O Instituto Nacional de Meteriologia Qualidade e tecnologia- INMETRO- tem feito seu papel ao testar os produtos que são fabricados, montados ou importados para o Brasil. O brasileiro, a cada ano que passa, procura maneiras de como economizar, porém, espera não ter que abrir mão do que é bom.

O carro ideal para eles é um que rode muito e que seja o mais completo possível. Nem sempre se tem o que se quer, não é verdade? Pensando nisso, o instituto tem buscado formas de classificar o mais próximo da realidade urbana: os gastos com combustível desses carros chamados de populares. Os índices são bastante variáveis.

Contudo, não há com que se preocupar, pois, a cada modelo lançado novos teste são feitos e como se diz “ a fila anda”. O bom é que o novo abre portas para o progresso e o ruim é a confusão que fica na cabeça do consumidor em ter que escolher entre um e outro.

Os carros que mais economizam gasolina são os que possuem motor híbrido. Essa nova geração de motores tem dado o que falar devido sua tecnologia avançada, porém, de difícil acesso devido ao valor de compra que é bem acima do convencional.

O carro desse seguimento que permanece no topo da lista é o Ford Fusion com o seu motor 2.0 com 16v. Seu consumo fica em torno de 16,8 km/l na estrada. Em contra-partida, sua manutenção é uma das mais caras devido às peças específicas que no mercado ainda não existem as genéricas obrigando o consumidor a comprar tudo original.

Logo em seguida vem o Lexus CT200h híbrido. Ele consegue fazer quase a mesma quilometragem do Fusion, girando em torno de 15, 7km/l apesar de seu motor 1.8 16v, bem inferior ao ao modelo da Ford e bem mais caro.

Conclusão, se for escolher o carro que mais economiza combustível terá que pagar o preço por um carro mais evoluído que os demais, mesmo que custe um valor amargo se tiver a oportunidade poderá valer a pena.

Por Gleison Nunes Uchoa


O 6º Salão do Automóvel está acontecendo em Buenos Aires, mais precisamente no Centro de Eventos “La Rural”, desde o dia 20 de Junho. Apareceram muitas novidades no setor que só serão lançadas no Brasil depois do evento. Essa “avant-première” acontece porque é mais fácil a homologação de veículos novos no país vizinho além da carga tributária ser inferior quando se trata da importação de poucos produtos de um modelo só.

Os organizadores do evento esperam que nos dias do Salão, mais de 800 mil pessoas passem pelos estandes dos mais de 100 expositores. Há exposições de motos, camiões e peças automotivas, mas o que realmente vem chamando a atenção dos visitantes são as 20 marcas de automóveis que escolheram o Salão para mostrar os lançamentos, muitos deles são carros à diesel (proibido no Brasil).

Alguns carros chamaram mais a atenção pelas inovações: Renault Logan; Citroen C4 Lounge; Ford Focus e Mercedes-Benz Classe E, estes serão comercializados no Brasil, mas desde este evento já impressionaram e despertaram o interesse dos passantes.

Os Hatchs, o Ford Fusion de dois volumes e o Volkswagen GOLF Sétima Geração brilharam e mostraram o que virá para o Brasil ainda neste ano. Dentro dos esportivos, o facelift da Peugeot RCZ é a novidade para os brasileiros que aguardam a chegada de novidades dentro da categoria.

Na categoria SUVs, o Renault Duster e o Ford EcoSport são outras das inovações que aparecerão no mercado brasileiro.

Você poderá visitar no São do Automóvel 2013 e conferir o que está sendo lançado até o dia 30 de Junho, depois, só na concessionária.

Por Melina Mariel Menezes Pereda


Mais um lançamento pode chegar em pouco tempo no mercado de automóveis vindo da Audi.

Isso porque segundo rumores que circulam pela internet vazaram algumas fotos do novo Audi RS1.

As especulações esperam um veículo com design parecido com o A1 Clubsport Quatro equipado com um motor de cinco cilindros com 2.5 litros e uma potência menor do que 340 cavalos.

Se estas informações estiverem corretas, o Audi RS1 deverá ser vendido em pequena quantidade e com valores bem elevados.

Basta aguardar!

Por Ana Camila Neves Morais


Recentemente, a GM anunciou novidades para sua marca Cadillac, a fim de dar continuidade em seu processo de modernização e otimização de seus veículos. Com essa política de melhoria, a empresa confirmou o lançamento de três modelos comerciais bastante interessantes. Trata-se do XTS Limusine, XTS Convencional e XTS Funerário.

Os três carros da nova linha Cadillac serão equipados com o eficiente motor  V6 3.6, atingindo a potência de 304 cavalos. De acordo com a GM, os automóveis consomem em média 9,5 km/l. Na parte interna, todas as versões do XTS contam com ótimo acabamento, amplo e confortável espaço para os passageiros, além de novas tecnologias que tornam os modelos altamente funcionais. Nesse sentido, vale citar o navegador GPS, tela do painel sensível ao toque, sistema de multimídia, câmera de ré e muitos outros atributos tecnológicos.

Quem se interessou pelas novidades da GM não terá que esperar muito para conferir os lançamentos de perto, pois eles em breve estarão disponíveis para compra nas concessionárias do mundo inteiro, entretanto, os preços de comercialização da nova linha Cadillac ainda não foram divulgados pela montadora.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Assim como no Brasil, onde há o Salão do Automóvel, que é realizado em São Paulo a cada 2 anos com o intuito de promover a indústria automotiva, nos Estados Unidos não poderia ser diferente.

As pessoas interessadas no mercado de automóveis, que gostam de conhecer novidades e tecnologias, já podem reservar alguns dias do mês de janeiro de 2013 para marcar presença no principal evento do segmento nos Estados Unidos, o Salão de Detroit.

A programação será realizada de forma que tenha início no dia 14, reservando 2 dias somente para a imprensa e abrindo para o público, oficialmente, no período de 19 a 27 de janeiro.

As datas foram modificadas com relação ao evento de 2012, principalmente em virtude das festas de fim de ano e de outro evento que será realizado, no mesmo segmento, e que poderia coincidir com a data.

Em 2013, o evento mundial completará 25 anos de existência no setor. A localização se manteve tradicionalmente no Cobo Center, lugar onde continuará a ser a sede do evento por mais 5 anos pelo menos, conforme acordo negociado.

A repercussão na mídia quanto a esta exposição em Detroit é tanta, que supera os demais eventos do segmento realizados em Nova York, Los Angeles e Chicago.

Por Anne A. Matioli Dias


Esta notícia vai principalmente para aqueles que não perdem uma oportunidade de se informar com relação aos lançamentos de veículos de todo o mundo.

O Salão do Automóvel de São Paulo trata-se de um evento realizado a cada 2 anos e aguardado com muita expectativa por montadoras, agências, mídias, tudo para garantir que a sociedade conheça quais as novas criações e o que está sendo desenvolvido em tecnologia para melhorar o desempenho dos carros e, também, diminuir a emissão de gases poluentes.

Este ano, o Salão do Automóvel estará completando sua 27ª exposição e os ingressos já começaram a ser vendidos, desde o último dia 16, através da internet, pelo endereço eletrônico do Ingresso Rápido.

De acordo com as informações divulgadas, o evento ocorrerá no período que compreende os dias de 24 de outubro a 4 de novembro, na sede do Pavilhão de Exposições do Anhembi, na cidade de São Paulo.

Neste contexto, o ingresso individual está sendo vendido por R$ 40,00 para o primeiro dia, R$ 50,00 para os dias da semana e R$ 70,00 para os finais de semana e feriado de 2 de novembro. É importante salientar que os preços são válidos para opção inteira de ingresso.

É possível também adquirir um kit personalizado pelo valor de R$ 150,00.

Mais informações aqui.

Por Anne A. Matioli Dias


Segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo do dia 8 de abril de 2012, quem estiver interessado em comprar um carro blindado deve prestar muita atenção a alguns detalhes fundamentais, sobretudo em relação ao estado de conservação e à manutenção desses veículos.

Se a ideia é comprar um carro usado, devem ser desprezados aqueles que tiverem bolhas nos vidros, pois isso significa que a blindagem não está em bom estado. Outro cuidado deve ser a checagem do estado da suspensão, pois são, em média, são duzentos quilos a mais devido à blindagem.

Se a intenção for comprar um zero quilômetro e mandar blindar, a primeira ideia a se ter em mente é o custo mais alto da manutenção. Algumas peças, como um jogo de molas reforçadas, pode sair por, aproximadamente, R$ 1.800. Um para-brisa pode chegar a R$ 6.500.

Além disso, o proprietário deve agendar revisões mais frequentes, pois a blindagem pode causar o desgaste prematuro de certos componentes. De preferência, a manutenção deve ser feita no máximo a cada 10 mil quilômetros.

Vale ressaltar, ainda, que a oficina responsável pela blindagem deve ser certificada pelo exército.

Por fim, é indicado que o interessado consulte o Procon antes de autorizar o serviço.

Por Christiane Suplicy Curioni





CONTINUE NAVEGANDO: