Na primeira semana de setembro, a Ford do Brasil fez um pronunciamento oficial, por meio de Steven Armstrong, presidente da filial brasileira, onde comentou um pouco sobre o destino do EcoSport.

De acordo com Armstrong, agora o SUV compacto EcoSport começará a ser vendido na Europa. O mesmo modelo foi apresentado no mês de julho e já é vendido no mercado brasileiro, porém as entregas só começarão no final deste mês. Enquanto isso, na União Europeia, o mesmo pronunciamento foi feito por Jim Farley, vice-presidente geral da Ford no mundo, para contar as novidades aos consumidores da região.

Atualmente, o novo EcoSport é fabricado em Camaçari, na Bahia, porém ele não será completamente exportado para a Europa. A produção do SUV compacto vendido em terras europeias terá produção local, porque são necessárias algumas alterações que são obrigatórias nos carros do mercado europeu.

Além disso, a Ford também anunciou que o carro será comercializado apenas em 2014, tendo em vista que ainda não há local definido para a sua fabricação na Europa e que é necessário identificar como aplicar as exigências legais do mercado.

Ainda há bastante expectativa de que o novo EcoSport também seja vendido nos Estados Unidos, mas parece que por enquanto isso não acontecerá. Entretanto, a Europa não será a única a receber o automóvel, pois ele também será fabricado e vendido na Ásia, em países como Índia, China e Tailândia.

Por Guilherme Marcon


O novo Ford EcoSport foi lançado no segundo semestre de 2011 e já se prepara para novas mudanças.

De acordo com Steven Armstrong, presidente da Ford do Brasil, o compacto será comercializado também nos países europeus e a novidade demorará cerca de 18 meses para se concretizar, além disso, as unidades sofrerão algumas modificações para se adequar às demandas locais.

Recentemente a Ford apresentou de forma simultânea o EcoSport em Nova Délhi, na Índia e aqui no Brasil, em Brasília. Repetindo a estratégia, que parece ter dado certo, a montadora fez o anúncio sobre as novas mudanças na manhã desta quinta-feira (06), ao mesmo tempo em que divulgava o projeto na Holanda, no evento Go Further.

Na ocasião, os executivos da marca aproveitaram ainda para apresentar o multiuso B-Max o New Fiesta e outros carros chefes do portfólio da Ford.

Bastante otimista com o produto global da Ford, Armstrong afirmou que a expectativa é vender aproximadamente 2 milhões de unidades do EcoSport até o ano de  2015.

Rogelio Golfarb,  diretor de relações institucionais da Ford, vai ainda mais longe e sugere que até 2015, a Ford terá produtos atuais em todo o mundo.

Por Larissa Mendes de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: