Motor 5.2 V8 é o mais potente já produzido pela montadora.

Como em diversos outros segmentos do mercado, o setor automobilístico também realiza prêmios para selecionar aqueles mais se destacaram em seu nicho.

Esse segmento tem várias premiações diferentes desde os mais genéricos até alguns mais específicos, dentre estes está o prêmio “10 Best Engines”, o qual é promovido pela publicação deste segmento WardsAuto, e que tem como objetivo definir quais foram os 10 motores que mais tiveram destaque em um determinado ano.

A premiação é realizada há 22 anos e é bem tradicional nos Estados Unidos. Para que seja selecionado um vencedor, os editores passam 60 dias dirigindo e estudando os finalistas, porém, sem usar qualquer tipo de instrumentação para teste.

São avaliados fatores como: torque, potência, especificações, economia de combustível, uso das novas tecnologias e atenuação de ruído.

A companhia Ford tem muito a comemorar nesta edição do prêmio em questão, sem dúvida em um dos ícones do setor de automóveis nos últimos anos. A celebração se deu por causa do motor do Mustang Shelby GT350, o V8 de 5.2 litros, o qual conquistou o lugar mais alto do pódio como o melhor motor do ano.

É notável que ultimamente os propulsores passaram a ser cada vez menores e o recurso de turbo tem sido cada vez mais usado, porém, este motor V8 5.2 pode ser considerado um motor tradicional e aspirado de fábrica, este é o mais potente já produzido pela empresa americana.

Este motor do Shelby GT350 gera mais de 540 cavalos e possui o giro mais alto do que seus concorrentes, que totaliza 8250 rotações por minuto. O seu virabrequim de perfil plano também é um destaque a mais para ele, essa tecnologia é muito utilizada em carros superesportivos e também nos de corrida, porém, neste caso foi utilizado em um V8. Entretanto, essa exclusividade é acessível a poucas pessoas, já que foram fabricadas somente cem unidades deste motor para a nova geração do veículo.

FILIPE RIBEIRO DA SILVA


Lançado há poucos dias, o Novo Fiat Palio já chegou ao mercado ganhando prêmio. A nova geração do hatch italiano foi eleita a vencedora do troféu “Carro do Ano 2012”, a principal categoria do Prêmio Carro do Ano, promovido pela Revista Autoesporte.

O modelo, que está à venda em 6 versões de configuração, teve concorrentes pesados, como o Audi A1, Kia Picanto, Volkswagen Jetta, Renault Fluence e Nissan March, entre outros, mas acabou ganhando a maioria dos votos do júri especializado.

Além do maior prêmio da votação, a montadora italiana também se consagrou vencedora nas categorias “Motor do Ano até 2.0”, com o bloco MultiAir 1.4, que equipa o Fiat 500, e em “Publicidade do Ano”, através da campanha de divulgação do Fiat 500, estrelada por Dustin Hoffman e Ricardo Macchi.

Já na categoria “Utilitário Esportivo do Ano”, o ganhador foi o Peugeot 3008, que superou o Renault Duster e o Fiat Freemont, entre outros concorrentes, enquanto na premiação de “Utilitário Esportivo Premium do Ano”, o X3, da BMW, ganhou o troféu. Ainda na linha premium, o título de “Carro Premium do Ano” foi entregue ao Mercedes-Benz Classe C.

Os outros premiados foram o propulsor 2.5 TFSI, que está sob o capô do Audi RS3, na categoria “Motor do Ano acima de 2.0”; o Volksvagen Polo BlueMotion, como o “Carro Verde do Ano”; o site da Citroën, na categoria “Site do Ano”; e Sérgio Habib, da JAC Motors do Brasil, como o “Executivo do Ano”.

Por André Gonçalves

Fonte: Autoesporte


A versão 2012 do prêmio “Car of The Year”, um dos mais tradicionais da indústria automobilística, já teve os nomes dos concorrentes revelados.

Nesta primeira etapa foram indicados 35 veículos, e a lista definitiva dos finalistas, contendo 7 modelos, sai no dia 9 de janeiro. Já o grande vencedor será conhecido na véspera da abertura do Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, em 5 de março de 2012.

A escolha ficará a cargo de um júri composto por 59 jornalistas, representando revistas, sites e jornais especializados em automóveis, de 23 países europeus.

Para participar da eleição, o automóvel deve estar enquadrado em certos requisitos, como ter sido apresentado ou lançado há, no máximo, 12 meses antes do evento; ser totalmente inédito (não vale atualização estética ou mecânica); e ter vendido pelo menos 5.000 unidades durante um ano, em todo o velho continente.

Na edição 2011 do prêmio, o vencedor foi o elétrico Nissan Leaf.

Entre os indicados, há representantes de diversas marcas. Das montadoras alemãs estão presentes o A6 e o Q3 (da Audi); o Classe B, o SLK e o Classe M (da Mercedes-Benz); o Série 1 e o Série 6 (da BMW); além do Up!, o Beetle e o Jetta (da Volkswagen). Das montadoras asiáticas foram indicados o Veloster e o i40 (da Hyundai); o Rio e o Picanto (da Kia); o Yaris e o Verso S (da Toyota); o CX-5 (da Mazda); e o Korando (da SsangYong).

Veja a lista completa no site www.caroftheyear.org

Por André Gonçalves


A Mitsubishi Motors ganhou dois prêmios de conceituadas revistas do segmento de carros no mês de abril. Um deles foi dado pela revista Carros, em que a L200 Triton da montadora ganhou como a melhor picape pela segunda vez seguida, com mais de 10 mil votos computados, sendo o veículo eleito o modelo favorito na opinião dos leitores da revista.

Já a revista Go Outside premiou a Mitsubishi na categoria "Apoio ao Esporte", devido à intensa participação e incentivo aos esportes ao ar livre. Segundo a diretora de Projetos Especiais da marca, Corinna de Souza Ramos, o envolvimento com esportes é algo intrínseco à empresa, sendo esta uma das características primordiais da Mitsubishi que há mais de 20 anos promove eventos de Rali pelo Brasil, entre outras competições, como o Mitsubishi Outdoor, Mitsubishi Motorsports e o Mitsubishi Sailing (vela oceânica).

Essa premiação faz com que a fabricante continue dando ênfase a essas práticas esportivas.  

Por Andrea Gomes 


A revista brasileira Frota & Cia, especializada em veículos comerciais leves, realizou mais uma edição do Prêmio Lótus 2011 e a Fiat ficou em primeiro lugar em três categorias.

A premiação analisa a quantidade de vendas atingida pelos modelos comercializados no Brasil.

O veículo Fiat Fiorino, que vendeu 17.414 unidades, faturou pela 18ª vez o primeiro lugar da categoria “Furgão Leve do Ano”. Segundo a Fiat, o mérito do Fiorino fica por conta de ser um veículo valorizado pelo mercado aliado ao baixo custo de manutenção.

Outro modelo da Fiat que recebeu prêmio foi o Fiat Ducato. O Ducato foi duplamente premiado, pois ganhou como a “Van do Ano”, na versão de passageiro, e  “Furgão do Ano”, na versão de carga. Foram comercializadas 10.360 unidades do carro em 2010.

Esse foi um verdadeiro presente para a Fiat, que comemora os 10 anos de produção do Ducato no país.

Por Andrea Gomes

Fonte: Fiat





CONTINUE NAVEGANDO: