Modelo também deve chegar ao Brasil, mas ainda não tem data confirmada.

Após ser submetido a uma última reestilização, o veículo Nissan GT-R ganhou uma força a mais para antecipar a chegada de sua nova geração, que está prevista para ser lançada daqui dois anos. O lançamento deste modelo ocorreu no ano de 2007, sendo que o seu primeiro facelift foi realizado no ano de 2011 e, dessa vez, passou por novas alterações não somente de cunho visual, mas também no seu propulsor e no seu pacote tecnológico. A fabricante japonesa já confirmou oficialmente que este modelo será comercializado aqui no Brasil, apesar de que ainda não há previsão.

A parte frontal deste veículo foi totalmente remodelada e os principais destaques ficaram por conta da presença de uma charmosa grade cromada com acabamento do tipo “V-Motion”, conforme a atual assinatura de design que está sendo utilizada pela marca. Segundo as informações obtidas por meio da própria fabricante, a grade foi desenvolvida apenas pensando em padrões estéticos e aerodinâmicos, pois o seu formato contribui para que haja um melhor arrefecimento do propulsor. Afim de aumentar a estabilidade do veículo, o capô também foi reforçado, do mesmo modo que o novo aerofólio dianteiro e para-choque ficaram ainda mais robustos.

O perfil desse cupê superesportivo é totalmente definido pelo seu design, contudo, as soleiras laterais foram alargadas. Na parte de trás do veículo, os quatro faróis em formato de anéis foram mantidos. Já o desenvolvimento da nova carroceria foi feito para maximizar o fluxo de ar das saídas de ar laterais que ocorre ao lado das ponteiras do escapamento que é quádruplo. O design ainda mais agressivo deste carro é favorecido pelo acréscimo de tamanho que foi feito na linha de cintura, que foi projetado para separar a seção preta inferior do painel de corpo.

O propulsor utilizado no veículo é o V6 3.8 litros dotado de 24 válvulas biturbo, que é capaz de produzir uma potência máxima de 572 cavalos a 6.800 rpm e 64,5 Kgfm de torque, ou seja, 20 cavalos a mais do que a última versão do GT-R.

Outro quesito que foi melhorado nessa nova versão do GT-R foi a arrancada, pois com a presença do controle de ignição por tempo individual dos cilindros e impulso extra dado pelos turbocompressores a arrancada melhorou significativamente.

Por Adriano Oliveira


Modelo teve seu visual redesenhado e recebeu alterações no pacote de equipamentos, além da motorização 1.0 com 3 cilindros que foi fabricada de forma exclusiva para o mercado brasileiro.

Após ser lançado no Salão da cidade de São Paulo em uma versão pré-série, o Nissan Versa é um dos carros mais esperados da marca, com diversas variações de equipamentos e motorização, por valores que variam entre R$ 41.990, com motor 1.0 e R$ 54.990 com motor 1.6 Unique.

Fora o visual que foi redesenhado, o veículo está mais próximo dos sedans maiores Altima e Sentra, a grande notícia do novo sedan é a motorização de 1.0 com 3 cilindros, a qual foi fabricada de forma  exclusiva para o mercado brasileiro e acabou estreando no New March.

De acordo com a montadora, este motor, que é produzido no RJ, na cidade de Resende, gera até 77 cavalos de potência e um torque de 10 kgfm, com etanol ou gasolina. O modelo possui também uma variante com motor de 1.6 litros, com 111 cavalos, o qual deverá atrair 80% dos consumidores, na expectativa da empresa.

A marca pretende vender aproximadamente 1.500 exemplares do modelo somente nos primeiros meses, acreditando que ocorrerá um aumento, chegando em 2 mil ao chegar no seu ápice, num nicho que é liderado pelo Fiat Siena.

Os principais responsáveis pela progressão do segmento foram o Hyundai HB20 S e o Chevrolet Prisma, e acabou ficando ainda mais disputado com a entrada do Renault Logan e do Ford Ka, juntamente com o Toyota Etios, Chevrolet Classic e Volkswagen Voyage.

O veículo que teve seu visual redesenhado e também alterações no pacote de equipamentos, obviamente, teve seus valores alterados, abaixo você pode consultar os valores das versões, confira:

– 1.0 – R$ 41.990;

– 1.0S – R$ 44.990;

– 1.6 SV – R$ 46.490;

– 1.6 SL – R$ 49.490;

– 1.6 Unique – R$ 54.990.

Ao ser equipado com todos os itens na versão Unique, o valor do Versa chega bem perto de opções em uma categoria acima, como por exemplo, o Chevrolet Cobalt que inicia suas vendas em R$ 50.770 com motor 1.8 litros e Honda City que custa a partir de R$ 53.900, lógico, sem os mesmos acessórios.

Por Nádia Neves 

Nissan Versa 2016

Nissan Versa 2016

Fotos: Divulgação


Carro elétrico tem previsão de ter sua produção nacional iniciada em 2017 na fábrica de Resende, no Rio de Janeiro.

O ano de 2016 vem se mostrando cada vez mais como o ano da revolução dos carros elétricos aqui no Brasil. Primeiramente foi informada pela Kia a produção do Soul elétrico, e agora a Nissan entra com o Leaf para competir no mercado dos veículos elétricos no país. E para o ano de 2017, a expectativa é que a produção nacional do automóvel se inicie na fábrica de Resende, no Rio de Janeiro.

Embora ainda não seja comercializado no Brasil, a Nissan confirmou a importação de exemplares do veículo para o país.

O veículo elétrico chega ao mercado nacional com novidades. A principal delas se encontra na autonomia do automóvel que será aumentada em 120 km. A versão atual do carro possui autonomia de 150 km com a bateria totalmente carregada, já o modelo 2016, que será comercializado no Brasil alcançará incríveis 270 km.

João Veloso Jr., diretor de comunicação da Nissan no Brasil, afirmou em entrevista a conceituada revista Quatro Rodas, que a empresa tem como objetivo de produzir o veículo no ano de 2017 aqui no Brasil utilizando o sistema CKD, onde as peças são produzidas no exterior, chegando prontas aqui, porém, com a montagem do veículo sendo feita nacionalmente.

Para o ano de 2020 a expectativa é que o veículo seja 100% produzido no Brasil. Outra possibilidade destacada por Veloso Jr., é a possível produção nacional do furgão E-NV200 da empresa.

O que faz com que a empresa se importe tanto com o mercado brasileiro é o fato de que o governo garante a isenção do IPI (imposto sobre produto industrializado) sobre veículos elétricos.

Após a aprovação da resolução que isenta os veículos elétricos, veículos com propulsão a hidrogênio e híbridos do tipo plug-in da taxa de importação, espera-se que o mercado desse tipo de veículo cresça consideravelmente no Brasil, pois isso pode causar uma redução do preço final do produto importado em torno de 30%.

Com a redução do imposto, estima-se que o preço do Leaf no Brasil seja de R$ 140 mil, e mais barato ainda após a produção nacional do produto.

Por Igor Furraer

 

Nissan Leaf no Brasil

Nissan Leaf no Brasil

Fotos: Divulgação


Novo modelo será vendido no Brasil apenas por encomenda em duas versões: a Standart e a Nismo.

O presidente da Nissan no Brasil, François Dossa e José Valls – presidente na América Latina, anunciaram no último dia 30 que iniciará em 2016 a venda oficial do modelo GT-R no Brasil.

Por ser um carro de alta performance e alto custo, o carro será para poucos, pois o modelo que custa cerca de cem mil dólares nos Estados Unidos, com a moeda altamente valorizada e altos impostos, no Brasil poderá chegar perto de um milhão de reais, todavia o valor correto ainda não foi definido, assim como a data exata para início das vendas, que serão apenas por encomenda.

As vendas do modelo no Brasil visa atender aos pedidos de clientes apaixonados pelo veículo, que será trazido em duas versões, sendo a Standart que seria para as ruas e a Nismo que é preparada para as pistas. O modelo Standart tem motor 3.8 litros V6 biturbo e 64 kgfm de torque, com 553 cavalos, enquanto o modelo Nismo tem motor 3.8 litros V6 biturbo e 66,5 kgfm, chega a 600 cavalos e atinge 100 km/h em apenas 2,6 segundos e velocidade máxima de 315 km/h. Não é à toa que o GT-R é conhecido no Japão como Godzilla.

Com tração integral, câmbio de dupla embreagem, seis marchas, suspensão independente, freios a disco nas quatro rodas; direção elétrica; pneus desenvolvidos especialmente para ele. Por dentro conta com bancos de couro com ajuste elétrico e aquecimento, sistema multimídia touchscreen, GPS e tela com as informações sobre a dinâmica do carro, ajuste da altura e da profundidade da direção, sistema de som com 11 alto-falantes e dois subwoofers, 6 airbags, ar condicionado automático. Além de ter sistema Bose de cancelamento de barulho que através de sua configuração faz com que o barulho do V6 biturbo fique agradável aos ouvidos.

O modelo, além do desempenho de um esportivo, proporciona aos proprietários extremo conforto. 

Por Andréia Carbone Peres

Nissan GT-R

Nissan GT-R

Nissan GT-R

Fotos: Divulgação


Novo modelo conta com chassi mais robusto e resistente à torção, ganhando mais espaço na carroceria e na cabine traseira de passageiros.

A Nissan, famosa montadora japonesa, conhecida mundialmente, traz ao mercado o seu mais novo veículo automotor: Frontier NP 300 2016.

A nova geração da Nissan Frontier NP 300 2016 foi lançada no México e promete um design mais chamativo e robusto. O carro, aparentemente, está sensacional.

A Nissan, desde 2007, não apresentava grandes inovações em seus modelos e, consequentemente, saía um pouco atrás dos seus concorrentes. Atualmente, os modelos, a cada ano, surpreendem mais por seu design inovador e futurístico.

Os designers da marca buscaram um estilo de atleta no qual a Nissan Frontier NP 300 2016 devia se inspirar. E qual foi a categoria escolhida por esses profissionais? O Halterofilista. Fica um pouco difícil compreender e entender esses conceitos de design para quem não é um profissional da área, contudo, podemos dizer que a Nissan Frontier NP 300 2016 ficou com uma cara bem interessante e tende a agradar o público consumidor.

A robustez tão explorada pelo marketing na Nissan Frontier NP 300 2016 não é só questão de propaganda. A Nissan empreendeu no modelo um chassi mais robusto e resistente à torção. Esse fato permitiu que a caminhonete ganhasse mais espaço na carroceria e na cabine traseira de passageiros, fato que permite mais espaço para as pernas e, consequentemente, oferece um pouco mais de conforto ao usuário. Por enquanto, a Nissan anunciou apenas modelos de cabines duplas.

A versão mais cara da Nissan Frontier NP 300 2016 vem com pintura “bedliner”, que possui maior resistência contra choques menores e corrosão.

Apesar da robustez, por dentro o carrão não deixa a desejar. O painel ganhou um tom de preto fosco de bom gosto. Os bancos oferecem conforto. Além disso, a Nissan Frontier NP 300 2016 conta com ABS, vidros, travas e nos modelos mais caros, possui uma central multimídia que faz diferença para os mais apaixonados por tecnologia.

A caminhonete, ainda, não está nos planos da marca para ser vendida no Brasil, haja vista utilizar um motor a diesel Euro 5, um tipo de diesel mais puro. Contudo, o Chile se adequa a esse padrão e deve ser o primeiro país da América do Sul a receber a Nissan Frontier NP 300 2016.

Ficaremos na expectativa!

Por Daniel Alves

Nissan Frontier NP 300

Nissan Frontier NP 300

Fotos: Divulgação


Novos modelos têm condições especiais nos financiamentos até o final de maio.

A montadora e fabricante de veículos Nissan divulgou, por meio de um comunicado oficial, feito no dia 13 de maio, que iniciará em todo território nacional o “Festival Nissan 1.0”. Com o lançamento dessa campanha, a Nissan, fabricante de origem japonesa, irá oferecer aos consumidores aqui no Brasil o compacto New March, bem como o sedan Versa, até o final do mês de maio, com condições diferenciadas para financiamento, além disso, estes veículos irão vim de fábrica com propulsor de três cilindros e 1.0.

As condições de financiamento especiais serão as seguintes: para quem quiser adquirir o New March versão Conforto, este veículo poderá ser financiado por mediante uma entrada de R$ 21.594 e 30 parcelas de R$ 516,06, parcelas estas que terão taxa zero de juros, mas as outras versões do compacto também terão condições similares para o financiamento, sendo que o New March já vem equipado com direção elétrica modelo progressiva, freios ABS e computador de bordo, o preço sugerido para a comercialização deste hatch é de R$ 35.990.

Já as condições para aquisição do Novo Versa são as seguintes: uma entrada de R$ 25.194 e 24 parcelas fixas de R$ 842,32, parcelas sem o acréscimo de juros, o preço sugerido para comercialização deste veículo é a partir de R$ 41.990.

Para aqueles que têm receio de adquirir carros de empresas estrangeiras, uma informação muito relevante é a de que tanto o motor tricilíndrico que será utilizado nestes dois modelos, quanto os dois veículos, o New March e o Novo Versa, serão integralmente produzidos em solo brasileiro. A produção será feita no complexo industrial da Nissan, o qual se localiza na de  cidade de Resende que fica na região sul do estado do Rio de Janeiro. Esta unidade da empresa já está em atividade há um ano, sendo que desde a sua inauguração oficial, no mês de abril de 2014, ela já superou o patamar de 30 mil veículos fabricados.

Por Adriano Oliveira

Nissan New March

Nissan New March

Nissan Versa

Nissan Versa

Fotos: Divulgação


Novo modelo traz central multimídia Caska CA087-BR e outros atrativos

O Nissan Lannia surgiu como um conceito atrativo para agradar o jovem consumidor da China. Através de linhas que remetem ao Maxima, que foi recebido atualmente, mas sendo mais atrativo, o modelo tem o objetivo de procurar os clientes de viagem pioneira com um fator mais considerável.

O estilo “Friend-Me” estabelece um avanço da Nissan e possivelmente será ampliado para os lançamentos seguintes no território chinês. O Lannia poderá ter também um bom pacote de componentes, tendo como principais o ar condicionado dual zone, acabamento em couro personalizado, botão de partida, faróis e lanternas com LED, dentre outros.

A nova Nissan Frontier, que é uma das picapes mais comercializadas do território brasileiro, recebeu uma nova central multimídia para satisfazer ainda mais os consumidores que gostam de tecnologia e que apreciam estar conectados em todas as situações da vida.

A Nissan divulgou que a linha completa de picapes Frontier tornará a possuir na lista de componentes opcionais, uma nova central multimídia, que é recebido com valor recomendado de R$ 3.175.

A central multimídia possui a denominação de Caska CA087-BR, e possui um visor de 6,2 polegadas, como também conexão Plug and Play, e poderá satisfazer os consumidores que buscam por componentes tecnológicos de última geração nos modelos que adquirem.

Somado à nova linha da Nissan Frontier, a nova central multimídia Caska CA087-BR também torna a estar presente na linha do Sentra e New March. Dentre outras funcionalidades mostradas pela nova central multimídia, destaca-se o sistema Bluetoothm TV, DVD, navegador por GPS integrado e SD Card, que tornam a nova Nissan Frontier ainda mais atrativa no mercado do Brasil. A televisão possui um receptor de alta resolução.

A fabricação e o desenvolvimento da nova central multimídia, que aparece nos veículos da linha da Frontier, estiveram devido a Caska, que realiza um grande trabalho, tornando o sistema de forma completa e funcional.

Por Felipe Couto de Oliveira

Nissan Lannia

Nissan Lannia

Nissan Lannia

Fotos: Divulgação


A Nissan apresentou seus verdadeiros objetivos para o March. Recentemente, a empresa japonesa mostrou a nova série do hatch, que neste momento possui um motor 1.0 12V três cilindros, com 77 cv de potência e 10 kgfm de torque, tendo gasolina e etanol.

Produzido em Resende (RJ), o modelo possui neste momento um emplacamento de aproximadamente 3 mil unidades por mês e esta será a oportunidade de atingir alguns hatches com performance mais qualificada na comercialização e já famosos por seus propulsores tricilíndricos, onde pode-se citar o Ford Ka, Volkswagen Up! e Hyundai HB20. O valor do modelo é a partir de R$ 35.990, na versão de entrada, denominada de Conforto, que disponibiliza a linha com ar-condicionado e direção elétrica assistida de forma progressiva.

A lista de variações permanece no 1.0 S, que possui trio elétrico e chaves com telecomando pelo valor de R$ 37.990. O modelo mais completo 1.0 SV tem o valor a partir de R$ 40.990 e possui componentes disponibilizados pelos itens com menores valores como rádio com Bluetooth e volante multifuncional, como também componentes estéticos como faróis de neblina, aerofólio e rodas de liga leve aro 15.

Os fatores novos não são finalizados. Da mesma forma como o 1.0, o 1.6 não necessita de tanquinho de partida a frio. Tendo também 11 cv, ele também possui os componentes disponibilizados nas versões do 1.0 e seu valor é a partir de R$ 40.990 na configuração de entrada. O propulsor mais qualificado é exclusivo a possuir a versão de elite SL, que possui condicionado digital, navegador GPS com conexão para redes sociais, câmera de ré e rodas de liga leve aro 16.

Segunda a empresa, o New March e o March, comercializado em versão exclusiva, possuirão um novo motor. O modelo seguinte a ter o fator novo será o novo Versa, que será disponibilizado em seis versões, segundo documentos mostrados pelo Inmetro. O câmbio dos três modelos permanecerá sendo o manual de cinco marchas.

Por Felipe Couto de Oliveira

Nissan March

Nissan March

Nissan March

Nissan March

Fotos: Divulgação


Na semana passada a Nissan divulgou para a imprensa em geral as primeiras informações sobre os detalhes (e também imagens) da nova geração da picape Navara. O modelo aqui no Brasil é conhecido como Frontier. De acordo com as informações divulgadas, a nova versão do utilitário deverá começar a ser produzido na Tailândia já no mês de julho deste ano. Inicialmente a previsão é de que a picape seja oferecida primeiramente nos mercados europeu e asiático já a partir do segundo semestre deste ano.

A quarta geração da camionete de origem japonesa apresenta um estilo que lembra bastante o da VW Amarok. Em alguns pontos podemos até mesmo ver coisas que mais se parecem com um carro de passeio. De fato, a nova Nissan Frontier traz um ganho significativo no que diz respeito ao estilo bem como ao conforto dos passageiros.

Isso quer dizer que mesmo sendo uma picape, que pode ser usada para trabalhos pesados, ela é um pouco mais suave do que robusta em alguns aspectos.

Com relação ao visual apresentado a nova Frontier deixou para traz as conhecidas linhas “quadradas” para agregar uma aparência que tem certa delicadeza. Os faróis aumentaram de tamanho e também ganharam LEDs para iluminação durante o dia. A grade central do modelo segue a mesma ideia de identidade mais recente da Nissan e que já pode ser vista em modelos como os sedãs Altima e Sentra. Na parte traseira a picape também recebeu um aeorofólio colocado na tampa da caçamba.

No que toca a motorização, a nova Frontier continua a manter o bloco de 2.5 16V turbodiesel. Entretanto, agora estão sendo disponibilizadas duas opções para os consumidores da marca. Uma conta com 163 cv e 41 kgfm de torque, enquanto que a outra tem 190 cv e 45,9 kgfm. Vale ressaltar que a segunda configuração já tem suas versões vendidas por aqui desde 2013.

No mais, o maior destaque em relação a parte mecânica fica com o novo câmbio automático sequencial que conta com sete marchas e também a tração 4×4 que agora poderá ser ativada por meio de um botão situado no painel e não mais por uma alavanca secundária.

De acordo com as informações divulgadas pela divisão brasileira da Nissan, a nova geração da Frontier ainda não tem uma data de chegada ao Brasil. Lembrando que o modelo atual foi lançado por aqui lá em 2007.

Embora a montadora não confirme nada há a expectativa de que ele seja substituído pela nova versão entre 2015 e 2016.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação


O Sentra já chegou posando de "mocinho rebelde". Em sua geração anterior, veio dizendo-se não ser um carro de "tiozão". Já que o Nissan Sentra não era para os “tiozões”, continuava-se comprando Corolla, da Toyota. Na sétima geração do modelo, a Nissan revelou o lado conservador, sóbrio, sem que esses aspectos tenham um peso negativo.

As novidades são um modelo suave, muito confortável, com bom acabamento e espaçoso. Estas características são obviamente esperadas de um modelo dessa categoria. E o Sentra não deixa a desejar em todos os aspectos que visam qualidade e conforto.  

Os amantes e simpatizantes do Toyota Corolla devem dar uma atenção especial ao Sentra, por conta das características assemelhadas. O novo modelo é seguro, confiável, tem ótimo design, e como já foi dito, é um carro bem confortável do tipo "família".

Umas das versão top de linha é o SL que custa aproximadamente R$ 71.990. Mesmo com o visual muito diferente e a nova plataforma, a parte mecânica do modelo foi mantida: motor 2.0 e câmbio automático CVT, com alguns upgrades. O automóvel é exteriormente imponente e interiormente luxuoso.

O sedan deve chegar em 2014 para concorrer com seus rivais Fusion, Accord e Camry. Quando o assunto é estilo, o Sentra 2014 escolheu por seguir um mais conservador ou tradicional, como preferir. Assumindo seu lado “tiozão”, desfeito por seu antecessor.

O Sentra 2014 tem desempenho muito suave mesmo com pneus 205/50 (rodas aro 17").

Dados técnicos:

– Motor: Bicombustível, transversal com 4 cilindros em linha, com 4 válvulas por cilindro;

– Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto seqüencial;

– Câmbio variável à frente (CVT) e marcha a ré. Tração dianteira (não possui controle de tração);

– Sistema de freios: ABS com EBD. Discos ventilados nas rodas dianteiras e discos sólidos nas rodas traseiras;

– Peso total: 1.348 kg;

– Potência: 140 cavalos de potência a 5.100 rpm com álcool ou gasolina;

– Capacidade do porta-malas: 503 l.

Por André Barbosa

Nissan Sentra 2014

Foto: Divulgação


A montadora Nissan está preparando novidades que prometem sacudir o mercado automotivo. É que a fábrica japonesa já confirmou o interesse na retomada da produção dos carros Datsun. Os automóveis em questão são voltados para os mercados emergentes e no ano passado foram fortemente comercializados na Índia, Rússia e Indonésia.

Segundo o executivo Trevor Mann, diretor da companhia, há grandes possibilidades do carro conquistar a classe média em outros países. O Brasil já desponta como pretendente a ocupar lugar de destaque nas vendas do Datsun.

Ainda de acordo com Trevor, a Nissan pretende lançar o Datsun no sudeste da Ásia, na América Central, em países do Oriente Médio, na África e em toda a América Latina.

Sobre o veículo, sabe-se que o Datsun conta com 5 portas e o modelo nomeado de Datsun GO foi recentemente apresentado no Salão de Nova Deli, na Índia. O carro tem baixo custo e excelentes funcionalidades. Na Índia, o valor de venda não deve passar de R$ 13.000.

Tudo indica que cerca de 400 mil unidades sejam fabricadas em 2014.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


Fábrica da Nissan em Resende (RJ)Tudo indica que a nova unidade de fabricação da Nissan localizada no Rio de Janeiro, mais especificamente em Resende, deverá ser inaugurada em breve.

A Nissan emitiu um comunicado nesta semana (30) dizendo que a fábrica entrou na última fase de conclusão das instalações nos prédios principais.

A montadora ainda afirmou que após o término da última etapa a fábrica passará por testes no seu maquinário.

Segundo a empresa responsável pela obra é muito provável que a fábrica seja inaugurada ainda em 2013.

A unidade de montagem é o alicerce da montadora japonesa para se fixar de vez no mercado brasileiro, que planeja abocanhar 5% do mercado de veículos logo de início e lançar até 2016 oito modelos produzidos por aqui.

A montadora afirmou que a unidade construída no Brasil será até então a unidade mais sustentável de todas as existentes no mundo.

A empresa ainda se preocupou em criar um cinturão verde ao redor dela como forma de diminuir a poluição sonora gerada pela produção em massa, além do mais a montadora adotou o que se tem de mais moderno em prática de produção que respeita o meio ambiente.

Por Fernando Setoue


Cada vez mais as fabricantes de automóveis apostam e investem em novas tecnologias, matérias-primas inovadoras e conceitos inusitados. Elas assumem essa postura com a finalidade de surpreender os apaixonados por carros e conquistar novos consumidores.

A Nissan não se abstém disso, e através da divisão de luxo Infiniti, coloca no mercado lançamentos incríveis, que cativam o público alvo, revolucionam o segmento e potencializam as vendas da montadora, reforçando sua imagem no mundo dos autos.

No Brasil, a marca Infiniti chegará em breve. O lançamento será em grande estilo e o protagonista da estreia é o novo Q50. As primeiras fotos do carro já estão circulando na internet e pela divulgação da parte dianteira, é possível afirmar que o carro é moderno, arrojado e leve.

O farol indica que o veículo é um sedã, com ares de esportivo.  De acordo com a fabricante, o Infiniti Q50 será produzido sobre a plataforma FM e será equipado com propulsor turbo com 4 cilindros e V6 3.0 que desenvolve incríveis 550 cavalos de potência.

O valor de comercialização será confirmado em breve, no próximo Salão do Automóvel.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A Nissan (empresa japonesa especializada na fabricação e comércio de automóveis) continua a inovação constante de seus veículos, sendo assim apresentou a última atualização do Sentra, que consiste em um veículo do tipo sedã inspirado no modelo Silphy.

Na parte externa as principais mudanças são a sua frente com luzes de LED, rodas de liga leve com 17 polegadas, além de inovações nos faróis e na grade.

Sob o aspecto mecânico, o novo Nissan Sentra possui um motor com 1.8 litro que alcança uma potência de até 130 cavalos e um torque de 17,7 kgfm em câmbio manual de seis marchas e um consumo médio de combustível de 14,4 km/l.

No seu interior, o Sentra conta com ar condicionado, NissanConnect (sistema de entretenimento com várias opções), bancos revestidos em couro ou em tecido e um porta-malas que chega a até 427 litros de capacidade.

Deste modo, o novo Nissan Sentra é uma boa possibilidade de compra para os amantes de automóveis que estará disponível no mercado em pouco tempo.

Por Ana Camila Neves Morais


A marca Nissan está aumentando a linha 2013 do modelo Tiida sedã. A novidade é através do lançamento de versão que conta com novo câmbio automático com quatro marchas, com a mesma caixa que já é utilizada na versão hatch.

O carro  já está sendo comercializado pelas concessionárias por cerca de R$ 46.290. Além do câmbio automático, o novo sedã Tiida apresenta um sistema de freios com ABS, sistema EBD, com controle eletrônico de freios e rodas de liga leve de aro 15. Embaixo do capô, o carro traz o bloco 1,8 litro 16V Flex, de 126 cavalos de potência. Com redução de IPI, a versão com câmbio manual de seis velocidades fica por R$ 42.390.

No novo Tiida, outros acessórios estão disponíveis semelhantes a alguns carros da mesma categoria: alarme acionado por controle remoto, abertura e fechamento das portas, ar condicionado, direção elétrica que tem assistência variável, computador de bordo, retrovisores externos com regulagem elétrica, a abertura do tanque de combustíveis é interna, apresenta sistema de travas automáticas das portas e também do porta-malas (isto com o veículo em movimento), vidros elétricos dianteiros e traseiros e airbags dianteiros. Esteticamente, a diferença é que as maçanetas das portas são na mesma cor do carro.

Por GGV


O Nissan March 1.6 SR chegou ao mercado com um pacote Premium. Porém, a informação sobre o preço do pacote ainda não tinha sido revelada. Mas isso já foi resolvido e a assessoria da marca revelou que o preço do pacote será de R$ 1.500.

Esse valor refere-se aos acessórios e outros equipamentos que acompanharão o modelo. Entre eles estão: freios ABS com EDB, sistema de áudio com Bluetooth e viva voz, comandos de áudio e telefonia no volante, conexão para iPod, bancos com acabamento em dois tons, faróis de neblina e maçanetas na cor do carro.

Com essas inovações do Nissan March 1.6 SR Premium, o valor do veículo salta de R$ 37.190 para R$ 38.690. Apesar da adoção de diversos itens, a opção que deixa o preço mais elevado são os freios ABS. Assim, a relação entre custo e benefício foi ampliada.

Para obter mais informações sobre o veículo, acesse o site www.nissan.com.br.

Se você se interessou pelo Nissan March 1.6 SR, confira no vídeo abaixo uma análise do carro:

Por Marcelo Araújo


A Nissan é uma das maiores marcas de automóveis produtoras de picapes, mas já não é a primeira vez que a montadora realiza um recall para alguns modelos. Recentemente a montadora no Brasil pediu para que fosse realizada uma inspeção nas picapes Frontier.

O recall atinge cerca de 35.280 picapes produzidas a partir do ano de 2007.

Segundo a própria empresa, o foco das inspeções é verificar problemas relacionados ao torque dos parafusos da trava do capô e também da junta da coluna de direção.

A Nissan promete que as trocas necessárias serão feitas sem nenhum custo adicional e que o serviço de recall deverá ser solicitado a partir desta quarta-feira (dia 22 de fevereiro)  em uma das concessionárias da marca.

Segundo a Nissan, os veículos que devem ser inspecionados possuem as seguintes numerações de chassis: de MNTVCUD4086000002 a MNTVCUD4086004932, de 94DVDUD409J030319 a 94DVCUD40CJ877692 e de 94DVDUD409J030319 a 94DVCUD40CJ991448.

Os proprietários dos veículos que quiserem mais informações podem ligar para o número 0800 011 1090 ou acessar o site www.nissan.com.br.

Por Jéssica Monteiro 


A Nissan apresentou o novo Frontier 2013 para quem gosta de adrenalina. A maior novidade do modelo é justamente o potente  propulsor turbodiesel de 2,5 litros, nas versões com 163 e 190 cavalos. Com um motor tão robusto assim, todas as picapes com tração integral virão equipadas com ele, independendo de versão ou acabamento.

Foi uma forma eficaz de combinar motor e tração que culminou na melhor estratégia da marca.

Para combater de vez a concorrência, a Nissan apostou mesmo na potência da motorização.  O favorito da terceira geração do motor YDK 2.5 já é usado na Europa e é o que há de mais moderno no catálogo da montadora. Já que essa é uma nova geração, que façam carros que contribuam ainda mais para o avanço tecnológico.

O inédito propulsor ganhou novas peças para se tornar ainda mais eficaz. As atualizações feitas incluem novo sistema de injeção, cabeçote com características mais leves graças aos materiais novos, sistema de refrigeração adaptado e emprego de materiais para reduzir o atrito interno.

As únicas coisas que acabaram sendo mantidas foram os sistemas de transmissão manuais e automáticos, apenas sofrendo algumas adaptações ao tão falado motor.

Por Jéssica Monteiro 

Fonte: Quatro Rodas


Um dos carros mais esperados do ano já chegou ao Brasil. Trata-se do Nissan Tiida, um esportivo lindo e  com identidade forte. Sem dúvida, a sofisticação e elegância são os pontos altos desse modelo.

O Tiida SL 2012 conta com as opções de  câmbio manual ou automático, para-choques novos, aerofólio na cor da carroceria e a super novidade: o sistema inteligente i-Key, que permite ao usuário abrir e ligar o carro sem chave.

O veículo pode ser encontrado nas versões 1.8 S e 1.8 SL. Além disso, possui vários atributos como: roda aro 16 com maior estabilidade, nova grade dianteira, interior luxuoso, três anos de garantia, teto solar, ar condicionado digital, bancos de couro, piloto automático, som com MP3 e acabamento perfeito.

O lançamento está disponível nas seguintes cores: prata classic, cinza magnetic, vermelho alert e  preto premium. O preço do Tiida nas concessionárias brasileiras varia entre R$ 51.990,00 e  R$ 61.290,00, a depender da versão escolhida.

Quem fez o test drive e conferiu a beleza do carro de perto afirma que vale muito a pena, pois agrega beleza, tecnologia de ponta e bom desempenho em um só automóvel.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Mais um lindo carro que será lançado no Brasil no início de 2012 e em mais 170 países é o Nissan Sunny, da empresa japonesa Nissan. Ele foi desenvolvido pensando no conforto de famílias jovens, pois foi projetado para facilitar o transporte pela cidade com uma maior economia.

O novo Nissan Sunny é um sedan compacto que chega para ocupar o lugar do Nissan Tiida Sedan, e que vem com um porta-malas de 420 litros, um motor de 1.6 flex da Renault de 115 cavalos de potência, o qual mesmo sendo de 1.6 é muito econômico e rápido, tornando-se muito bom para quem pretende viajar. Vem também com um dos melhores câmbios automáticos, o Xtronic CVT de 1.5, e com dimensões de carros maiores com 1,50m de altura, 4,45m de comprimento, 2,60m de distância entre eixos e 1,69m de largura, e a parte interior terá acabamento em tecido nos forros das portas, um painel de boa qualidade construído de plástico duro, e rádio CD Player e MP3.

Esse carro faz parte do projeto global que originou o hatch compacto March, pois conta com a mesma arquitetura que é utilizada na fábrica Aguascaliente, no México, porém o Nissan Sunny está sendo fabricado na cidade de Guangzhou, na China.

Para quem gostou desse carro terá que esperar alguns meses para comprá-lo, além de ter que dispor de uma quantia que gira em torno de R$ 40 mil, que é o preço de um carro popular.

Por Fernanda Oliveira


A Nissan está enviando ao mercado brasileiro as novas versões hatch e sedã 2012 do Tiida. Com novos itens de série, a empresa espera atrair um maior número de clientes para a compra do veículo. A versão hatch contará com câmbio manual de seis velocidades, além de rodas de 16 polegadas; segundo a empresa o preço disponível para essa versão será de R$ 50.990.

Para a versão sedã, a mudança ficou por conta do ajuste de altura do banco do motorista, esse item era apenas disponibilizado na versão hatch. Além disso, será equipado com motor 1.8. O preço divulgado para a versão SL com câmbio manual de seis velocidades é de R$ 56.190, já para a versão SL com câmbio automático será de R$ 60.290.

Por Henrique Pereira


O novo Sentra da Nissan chegou às concessionárias nessa segunda-feira (28/03) com nova tecnologia e equipamentos, pronto para brigar por um espaço nesse mercado tão concorrido dos sedãs. O Sentra 2012 2.0 S dispensa a chave para abrir as portas e dar a partida no motor, pois ele vem com a chave inteligente I-Key. Outra novidade é a cor branco perolizado.

Equipamentos de série estão presentes desde o modelo de entrada. São eles: computador de bordo, aparelho de som com MP3, 6 alto-falantes e conexão de iPod no console localizado entre os bancos da frente. Também está disponível para essa versão o câmbio automático CVT, com transmissão que varia continuamente.

Os motores que equipam o novo sedã continuam os mesmos 2.0 flex 16V com potência de 143 Cv da versão anterior. O preço do Sentra 2.0 é R$54.990, do 2.0 CVT é R$60.290, do 2.0 S é R$64.290 e do 2.0 SL é R$71.990. A versão SL ainda vem com uma câmera traseira para ajudar no estacionamento e as imagens são dispostas no display do rádio de 4,3 polegadas.

Por Flávia Yoshitani


Os carros conceitos e os protótipos são a base do futuro da indústria do automóvel. Neles se desenham as linhas inovadoras, os novos e surpreendentes visuais, as tendências que irão se tornar a realidade dos carros que guiaremos pelas grandes cidades. Neles também se projetam inovações tecnológicas, sistemas novos de dirigibilidade, conforto e segurança. A tecnologia que visa nos ajudar a guiar estes modelos em um futuro próximo.

Quase tão interessantes quanto os lançamentos de modelos que em breve estarão nas concessionárias e lojas, estes estandes nos salões de automóveis chamam a atenção pela criatividade e versatilidade das equipes de criação das montadoras. E a Nissan preparou para o Salão do Automóvel de Genebra, Suíça, um protótipo de carro esportivo elétrico chamado de Esflow que promete manter o interesse dos apaixonados por carros também no que diz respeito ao futuro. Com um visual ao mesmo tempo moderno e um tanto retrô, o Esflow tem boas linhas aerodinâmicas com uma frente alongada e cheia de contornos e uma traseira de desenho sofisticado, este desenho mantém a sedução dos esportivos com suas linhas arrojadas.

Projetado para duas pessoas e montado com chassi de alumínio o carro tem tração traseira. Mas talvez sua grande vantagem seja o fato de possuir tecnologia idêntica ao modelo Leaf, que já está a venda e que vem se tornando um sucesso. A propulsão elétrica vem se tornando o caminho natural para os carros esportivos normalmente super potentes e que não só consomem muito como emitem altos níveis de poluentes. Com a eletricidade os esportivos ganham fôlego. Assim como o Leaf, o protótipo Esflow possui um motor movido a eletricidade em cada roda e que de acordo com a fabricante, podem levar o modelo em menos de cinco segundos a um arranque de 0 a 100 Km/h.

Suas baterias de íon-lítio podem lhe garantir 240 Km de autonomia. Resta agora torcer para que de protótipo o modelo evolua pra a versão de produção. O planeta e os apaixonados por carros esportivos irão agradecer.

Por Mauro Câmara 


A busca pela excelência em qualidade dos produtos e em se tratando de carros, os serviços pós-venda, tem tomado cada vez mais a atenção das montadoras. E a Nissan deu um importante passo para estabelecer um diferencial na manutenção de um de seus modelos mais interessantes: o elétrico Leaf, que já está nos mercados do Japão e Estados Unidos e que vai chegar logo a Europa.

Denominado de “Assistência Técnica Remota”, o sistema se baseia em câmeras que permitem que engenheiros acompanhem a execução dos serviços de manutenção nas concessionárias. Através da internet, a equipe de engenheiros troca informações sobre peças e serviços de manutenção referente ao modelo.

Conforme divulgado pela montadora, o novo sistema é mais uma forma de tornar ainda mais eficiente a manutenção dos veículos, principalmente em um modelo elétrico como o Leaf, que requer cuidados especiais, principalmente nos quesitos relacionados às baterias e ao conjunto elétrico do carro.

Por Mauro Câmara

Fonte: G1


A Nissan Leaf gera zero de emissão, e suas baterias de íon-lítio dão uma autonomia de 200 km, tracionado por um motor de 110 cavalos de potência, podendo atingir os 145 km/h de velocidade máxima. O visual diferenciado dos outros carros sustentáveis deixa a Nissan Leaf em destaque.

O capô alongado, com faróis pontiagudos e a ausência de radiador possibilitaram uma melhor aerodinâmica. O espaço elegante no seu interior proporciona maior visibilidade e proporciona muito o conforto, tendo acabamento em couro e camurça. Os itens de série da Nissan Leaf são os freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, ar condicionado e airbags.

Para a recarga das baterias, serão duas as opções: carga normal que dura oito horas em uma saída de 220 volts, ou recarga rápida em postos especializados, nos quais a recarga demora apenas 30 minutos.

Fonte: Quatro Rodas

Por Gerson de Morais


Buscando o aprimoramento das tecnologias usadas nos modelos híbridos que começam a ganhar espaço no mercado mundial e fazendo parte do seu programa especial (Nissan Green Program 2010) que busca melhorias ambientais e ao mesmo tempo eficazes para os carros produzidos pela marca, a montadora anunciou que dois dos seus novos modelos híbridos, o Nissan Fuga Hybrid que será lançado no Japão neste terceiro trimestre e o sofisticado Infinit M Hybrid, que terá seu lançamento efetuado em 2011 na Europa e Estados Unidos.

Ambos estarão equipados com novas tecnologias que procuram aumentar o desempenho ambiental dos modelos, principal conceito do carro híbrido, sem, no entanto perder o conforto na hora de se dirigir veículos com estas características de acordo com informações do site G1.

O Electro-hydraulic Power Steering system (sistema eletro-hidráulico de direção) permite que o motor a gasolina seja ativado apenas quando o motorista está dirigindo o veículo, oferece os dois tipos de direção, a caracterizada pela suavidade da direção hidráulica combinada com a eficiência de combustível da elétrica.

E o Electric Driven Intelligent Brake (freio elétrico inteligente) que opera os cilindros de freio diretamente através do motor elétrico quando o pedal de freio é acionado. A força de frenagem necessária é mantida enquanto a pressão hidráulica do freio de atrito é controlada para ajudar a regeneração de energia do motor hibrido.

Por Mauro Câmara


O mercado de carros elétricos deve ser bem promissor aos olhos das montadoras. A Nissan, por exemplo, em parceria com a Renault tem planos bem ambiciosos. O Leaf, da Nissan, deve ser um dos primeiros modelos a ser fabricados em grande escala no mundo e já estaria na Europa iniciando uma espécie de fase pré-venda.

O plano das duas montadoras é conseguir tirar da linha de montagem algo em torno de 1 milhão de veículos como o Leaf anualmente. E não apenas um modelo, mas 8. E segundo as empresas, sem a necessidade de incentivos dos governos.

Para isso, estão em vista a construção de duas fábricas nos Estados Unidos. Uma prevê a construção de 150 mil unidades anuais do Leaf e 200 mil baterias no mesmo complexo. Já em outra cidade serão fabricadas apenas baterias de íon-lítio.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Olhar Digital


Com o objetivo de ampliar sua participação no mercado nacional de automóveis a Nissan vai expandir a sua rede de concessionárias e lançar até 2011 dois novos modelos, que serão importados do México, abrindo espaço em um segmento no qual ela ainda não está atuando, que é o de modelos compactos.

O primeiro é o modelo Micra, que aqui será conhecido como March e que foi lançado no Salão de Genebra este ano. Seus componentes internos terão menor peso, o tornando mais econômico ao reduzir o consumo de combustível e a emissão de gases poluentes.

O segundo modelo será o Sedã  Tiida, que nos foi apresentado no Salão de São Paulo, chamado na ocasião de Dodge Trazo e que deveria ter chegado aqui em 2009, mas que com a crise da Chrysler, que seria parceira da Nissan no lançamento teve adiado o seu lançamento, o que ocorrerá agora somente pela Nissan. Seu preço no México parte do equivalente em reais a R$ 19.682,00, mas aqui sofrerá o acréscimo dos impostos e taxas de importação.

Por Mauro Câmara

Fonte : G1


Você sabia que a Hertz Rent-A-Car, maior empresa do mundo em carros de aluguel, tem planos de utilizar um carro conceito totalmente elétrico?

A idéia é fazer com que o Nissan Leaf esteja disponível em alguns locais dos Estados Unidos e Europa, sendo que os primeiros lançamentos devem ocorrer já em 2011.

O Nissan Leaf é um carro com autonomia para cerca de 150km, possui cinco lugares e deve ficar bem popular tanto para a venda quanto para aluguel.

O carro pode ser carregado totalmente em 8 horas, podendo ser ligado em tomadas de 220 volts.





CONTINUE NAVEGANDO: