamanho compacto e por isso presente cada vez mais nas ruas locais, agora chega ao Brasil pronto para disputar o mercado com o Fiat Punto e Ford New Fiesta, além de carros que serão lançados futuramente como o novo Citroën C3 e o Peugeot 208.

Inspirado no porco-espinho Sonic dos videogames da década de 90, o novo veículo possuirá duas versões de acabamento, LT e LTZ. As novidades são os faróis e as lanternas com lentes próprias que prometem criar um efeito 3D. Quem gosta de carros com grande estilo aprovará o painel de instrumentos semelhante ao das motocicletas, além de conta-giros analógico com velocímetro digital.

O Sonic hatch sairá por R$ 46.200, na versão LT, R$ 48.700, na LTZ e R$ 53.600 como LTZ automático. Já o sedan apresenta os valores de R$ 49.100 como LT, R$ 51.500 na versão LTZ, e R$ 56.100 na versão LTZ automático.

O modelo de entrada oferecerá direção hidráulica, freios com sistema anti-travamento (ABS), ar condicionado, retrovisores com regulagem elétrica, rodas de liga leve de 15 polegadas, vidros e travas elétricas, e airbag duplo. Já a LTZ, também contará com faróis de neblina, volante multifuncional, sensor de estacionamento, e rodas de liga leve aro 16. Ambos possuem motor 1.6. e aceitam etanol e gasolina.

Por Camila Caetano


Prestes a completar 16 anos de existência, a picape S10, da Chevrolet, finalmente terá a sua nova geração lançada no Brasil. Apresentada na metade de fevereiro, a Nova Chevrolet S10 2012 já teve os seus preços revelados pela montadora norte-americana, que pretende iniciar as vendas até o final do mês de março.

Partindo de R$ 58.868, será oferecida a versão básica LS Flex cabine simples 4×2, com câmbio manual. De fábrica ela traz direção hidráulica, ar condicionado, computador de bordo e freios ABS, além do motor Flexpower 2.4 (até 147 cv de potência). A versão LS Flex 4×2 manual, com cabine dupla, sai por R$ 66.350, enquanto a LS Diesel 4×4 manual, com motor Turbodiesel 2.8 (180 cv), custará R$ 85.400.

A linha intermediária acrescenta rodas de liga leve aro 16, travas elétricas, piloto automático e rádio com CD, MP3 e Bluetooth. Os modelos são S10 Cabine Simples LT Flex 4×2 manual, R$ 61.890; Cabine Dupla LT Flex 4×2 manual, R$ 72.490; Cabine Dupla LT Diesel 4×2 manual, R$ 97.900; Cabine Dupla LT Diesel 4×2 automática, R$ 103.900; Cabine Dupla LT Diesel 4×4 manual, R$ 109.500; e Cabine Dupla LT Diesel 4×4 automática, R$ 113.400.

Já a versão top de linha da S10 2012 será comercializada apenas com cabine dupla, adicionando ar condicionado digital, volante multifuncional, bancos de couro e rack de teto, entre outros itens. Os preços sugeridos são R$ 84.400 (LTZ Flex 4×2 manual); R$ 117.400 (LTZ Diesel 4×4 manual); e R$ 135.250 (LTZ Diesel 4×4 automática).

Por André Gonçalves


O termo sustentabilidade está cada vez mais em discussão em todas as áreas do mercado e não poderia ser diferente no setor automotivo. Visto como um dos futuros lançamentos da Chevrolet, o Volt, promete prazer ao usuário e preservação do ambiente ao seu redor.

O carro é elétrico e não dispersa poluentes, mesmo percorrendo grandes distâncias. O sistema de propulsão utiliza exclusivamente eletricidade e com uma pequena quantidade de bicombustível, álcool ou gasolina, o veículo consegue produzir a energia necessária para andar centenas de quilômetros.

A ideia é apresentada já no nome “Chevrolet Volt” – “Grandes possibilidades para um futuro mais sustentável”. “É um veículo moderno, que apresenta um design arrojado e utiliza pouco ou nada de combustível. Um carro ecologicamente correto e com muito estilo”, informa o portal da empresa de automóveis na internet.

Para conseguir realizar esse desempenho, o veículo consegue utilizar eletricidade da sua bateria e, também, produz por meio de um motor de combustão interna. É como se fosse um gerador de energia dentro do próprio carro.

A autonomia do veículo, utilizando somente energia, é de 64 km. Confira mais informações de detalhes sobre o futuro carro da Chevrolet no site: www.chevrolet.com.br.

Por Paulo Talarico


O Salão do Automóvel de Detroit tem sido o cenário ideal para a apresentação do que há de mais inusitado e moderno no universo automobilístico. A Chevrolet não poderia ficar de fora do evento e lançou o  Tru 140S Concept.

Trata-se de um cupê esportivo híbrido, com quatro lugares, que promete ser uma nova versão do Cruze. A principal característica  do modelo é o design arrojado e futurista, com rodas cromadas, pintura fosca e tração dianteira. Em síntese, aparenta ser caro, sem de fato ser.   

O motor do cupê é um espetáculo à parte, é o Ecotec 1.4 turbo de 150 cavalos com injeção direta de combustível. O carro possui sistema Start & Stop e segundo a Chevrolet, o Tru 140S  Concept anda uma média de 17 km com um litro de gasolina.  

Outro diferencial do automóvel é que ele é tecnologicamente equipado com os sistema de conectividade MyLink e Wi-Fi. Além disso, a transmissão é manual ou automática em seis velocidades.

Segundo a fabricante, o modelo vai demorar um pouco a ser comercializado, mas estima-se que seu preço final chegue a aproximadamente R$ 45.000,00.  

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Chevrolet está disponibilizando em todo o mercado nacional uma versão especial do Agile, que vem acompanhada de internet sem fio gratuita para os ocupantes do modelo.

Batizada de Agile Wi-Fi, a série especial, limitada a 1.000 unidades, surgiu de uma parceria com a operadora TIM, que será a responsável por fornecer o acesso à rede mundial de computadores.

Segundo a montadora norte-americana, o Agile Wi-Fi vem acompanhado de roteador, carregador veicular e manual de instruções. O equipamento fará a distribuição do sinal de internet no interior do veículo e também nos seus arredores, permitindo aos passageiros acessar a internet por meio de notebooks, smartphones e tablets, além de qualquer outro dispositivo que possua conexão sem fio para a internet. O serviço oferecido pela TIM será gratuito por um ano, e o acesso é ilimitado.

A versão tem como base o Agile LTZ, modelo mais completo da família, que conta com direção hidráulica, duplo airbag, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), faróis com acendimento automático, rodas de liga leve de 15 polegadas, computador de bordo, banco do motorista com altura regulável, trio elétrico, ar condicionado com display digital e sistema de áudio com leitor de CD, MP3 e WMA, além de entrada auxiliar, porta USB e Bluetooth. Um adesivo contendo a inscrição “Wi-Fi”, localizado na traseira, identifica a série especial.

O Agile Wi-Fi, que traz sob o capô o motor Econo.Flex 1.4, capaz de render 102 cv de potência (com álcool), tem preço sugerido de R$ 43.635.

Por André Gonçalves

Fonte: Chevrolet


Não é segredo para ninguém que a Chevrolet pensa em substituir a sua atual gama de minivans vendida no Brasil, que conta com os modelos Meriva e Zafira. Uma das opções que está pintando como a favorita para assumir o lugar destas é o Chevrolet Orlando, monovolume com capacidade para 7 pessoas, que utiliza a mesma base do Cruze, lançado há poucos dias no país.

Vendido na Europa desde 2010, o Orlando sai de fábrica equipado com rodas de liga leve de 17 polegadas; controle automático de estabilidade e de tração; sensores de estacionamento, crepuscular e de chuva; ar condicionado automático; seis airbags (duplo frontal, de cortina e laterais); terceira fileira de bancos rebatíveis; trio elétrico; e som com CD, MP3 e porta USB, entre outros itens.

Com relação aos motores, uma das opções é o propulsor a diesel de 2.0 litros, oferecido nas versões de 131 cv e de 163 cv de potência. A outra opção é o bloco 1.8, movido a gasolina, que desenvolve 141 cv de potência. Por aqui, se realmente chegar ao país, em 2012, o modelo deverá ganhar uma opção de motor flex.

No velho continente, o Chevrolet Orlando custa a partir de 30.990 euros, o equivalente a R$ 75.971, sem contar os impostos e as taxas de importação para o Brasil.

Por André Gonçalves

Fonte: Interpress Motor


A Chevrolet divulgou as informações oficiais sobre o sedã Cruze, que estará à venda nas concessionárias do Brasil ainda em setembro. O modelo será montado na planta industrial localizada em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, recebendo peças importadas da Hungria, Áustria e México.

A versão de entrada é a LT, que tem preço sugerido de R$ 67.900, e conta com computador de bordo, ar condicionado digital, central multimídia, quatro airbags, transmissão manual de seis velocidades, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, entre outros itens. A mesma versão, adicionada de sensor crepuscular, sensor de chuva e câmbio automatizado de seis marchas, sai a R$ 69.900. Quem quiser acrescentar ainda o revestimento de couro para os bancos vai pagar R$ 71.900.

Já a versão top de linha, LTZ, será comercializada a partir de R$ 78.900 e virá equipada com rodas de alumínio aro 17; sensor de estacionamento traseiro; airbags laterais, frontais e de cortina; espelhos retrovisores com rebatimento elétrico; sistema de navegação e de entretenimento acessados através de tela LCD de 7 polegadas; botão para acionamento do motor no painel; e câmbio automático de seis velocidades.

Sob o capô de ambas as versões estará o motor flex Ecotec, de 16 válvulas e 1.8 litro, capaz de desenvolver 144 cv de potência e 18,9 kgfm de torque, quando abastecido com álcool. O bloco pode levar o sedã à velocidade máxima de 204 km/h, na versão manual, e de 197 km/h, no modelo automático, de acordo com a Chevrolet.

Por André Gonçalves


A Chevrolet comemora, no dia 3 de novembro, 100 anos de existência. Para celebrar o centenário, a montadora norte-americana tem realizado uma série de ações de marketing desde o início de 2011, como o lançamento de versões especiais de alguns veículos e também a realização de eventos em vários lugares.

Outra ação praticada pela fabricante é o lançamento do site www.chevrolet.com/100-years/, através do qual os internautas podem votar e eleger o melhor carro de todos os tempos produzido pela Chevrolet. Entre as opções, 16 no total, estão modelos raros e históricos, como o Classic Six 1912 (um dos primeiros automóveis desenvolvidos pela marca) e o Suburban 1936 (utilitário esportivo com capacidade para carregar até 8 pessoas).

Outros veículos que fazem parte da lista são os esportivos Corvette 1953 (conversível que teve apenas 300 unidades produzidas); Corvette Sting Ray 1964 (versão equipada com uma série de itens de luxo para a época); e o Camaro 1969 (integrante da primeira geração do cultuado muscle-car, lançado em 1967).

Também podem ser votados: o Deluxe Sport Roadster 1932; Pickup 1948; Bel Air 1957; Impala 1962; Malibu 1964; K Blazer 1969; Chevelle SS 1970; Silverado 1989; Corvette ZR1 2009; Camaro 2010; e o Volt 2011.

Por André Gonçalves


Existem hoje no país, diversos tipos de pick-ups. Estes carros com carroceria aberta são uma paixão nacional.

A Chevrolet, fábrica de carros dos Estados Unidos, promete alcançar um maior número de consumidores com sua nova versão do Montana. Carro ainda não muito comercializado no Brasil faz com que a montadora norte americana corra atrás da concorrência.

Com novo design, a pick-up pretende conseguir um maior número de vendas. Suas novas linhas, dianteira baseada no moderno Agile, fazem com que o carro chame maior atenção para si. Sua traseira foi projetada de modo a deixar o veículo mais robusto, com uma aparência mais masculina.

A nova versão da Montana possui motor 1.4 com 104 cavalos de força. Possui motor Flex, chegando a quase 170 Km/h. O carro vem equipado com barra de proteção para o teto, rodas de liga leve, freios ABS, airbag, piloto automático e ar-condicionado.

Esta pick-up pode ser encontrada no valor de 40.000 reais.

Por Rodolpho Medeiros


Os grandes utilitários esportivos de luxo estão na moda. Carros como o Captiva estão se tornando a preferência de quem possui melhores condições financeiras.

A General Motors, montadora americana, lançará no país seu mais novo modelo do agradável Captiva. A versão 2011 promete melhorias internas, deixando o carro ainda mais luxuoso, além de novos itens de série.

Agora com versões em tom preto ou ainda bege perolizado, o carro apresenta um novo pára-choque cromado, em seu modelo top de linha. Seu novo painel vem equipado com a tecnologia “Ice Blue”, e ainda ganhou estilosos bancos de couro preto.

Seus novos itens de série são os novos comandos de volante, acionados por voz, um novo computador de bordo, freio de mão acionado por controle eletrônico e coluna de direção ajustável.

Ao seu motor 2.4, de 16 v, foram acrescidos mais 15 cavalos de potência, deixando o carro ainda mais veloz e forte. Sua transmissão foi trocada pela a mesma apresentada no sedan Malibu, trazendo também a tecnologia ECO, para redução do consumo de combustível. 

O carro poderá ser encontrado em um elevado preço de quase cem mil reais, porém quem o adquirir com certeza ficará satisfeito com o veículo. 

Por Rodolpho Medeiros


A General Motors decidiu alavancar sua marca produzindo um modelo elétrico. Batizado de Volt, o carro vem equipado com motor movido a eletricidade e chega a rodar até 80 km. Ainda não foi divulgada a quantidade de modelos que sairão para a comercialização, mas a expectativa é grande.

Os modelos serão exportados a partir do final de 2011 e o valor custará a partir de US$ 41.000 em seu país de origem.

A concorrência será grande, pois o Nissan Leaf, que também é elétrico será produzido no mesmo mês que o Volt. Agora é aguardar para ver quem leva a melhor!

Juliana Alves


A Captiva está disponível em três versões, a Captiva Ecotec, a Captiva Sport FWD e a Captiva Sport AWD, todas com quatro portas. A versão Ecotec tem motor 2.4, e as versões Sport FWD e Sport AWD tem motor 3.6L.

O motor da versão Ecotec é do tipo transversal de quatro cilindros em linha DOHC de 16 válvulas, injeção eletrônica de gasolina, compressão de 10,4:1 e 171 cavalos de potência. Os motores das versões Sport FWD e Sport AWD são do tipo transversal de seis cilindros em V DOHC de 16 válvulas, injeção eletrônica de gasolina, compressão de 10,2:1 e 261 cavalos de potência.

Todas as três versões tem barras de proteção lateral, Side Airbags, que são bolsas de ar infláveis nas laterais e Curtain Airbags, que são bolsas de ar infláveis tipo “cortina”, encostos de cabeça ativos nos bancos dianteiros, faróis com refletores e lentes transparentes com lanternas indicadoras de direção integradas, faróis de neblina, programa eletrônico de estabilidade ESP, sistema eletrônico de tração TCS, sistema de proteção contra descarga da bateria, sistema de freios ABS e sistema de imobilização do motor por chave eletrônica.

Por Gerson de Morais


O setor de veículos automotores no país contabilizou boas vendas em dois momentos neste ano, o primeiro em março, último mês de isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), e o segundo em novembro. Tanto carros produzidos pelas fábricas nacionais como por montadoras estrangeiras apresentaram alta nos últimos meses, um deles o Chevrolet Agile.

Produzido pela General Motors em Rosário, na Argentina, o hatchback conquistou a preferência de mais de 7,5 mil brasileiros somente em novembro, o maior volume comercializado desde seu lançamento, ocorrido em outubro do ano passado. Segundo o portal Car Sale UOL, o resultado foi impulsionado em grande parte pelos feirões realizados pela GM há poucas semanas.

No acumulado anual até o mês passado a fabricante constata volume comercializado de 58.861 unidades, ou média mensal de 5.351 unidades. De acordo com a GM do Brasil, o desempenho do modelo no grupo de hatches apresentados com motorização superior a 1.0 litro chega a 15,5%.

A GM assegura que entre os mais de 10 veículos da categoria hatche no Brasil, o Agile é o primeiro no gosto do consumidor brasileiro, à frente do Fox e do Gol, ambos da Volkswagen.

Por Luiz Felipe T. Erdei


A Chevrolet apresentou o Volt MPV5, seu crossover elétrico, que apesar de contar com motor a combustão de 1.4 l, este não serve para a tração, mas sim para gerar carga extra às baterias de íons de lítio.

O MPV5 tem potência de 150 cv que são gerados pela sua bateria de 16 kwh e tem autonomia de quase 52 quilômetros (somente com as baterias elétricas) e mais 480 km com auxilio da carga extra.

Toda a parte dianteira é igual ao do Volt sedã e seu porta-malas tem capacidade para até 1.764 l, com os bancos traseiros rebatidos.

Como todo carro elétrico não é um primor de velocidade, mesmo assim alcança até 160 km/h, uma boa velocidade final.


A Ford e a General Motors nacionais preparam o lançamento de modelos 2011 dos carros Fiesta, da primeira – que deve chegar ao Brasil no segundo semestre, e Prisma e Celta, da segunda que já se encontram a venda em concessionárias, segundo informações do site da revista Auto Esporte.

A versão sedã do modelo da Ford virá do México e chega primeiro as lojas, porém o hatch não deve demorar muito. O visual do carro é igual aos da Europa, China e Japão, e ele chega ao mercado para competir com o City, da Honda, e o Polo, da Volkswagen, entre outros. O preço deve ser em torno de R$ 50 mil.

Os modelos da Chevrolet apresentam poucas novidades, entre elas: novas cores, padrão diferente de tecidos nos bancos e painel com apliques em alumínio e instrumentação re-estilizada. A grande diferença será os preços 5% abaixo dos valores atuais, cerca de R$ 27 mil, o Celta, e R$ 30  mil, o Prisma.

Por Thiago Martins

Fonte: revistaautoesporte.globo.com

O Chevrolet Camaro é um dos muscle cars mais famosos do mundo. E também um dos mais cobiçados por aqueles que desejam um veículo com potência e design robusto.

Pois agora os apaixonados pelo veículo estão ansiosos com o lançamento da sua versão conversível.

Segundo a GM, a nova versão poderá começar a ser vendida ainda este ano. Embora as fotos da frente e da traseira não mostrem a capota do Camaro, o veículo já foi flagrado diversas vezes pelas ruas dos Estados Unidos, onde ocorrem os testes.

Enquanto isso, por aqui o que se comenta é a chegada às lojas brasileiras da versão coupê do mesmo veículo. O que só deve acontecer durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em Outubro.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra





CONTINUE NAVEGANDO: