Modelo terá valores a partir de R$ 87.900, e podem chegar a R$ 124.900 na versão top.

A Honda apresentou oficialmente ao mercado brasileiro o Honda Civic 2017. O modelo chega para brigar com o Audi A3 Sedan na versão Civic Touring, com mais potência e motor turbo. O novo Honda Civic começa a ser comercializado em agosto com valores a partir de R$ 87.900, e podem chegar a R$ 124.900 na versão top.

Serão oferecidas 5 versões do modelo para 2017. Nas versões Sport MT6, Sport CVT, EX CVT e EXL CVT, o motor será de 2.0, e os itens e equipamentos disponíveis variam de versão para versão. Já o Civic Touring possui motor de 1.5 turbo, e mais de 170 cavalos.

O modelo de entrada, Sport, possui câmbio manual de seis marchas e 155 cavalos, e também será oferecido na versão com transmissão automática CVT. A versão possui ar-condicionado digital, direção e vidros elétricos, freio de estacionamento eletrônico, 6 airbags, faróis de neblina, central multimídia com Bluetooth, câmera de ré, e outros itens.

As versões EX e EXL deverão competir com os modelos da Toyota Corolla XEi e Altis e com o novo Cruze LTZ1 e LTZ 2. Nestas versões, a Honda oferece apenas a opção de motor 2.0 e câmbio CVT. Entre os itens de série do EX estão os mesmos equipamentos da versão Sport acrescidos de bancos em couro, painel de instrumentos digital, acabamento cromado, e outros itens. Para a EXL, o pacote inclui, além dos itens da versão anterior, central multimídia de 7 polegadas sensível ao toque, navegador e compatibilidade com os aplicativos CarPlay, da Apple, e Android Auto, do Google.

Já a versão topo de linha, que deve competir com modelo Audi A3 Sedan, o Civic Touring traz 173 cv de potência e uma lista de equipamentos extensa, incluindo câmera sob o retrovisor direito, alerta de saída de faixa de rolamento, controle de cruzeiro adaptativo, partida por botão, ajuste elétrico para os bancos dianteiros com 8 opções, sensor de chuva, teto solar elétrico, faróis full LED, e outros.

Confira os valores de cada versão do Honda Civic 2017:

– Sport 2.0 MT6: R$ 87.900

– Sport 2.0 CVT: R$ 94.900

– EX 2.0 CVT: R$ 98.400

– EXL 2.0 CVT: R$ 105.900

– Touring 1.5 Turbo CVT: R$ 124.900

Por André Barbirato

Honda Civic 2017

Honda Civic 2017

Fotos: Divulgação


Veículo chegará às concessionárias custando de R$ 75 mil a R$ 107 mil.

Desde outubro do ano passado a nova geração do Honda Civic já se encontra à venda nos Estados Unidos, com preços que variam entre 18.640 dólares e 26.500 dólares, o que equivale a mais ou menos R$ 75.500 e R$ 107.300. O carro chegou a superar as vendas até mesmo do Toyota Corolla nas vendas de novembro.

O veículo chegou a sua décima geração e se assemelha a um cupê de quatro portas, com um caimento de teto mais acentuado, que quase se integra ao porta-malas. A traseira é alta e possui lanternas no formato de bumerangue. O porta-malas aumentou sua capacidade em 73 litros, passando a ter 427 litros.

Na dianteira, a grade aumentou e agora passa a integrar os faróis através uma barra cromada. O capô possui um novo design mais curvado e alto, isso definiu melhor a ligação com o para-brisa. O carro teve aumento em suas medidas, sendo 4,63 metros de comprimento, 1,41 metro de altura, 1,80 metro de largura e 2,70 metros de entre-eixos.

O modelo possui um novo conjunto de suspensão independente na traseira. Montada em um subchassi ultra-rígido composto de barras estabilizadoras mais robustas e coxins hidráulicos, além dos amortecedores traseiros serem agora de alumínio.

Nas versões de entrada o motor manteve o 2.0 DOHC i-VTEC, elevando a potência a 158 cv e tendo um torque de 19kgfm. Terá a opção de câmbio automático CVT que simula sete velocidades e a manual de seis marchas.

O novo Honda Civic nacional foi exibido durante o Salão do Automóvel de São Paulo, no mês novembro.

A versão mais esportiva, a SI, não foi deixada de lado e irá ser lançada nos próximos meses. O propulsor será um novo 2.0 turbo que foi baseado no europeu Type-R. O carro atingirá cerca de 230 cavalos e somente câmbio manual com seis velocidades. Atualmente,o motor é um 2.4 i-VTEC, com 206 cavalos e toque de 23,9 gfm a 4.400 giros.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Novo modelo terá motor 1.5 VTEC turbo movido a gasolina. Ele tem previsão de chegar ao Brasil em meados do 2º semestre de 2016.

Foi confirmada pela Honda, neste último dia 27 de outubro de 2015, a nova versão do Honda Civic. Esta é a 10ª geração do automóvel, que virá equipada com o motor 1.5 VTEC turbo, acompanhados de 174 cv. Porém, visto por alguns como um ponto negativo no carro é o fato de que esse novo motor, a princípio, será movido apenas a gasolina.

Apresentado para o público dos Estados Unidos no mês de setembro deste ano, o automóvel tem como previsão estimada de chegada ao Brasil apenas para meados do 2º semestre de 2016.

A potência declarada para o veículo nos Estados Unidos foi a mesma de 174 cavalos de potência, o que torna este modelo como a melhor opção em quesito de motor do que todas as outras versões anteriores de motor flex aspirado, que estão à venda nos Civic de hoje aqui no Brasil.

Para se ter uma ideia, a SUV HR-V possui um motor 1.8 e consegue desenvolver 139 cv a gasolina e 140 cv a álcool. Já a versão 2.0 do motor gera 155 cv a álcool e 150 cv com gasolina. O que mostra a potência do novo motor do Civic.

Para o Civic produzido na América do Norte, terá ainda a continuação do uso de um propulsor aspirado 2.0 de 4 cilindros, totalizando um rendimento de 158 cavalos de potência.

Essa linha de motores VTEC Turbo foi lançada há dois anos atrás, ou seja, em 2013 no Japão. Com base em estimativas é possível afirmar que comparado aos motores aspirados, esse novo motor consiga economizar entre 5% e 10% mais de combustível. Para os brasileiros esse fato se torna de fundamental importância, visto ao preço crescente do combustível nos últimos anos.

Uma outra grande mudança nessa 10ª geração do Civic se deve ao fato dele ter aumentado 5 cm em largura, e diminuído 2,5 cm em altura, o que o deixou com uma cara mais esportiva, e também aumentou o espaço interno e do porta-malas.

Por Igor Furraer

Honda Civic 10ª geração

Honda Civic 10ª geração

Fotos: Divulgação


Novo modelo traz um novo design e um aumento na sua eficiência aerodinâmica.

Após muitas especulações, a grande fabricante de veículos automotores Honda fez a revelação do novo Honda Civic que será destinado ao mercado norte-americano. Nesta nova versão o Civic, que é um dos modelos mais comercializados da fabricante japonesa, trouxe, além de um novo design, um aumento na sua eficiência aerodinâmica.  

Dentro as novidades estão também o lançamento de dois novos propulsores, sendo que um deste será o primeiro motor turbo a ser lançado pela marca nos Estados Unidos. Com o lançamento dessa nova versão do Civic, a Honda tem como objetivo primordial conseguir atrair mais consumidores em âmbito mundial, uma vez que o carro teve uma melhoria na sua performance e no seu acabamento.

Está será a décima geração do Civic, sendo que nos Estados Unidos o veículo agora terá uma aparência de fastback. O coeficiente aerodinâmico do veículo sofreu alteração e consegui ter uma melhora de 12%.

Em todas as versões este novo Civic irá trazer lanternas traseiras em LED e luzes diurnas. Em comparação geração anterior, este novo Civic teve um acréscimo no seu tamanho de cerca de 5,1 cm na largura, bem como outros 3 cm na distância entre-eixos. O porta-malas dessa  versão ganhou 73,6 litros e foi considerado com um dos entraves desta nova versão. Essa nova geração do Civic terá carrocerias Coupé, hatchback de cinco portas e os esportivos Sl e Type-R, bem como a famosa versão sedan.

Com relação ao design interior, o Civic ganhou vida nova, pois no seu painel foi inserido um novo modelo, contudo o belíssimo velocímetro digital foi mantido. O freio de estacionamento é elétrico e o console central possui dois andares, já a central de multimídia do veículo já vem com sistema de conexão para aparelhos que possuam como sistema operacionais os programas iOS ou Android.

Duas novas motorizações serão comercializadas neste novo Civic, sendo que nas versões mais básicas que são as LX e LX CVT o veículo virá equipado com um novo propulsor 2.0 16V DOHC i-VTEC. Já nas versões  EX-L e EX-T o carrão terá o motor 1.5 16V DOHC Turbo que será o pioneiro dotado com essa tecnologia da fabricante nos EUA.

Por Adriano Oliveira

Novo Honda Civic

Novo Honda Civic

Fotos: Divulgação


A Honda iniciará a comercialização a partir do final do mês da linha 2016 do Civic. O principal fator novo é a volta da versão mais equipada EXR, que neste momento possuirá controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, direção com assistência elétrica variável e airbags do tipo cortina. O valor recomendado é de R$ 88.400.

Esta versão de elite do Civc também possui teto solar e maçanetas das portas cromadas, como também uma nova central multimídia com entrada HDMI, monitor LCD escamote “avel de 7” e navegador integrado ao painel, que possui GPS com potencial para fornecer informações de trânsito das principais capitais do Brasil, sendo primeiramente São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. O hardware é renovado e permite a conexão Wi-Fi com a utilização de browser para acesso à internet (no momento em que o veículo não estiver circulação), como também a conexão Bluetooth para fazer chamadas e reprodução de áudio.

Da mesma forma como na versão LXR, o Civic ERX 2016 possui o motor 2.0 flex que possibilita até 155 cv com somente etanol no tanque, que atua em união com a transmissão automática de cinco velocidades com alternativas de trocas sequenciais através das hastes atrás do volante.

A Honda retorna a disponibilizar o Civic EXR mais qualificado com o objetivo de voltar à liderança de comercialização entre os sedans médios. Segundo as informações da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos Automotores), no período de janeiro a dezembro do último ano o concorrente Toyota Corolla foi o modelo mais comercializado do ramo com 63.299 unidades, enquanto o Civic teve 52.267.

Na linha 2016, o sedan de elite da Honda torna-se a ser mais qualificado que o concorrente Corolla Altis, que não possui controles de estabilidade e tração entre os itens de série e também possui um valor recomendado superior ao rival (R$ 96.339).

Por Felipe Couto de Oliveira

Honda Civic 2016

Honda Civic 2016

Honda Civic 2016

Fotos: Divulgação


Na semana passada a Toyota lançou o novo Corolla com o visível objetivo de retomar a liderança do segmento de sedãs médios, que foi tomada pelo concorrente Honda Civic. A rivalidade entre os carros é disputada com muita igualdade, como mostra os números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No ano passado (2013), a Toyota emplacou 54.103 carros, enquanto que o sedã da Honda atingiu a marca de 60.970 emplacamentos.

Para conseguir recuperar mais mercado e alcançar os números da Honda, a Toyota fabricou o novo Corolla com um estilo menos conservador, além de investir em uma plataforma com elementos melhores de segurança e suspensão recalibrada. Os motores foram mantidos no 1.8 litro de 144 cv e no de 2.0 litros de 154 cv (com etanol). As maiores novidades, porém, foram a transmissão CVT (que supre a antiquada caixa automática de quatro marchas) e a disponibilidade de cinco airbags de série para todas as versões.

As duas versões de entrada da Toyota e da Honda foram comparadas para ajudar o consumidor na hora de escolher qual modelo levar. O Corolla e o Civic são equipados com motor 1.8 e câmbio automático. A Toyota ganhou uma identidade chamada de “Keen Look”, que deu uma aparência mais jovem e esportiva.  Já o Civic conta com um visual mais esportivo, porém com aparência um pouco mais velha se comparado ao Novo Corolla. Contudo, a impressão fica só na parte externa, por dentro o Civic tem um painel mais futurístico, dividido em dois andares, com o velocímetro digital posicionado acima do conta-giros analógico.

Os dois possuem motor 1.8 de 16V com comando variável, mas apenas o carro da Toyota tem sistema de partida a frio. No Corolla, o propulsor desenvolve 139 cv de potência e 17,7 kgfm de torque a 4.400 rpm quando abastecido com gasolina e 144 cv e 18,4 kgfm a 4.800 rpm com etanol. No Civic, o motor é de 139 cv e 17,5 kgfm a 4.600 rpm quando abastecido a gasolina e de 140 cv e 17,7 kgfm a 5 mil rpm quando abastecido com etanol.

Por Carolina Miranda


A Honda convoca um recall de 541 Civic 2006 para substituir gratuitamente o servo freio que é um componente do sistema de frenagem com a função de multiplicar a força que o motorista aplicou no pedal de freio. O problema no servo de freios pode causar a redução da assistência da frenagem causando um grave acidente. 

Em Brasília, foi divulgada uma nota da Senacon/MJ (Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça) que a Honda está fazendo o recall envolvendo os carros fabricados entre o dia 1 e 7 de abril de 2006. Os chassis envolvidos são das numerações não sequenciais de 93HES1*** 6Z11937 a 6Z112546. 

A partir do dia 27 de junho os proprietários do Civic 2006 poderão comparecer com seus veículos em uma das concessionárias da Honda do Brasil para uma inspeção e troca do componente. O agendamento pode ser feito através do site www.honda.com.br/recall/autos ou através da central de atendimento de segunda a sexta das 8 às 18 horas pelo telefone 0800-701-3432. 

O Código de Defesa do Consumidor determina que o recall seja feito de forma gratuita, caso seja cobrado denunciem nos órgãos de defesa ao consumidor.

Por Mariana Rodrigues


A marca Honda tem vários motivos para se alegrar e um deles é a excelente aceitação do Honda Civic, que em agosto de 2012 foi o sedã médio mais vendido no Brasil, com cerca de 6.000 unidades emplacadas. Os números garantiram o veículo no topo do ranking e permitiram que um tabu de 3 anos fosse quebrado, afinal, durante todo esse tempo, o Corolla esteve na primeira posição.

A notícia partiu do portal da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), responsável pela análise e divulgação das estatísticas. De acordo com o órgão, não foi apenas o Honda Civic que ultrapassou o Corolla, mas também o Chevrolet Cruze, que emplacou 4.800 carros, enquanto o modelo da Toyota vendeu 4.620 unidades no mesmo período.

Vale ressaltar, no entanto, que se forem consideradas as vendas nos 8 primeiros meses do ano, o Corolla ainda é o líder, mesmo que o Honda Civic esteja cada vez mais próximo no panorama geral. Segundo a Fenabrave, nas outras posições não foram apresentadas grandes novidades, sendo que o Volkswagen Jetta permanece na quarta colocação e Renault Fluence na quinta.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Já chegou ao mercado o novo Honda Civic 2012. Trata-se de um lançamento da Honda com atributos incríveis e itens que prometem marcar a nova geração do automóvel.

Como diferenciais, o carro apresenta um design arrojado com linhas fortes, excelente desempenho e potência, além de propiciar economia de combustível e baixa emissão de poluentes no ar.

O veículo estreou em terras tupiniquins no ano passado e desde então tem agradado bastante os seus consumidores, que cada vez mais apreciam o modelo.

Em termos de propulsão, o motor é o mesmo utilizado na versão anterior, o 1.8 i-VTEC, contando com 141 cavalos de potência e transmissão de cinco marchas.

O visual também não deixa a desejar, afinal vem com linhas e cores elegantes que tornam o Honda Civic 2012 muito mais atraente. Quanto à parte interna, vale destacar que está muito bonita e aconchegante.

A novidade da Honda já pode ser encontrada nas concessionárias e feirões automobilísticos por aproximadamente R$ 67 mil, valor que pode ser financiado diretamente na maioria das lojas Honda.

Confira mais informações no site www.honda.com.br.

Por Larissa Mendes de Oliveira


A Honda apresentou esta semana o seu novo Civic LXL Special Edition.

O carro possui motor flex, sensor de estacionamento, marcador de temperatura externa com display no painel, ar condicionado digital, farol de neblina, e como opcionais o veículo possui ainda direção elétrica, vidros, travas, duplo air bag, entre outros.

O carro custa R$ 67.430 (com câmbio manual), R$ 72.165 (com câmbio automático) e com um acréscimo de R$1.720 você ainda leva o carro com bancos em couro.

Por Rafaela Ometto


A fábrica da Honda Automóveis localizada em Sumaré, cidadezinha do interior de São Paulo acabou de atingir uma produção de 400 mil unidades da linha Civic de carros. A linha possui diversos modelos, tanto sedan como hatch intitulados de New Civic, sua nova versão e o Civic Si, uma versão mais esportiva.

Alguns meios de comunicação restrito a essa área automobilística, como as revistas Revista Carro e o portal Carro Online, registraram, pelo quarto ano consecutivo, que o New Civic tem grande aceitação do mercado e recebeu também o premio Best Cars.

Uma das grande vantagens desse modelo são os seus 140 cv a 6.200 rpm quando o carro estiver abastecido de álcool e os 138 cv também a 6.200 rpm se tiver com gasolina. Além disso tem disco de freio nas quatro rodas no sistema ABS que não trava as rodas e também o EBD que tem a função de distribuir a força da frenagem.

Por Rafaela Ometto.





CONTINUE NAVEGANDO: